20

Resenha - Nunca diga adeus

em quarta-feira, 11 de julho de 2012

Nunca diga adeus
Doug Magee
Editora Arqueiro
233 páginas

Tudo parece em ordem quando a van do acampamento Arno chega para buscar Sarah em casa. De férias da escola, ela está ansiosa para aproveitas o verão com sua melhor amigo Linda. Lena, a mãe de Sarah, está apreensiva por ela passar tanto tempo longe de casa, mas sabe que a menina vai se divertir e ficar bem. Além disso, o relacionamento com David, seu marido, não está nada bom e, enquanto a filha estiver fora, ela pretende resolver as questões que fizeram com que os dois se afastassem.

Quando a van do acampamento chega, Lena se surpreende com a tranquilidade da filha, que não derrama nenhuma lágrima ao se despedir e segue feliz para pegar as outras crianças. Mas Sarah mal pode imaginar o que a espera. Depois de 15 minutos, uma segunda van - essa, sim, a verdadeira - aparece para buscar a meninas. Ninguém conhece o motorista da primeira e Lena se vê diante do pior pesadelo de qualquer mãe: sua filha foi sequestrada. Além de Sarah e Linda, mais dois meninos são raptados, deixando quatro famílias à beira do desespero.

Devastada pela culpa e preocupada com a ausência inexplicável do marido, Lena se une aos outros pais para tentar descobrir qual a melhor estratégia para trazer os filhos de volta para casa. Após algumas horas, os criminosos enviam um e-mal exigindo 1 milhão de dólares para libertar as vítimas. Mas as condições para a entrega do dinheiro lançam suspeitas sobre alguns dos pais, e os casais começam a se voltar uns contra os outros, expondo seus segredos e relacionamentos já desgastados. Enquanto a polícia tenta distinguir a verdade da mentira nos relatos contraditórios e depoimentos inconsistentes, fatos estarrecedores vem à tona, revelando que, para algumas pessoas, os fins justificam os meios. O desespero e a ganância levam algumas pessoas a tomar decisões impensáveis. Mas a fé e a intuição sempre podem superar as dificuldades.

Em seu primeiro livro do gênero, Doug Magee traz uma história de suspense, superação, medo e amor. O sequestro das crianças transforma a vida dos pais, onde serão obrigados a enfrentar o pior medo para superar esse momento terror: o de nunca mais poder ver o filho. Entre as horas que se arrastam e a busca incessante, descobrem que nem todos os pais estão preocupados com a segurança das crianças desaparecidas. Quem é o verdadeiro mandante do sequestro? Desde o começo da história, sabemos quem são os sequestradores e é revoltante perceber que para eles isso é apenas um jogo. Eles assistem a tudo sem demonstrar qualquer sentimento com os pais ou preocupação com as crianças. 

O desespero dos pais é palpável e você sente esse medo em cada página, aquela dúvida cruel de que talvez nunca mais segure o filho nos braços (não sei como eu me sentiria nessa situação). Os capítulos dos livros são alternados entre os pais, filhos e seqüestradores, onde o leitor tem uma boa visão de tudo o que está acontecendo na história. O inicio é um pouco maçante, pois temos as dúvidas sobre o motivo crime assim como conhecemos um pouco mais de cada familiar, mas conforme a trama se desenrola você não consegue largar o livro. 

Quando se pensa que os sequestradores estão levando vantagem e que os pais nunca conseguiram rever as crianças, algo inesperado acontece e a história tem uma reviravolta (verdadeira justiça poética), onde se intensifica a angústia dos personagens e eu comecei a ter dúvidas se a história teria um “final feliz”. De todos os personagens apresentados, a que mais me surpreendeu foi a Sarah. Criança de nove anos que demonstra liderança e durante todo o desenrolar da trama é um verdadeiro sinônimo de coragem para os amigos.

História envolvente que relata a difícil tarefa de encontrar a fé em meio ao desespero e a coragem em meio ao medo. Enredo de tirar o fôlego que traz uma dura verdade: o ser humano não pensa nas conseqüências que trará os próprios atos.

Boa leitura!

