8

Resenha - A Chave do Amanhecer

em sábado, 11 de junho de 2011
A Chave do Amanhecer
Kalixti – O Enigma das Sete Estrelas
Pedro Terrón
Primavera Editorial
307 páginas

Sinopse: Uma estranha peça de cerâmica esconde um livro infestado de antigos mistérios a serem revelados. As velhas páginas guardam com paciência uma história remota que vai mudar a cômoda vida de Dámeris para sempre...
Guiada por um manuscrito do século XVIII, a jovem investigadora Dámeris Bossy empreende uma viagem frenética cheia de incógnitas. Uma história na qual a trama central se enlaça com naufrágio de um famoso galeão perdido no Oceano Atlântico: o Santo Cristo de Maracaibo.
Uma viagem que a obrigará a ler na memória do seu coração e recordar o passado oculto com Anu: o intrépido guardião de um segredo antiguíssimo. Ali, na mais densa selva venezuelana, descobrirá a verdadeira natureza do amor e da lealdade.
Mistério, suspense e ação presos em um labirinto de ruas apagadas pelo tempo, de impaciência para encontrar o verdadeiro caminho para Kalixti, ao reencontro das almas gêmeas.


Maravilhoso!

Só assim consigo descrever o livro. Um título totalmente desconhecido por mim, mas que me trouxe ótimas experiências e alegrias. A história de Kalixti é surpreendente.

O livro é dividido em três partes: o encontro do objeto milenar, a narração da vida passada de Dámeris, a busca pela estrela e pela Chave do Amanhecer.

Quem narra a história é a jovem arqueóloga Dámeris Bossy, que encontra em sua nova casa, um peça cerâmica com mais de dez mil anos, e escondido dentro deste objeto um manuscrito de pelo menos trezentos anos.

“De um salto, desço as escadas e me ajoelho junto às metades. O assombro é enorme, meus olhos brilham de emoção ao descobrir manuscritos envolvidos com um tecido de linho e amarrados com um cordão de couro.”

Neste manuscrito conta com um pouco da história do povo de Atlântida, como as pessoas viviam no continente, até a catástrofe que o destruiu. Assim como fala sobre um tesouro escondido há muitos anos.

“— A escritora se dedica a explicar como viviam as pessoas e até relata a catástrofe que causou o naufrágio de Atlântida.”

Mas outras pessoas querem o manuscrito para descobrir a localização do galeão de Santo Cristo de Maraicabo, onde naufragou com um tesouro sem precedentes. Com sua vida em risco, Dámeris precisará recordar de uma das suas vidas passadas para desvendar os mistérios desta história antiga.

Mas Dámeris conta com a proteção de um “guarda-costas” desconhecido. Em momentos de extremo perigoso, este jovem herói aparece e salva a vida da arqueóloga.

“Saído de não sei de onde, um jovem de boa aparência, se lança sobre o que porta a arma e o derruba com um golpe forte.”

Daméris precisa recordar da sua vida passada, quando viveu no século XVIII com o nome de Marina. Nessas memórias, Daméris relembra de sua alma gêmea Anur, um indígena com uma estranha tatuagem. É no coração da selva venezuelana, onde duas almas gêmeas de culturas opostas descobrem o amor e a lealdade.

Pedro Terrón é um escritor que narra a história de tal forma, que você não consegue para de  ler o livro. A história não é entediante, não é cansativa.

Os personagens são bem estruturados, você os imagina como se estive assistindo a um filme. A personagem principal Dámeris é decidida, leal, e mesmo em seus momentos de medo, mostra uma coragem impressionante.

O que temos no livro que me fez ficar tão empolgada?

Tem romance transcende a morte, têm histórias de vidas passadas, almas gêmeas que se entendem apenas com um olhar. História sobre civilizações antigas, mistério, objetos milenares, reencarnação.

Tem amor.

Conheçam a história de Kalixti, e se apaixone também por essa aventura, com emoções do começo ao fim.
 
Boa Leitura!

8 comentários:

  1. Ai, que máximo essa resenha!!! Esse livro parece ser muito legal \o/

    ResponderExcluir
  2. http://arismeire.blogspot.com/2011/06/primeiro-sorteio-do-blog-jane-austen.html

    Vim convidar você para participar do sorteio do livro Jane Austen, a Vampira:-)
    Bj, Aris.

    ResponderExcluir
  3. Gostei bastante do Blog.
    Muito interessante !

    É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
    http://bolgdoano.blogspot.com/

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana.

    Acredita que não conhecia esse livro?

    Adorei sua empolgação e adoro gêneros e enredos nesse estilo!

    Sinto falta de ler algo assim repleto de aventura.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Não é do tipo de literatura que eu gosto, mas não irei dispensar esse livro se por acaso eu tiver a oportunidade de lê-lo algum dia... =)

    ResponderExcluir
  6. Carla esse livro parece ótimo eu adorei a resenha.. histórias que buscam passado e que retratam magia, me faz querer ainda mais vontade de ler essa aventura e trama bjs e espero ler em breve

    ResponderExcluir
  7. *o* Que capa linda!!!

    Parece ser excelente, e espero pode lê-lo em breve. Mistério e romance juntos são sempre bons. *-*

    Sua resenha ficou muito boa. Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Olá, pessoal!

    O livro é maravilhoso! Empolgação do começo ao fim!

    Todos irão adorar!

    Bjs

    ResponderExcluir

 
Google+