20 comentários:

  1. Ah Carla... esse livro parece mesmo muito bom, mas eu não tenho coragem de ler... pq tenho dois filhos e jamais quero imaginar uma situação dessas, pois eu acabaria enlouquecendo.
    Por sorte a garotinha tem presença de espírito e consegue ajudar os coleguinhas ao menos a não se desesperar.
    Imagino a dor que esses pais sentiram ao receber a notícia e o redemoinho de emoções por que passaram.
    Deve ser um livro forte....
    Adorei a resenha!!! =)

    ResponderExcluir
  2. Oi Carla,
    eu estou louca para ler esse livro. Eu tenho filhos e já sei que vou sofrer com os pais,mas a curiosidade é grande.
    Ótima resenha.
    Bjos!!!AndréiaSentimento nos Livros

    ResponderExcluir
  3. Nossa Ká, nem sei viu... a história do livro é muito forte e parece ser maravilhosa. Não tenho filhos, mas posso sentir (ou acho) como é perder alguém tão importante, ainda mais um filho. Fiquei com vontade de chorar só de tentar imaginar...
    Parabéns querida, a resenha esta perfeita!
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Nossa mãe!!!! Que livro angustiante, só com a resenha já fiquei sem respirar imagina o livro. Amiga seguinte, me empresta uns ai pra comprar kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk que cada vez que leio uma resenha tua, fico mais pobre.

    ResponderExcluir
  5. Carlinha que livro não?? Me interessei e adorei a resenha! Mas confesso que como mãe acho que iria ler o livro e ficar tensa e sofrer muito e me colocar no lugar dos pais personagens! Mesmo assim vai pra listinha porque gosto de livros do gênero!!!

    ResponderExcluir
  6. Este é o pesadelo de todo pai. Sei que quando for ler este livro será numa tensão só.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Oi Carla,


    esse geralmente não é o estilo de livro que me agrada, porém fiquei curiosa com a história principalmente para saber o que acontece com as crianças e quem são os sequestradores.


    beijos.

    ResponderExcluir
  8. Tensão, relacionamentos familiares, sequestro de crianças, investigação policial; são ingredientes para criar uma história impactante. Te impressionou bastante e acho que gostaria ler esse livro sim.

    ResponderExcluir
  9. Ai, que história linda! Parece ser tudo de bom *-* Com certeza deve ser difícil de ler, mas ainda assim parece ser ótimo!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Ka.

    Já vi que esse livro é bem intenso!
    Faz um tempinho que não leio algo assim.
    Você conseguiu me instigar e fico imaginando o desespero de quem tem filhos e passa por uma situação semelhante! É terrível!
    Este livro já estava na minha lista de desejos há tempos, mas esperando o preço baixar.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi dani!

    É um livro bem forte mesmo, você fica com a história por dias na cabeça ...

    Certeza que você vai ficar tocada com a história ...

    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Oi Déia!

    A história é muito boa, mas não tem como não sofrer com os pais kkk

    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Oi Ju!

    Você sofre junto com os pais e fica desesperado para ajudar as crianças kkkk

    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Oi Pá!

    Já falei, nada de assaltar o cofrinho do Santo Antonio e o pão dos pobres ahahah

    Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Oi gabi!

    Ahh... você vai sofrer junto! Não tem como, o desespero é tocante. E você fica com muita vontade de proteger as crianças \o/

    Bjs!

    ResponderExcluir
  16. Oi Rô!

    Sim, tensão do começo ao fim! Mas a história é muito boa, você vai gostar \o/

    Bjs!

    ResponderExcluir
  17. Oi Lu!

    É um livro de suspense com uma trama muito boa \o/

    Realmente a curiosidade pega qualquer um kkk

    Bjs!

    ResponderExcluir
  18. Oi Cris!

    Sim, são elementos que quando juntos, criam uma história de tirar o fôlego!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Oi nanie!

    O inicio do livro é um pouco complicado, mas depois que dá esse reviravolta na história, não tem como largar \o/

    É ótima!

    bjs!

    ResponderExcluir
  20. Oi Carlinha!

    talvez no começo do livro, você fique um pouco incomodada, pois é um pouco parado, mas isso melhora.

    Quando acontece essa reviravolta, você não consegue largar mais o livro até saber o que está acontecendo kkkk

    Bjs!

    ResponderExcluir

 
Google+