26

Resenha - Bem Profundo

em quarta-feira, 21 de novembro de 2012


Bem profundo
Portia da Costa
Editora Planeta
255 páginas
(História de conteúdo adulto, por gentileza, tire as crianças da frente do computador)

Gwendolynne Price é uma bibliotecária curvilínea, que vive em uma cidade pequena, passando por um divórcio. Sua vida é monótona, tudo segue a mesma forma e maneira, nada muda e se ressente por estar acima do peso. Até que um dia, Gwen recebe uma carta... muito sugestiva.
Assinando como Nêmeses, o admirador secreto escreve as palavras e sugestões mais quentes que Gwen poderia imaginar. Ao mesmo tempo em que se assusta com o teor, Gwen percebe que anseia pelas cartas assim como sente profundos desejos, totalmente desconhecidos. E Nêmeses não quer ficar apenas nas cartas, ele que conversar pessoalmente com Gwen!

Enquanto procura descobrir o que fazer com o sedutor admirador, Gwen precisa lidar com famoso professor muito sexy Daniel Brewster. Devido aos sentimentos despertados pelas cartas de  Nêmeses, Gwen mostra-se cada vez mais ousada com o professor, desejando que ele seja o rosto por trás das cartas.

Uma vida normal, um admirador secreto, um mergulho nos desejos mais profundos...
Bem profundo escrito por Portia da Costa é um livro de conteúdo adulto, sem suavizações, com palavras e cenas cruas. Por mais que tenha uma pitada de romance, não é o tema central da história. O foco são os jogos sexuais entre Gwen, Nêmeses e Daniel.

À medida que Gwen lê as cartas e deixa sua imaginação fluir, começa a sentir novos desejos, fantasias que nunca tinha sentido no seu casamento. Isso a deixa mais ousada, confiante, mostrando uma face sedutora que desconhecia. Por mais que tenha medo, ela quer ir adiante com os desejos que sente por Nêmeses. Mas ela começa a realizar os desejos com o professor Daniel, e a figura Nêmeses fica no campo imaginário.

Confesso que fiquei um pouco incomodada com o começo do livro, pois a história caminha apenas na imaginação de Gwen: "Quem será o Nêmeses? O que eu faço com ele? De onde surgiu essa ousadia com o professor Daniel?" Até metade da história, as cenas hots ficam por conta de Gwen. Mesmo com todas as descrições, isso deixou o começo um pouco lento eu quero logo a ação (risos).

O livro traz um pouco do BDSM, sem longas páginas de aulas explicativas,  sendo introduzido no relacionamento entre Gwen, Daniel e Nêmeses. O interessante é que quando aparece a figura do dominador, Gwen aceita normalmente, participando do jogo sem neurose ou ataque de pânico (como aconteceu em um outro livro). Ela entende que isso é um jogo, quer experimentá-lo, entendendo perfeitamente o sentido das atitudes. Inclusive, Gwen é bem resolvida nesse quesito, sabe o quer, o que dá prazer e não pensa duas vezes em satisfazer seus desejos.

O livro é erótico, sem suavizações e não prioriza o romance, mesmo que ele exista em uma parte do livro. Não posso dizer que o livro agradará a todos, pois talvez alguns leitores se incomodem com os desejos dos personagens. Mas para quem gosta do gênero, é uma ótima pedida. Não vou dizer que é o  melhor livro que li do gênero, pois não tenho muitos livros na minha lista de leitura, mas gostei da ler algo mais erótico do que romance.

Com relação as atitudes de Gwen, não sei se teria a mesma coragem da personagem de “dar corda” para um admirador secreto que enviasse uma carta com todas aquelas sugestões. Sou medrosa para isso (risos). Mas, posso dizer que a fantasia relatada na história, deixa qualquer mulher com a temperatura nas alturas! (risos)

Tirando alguns pequenos erros na diagramação e o uso de aspas no lugar do travessão em algumas frases (nada que prejudique o entendimento do texto), a tradução ficou ótima. O que significa que nada foi suavizado, NADA.

Um ponto que não posso deixar de comentar: eu sei que tem leitores que não gostam de encontrar uma palavra chula ou outra no texto, e talvez por isso as editoras procuram suavizar os textos. Mas estamos falando de histórias com cenas hots, conteúdo adulto, não tem espaço para suavização.

Acho louvável e ético da parte da editora informar ou deixar algum aviso na contracapa que o livro é de teor adulto, para não prejudicar os leitores desavisados. E acho mais louvável ainda quando as editoras não suavizam as cenas. Quem compra uma edição com uma história adulta, espera encontrar a tradução fiel, com todas as palavras. Então, por favor, nada de suavizações. E a Editora Planeta não suavizou nada, o que tenho apenas a agradecer.

A editora deixou um gostinho do próximo livro da escritora Portia da Costa, O Desconhecido, que será lançado em 2013, afirmando que teremos mais romances hots!



  

26 comentários:

  1. Estamos na faze dos livros eróticos.. assim como você li poucos livros do gênero, mas sentii um pouco a falta do bom e velho romance que já estou acostumada, acho mais interessante uma tradução fiel e só quem realmente se interessar pelo tema deve ler, para depois não sair falando da linguagem do livro. Assim como já vi muitas pessoas fazerem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda!

      Como eu comentei, não é um livro para todos, já que o gosto varia. Procurei colocar isso na resenha, para que quem quiser ler, conheça um pouco da história =)

      Bjs!

      Excluir
  2. Eu estou gostando das Editoras estarem trazendo livros 'eróticos', mas esta proliferação deveria ter uma pouco mais de critério na escolha dos títulos... até agora são poucos os livros que realmente me chamaram a atenção e me conquistaram, para a vontade de ler e de continuar a ler suas continuações... e este é um que não me cativou... kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ci!
      Parece que ainda falta um título de destaque para ser publicado no Brasil. Tomara que 2013 comece recheado de surpresas \o/
      Bjs!

      Excluir
  3. Hot hot hot!
    Pois então, até agora só li 50 tons neste genero, e eu ria enquanto lia. Estou meio que com um pé atrás com estes livros, pq enquanto as pessoas se apavoram com as cenas de sexo eu dou risada das fiasquentas. hahaha
    Se ao menos os personagens deste livros, não forem chatos q nem os do 50 tons, acho que já vale a leitura! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ale!
      Isso eu posso garantir, não tem nenhuma neura nesse livro. Inclusive os personagens sabem muito bem o que querem, e como sabem XD
      Bjs!

      Excluir
  4. Concordo que tem que avisar sim, pois tem muitos leitores que não curtem essa temática, e eu faço parte do time que não gosta.

    É a nova modinha do momento mesmo, depois passa... como tudo no mercado capitalista em que vivemos.

    E é série heim! Já imaginou se forem uns 10 livros? kkkkkkk

    Bjo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gladys!
      Eu procuro avisar, pois o leitor pode imaginar que devido aos avisos na capa a história siga um rumo, mas é algo totalmente diferente. E também, como você disse, muitos leitores não curtem a temática =)
      Bjs!

      Excluir
  5. É, parece que os livrinhos "hot" estão com tudo mesmo... Eu só li um até agora, que foi "Um Olhar de Amo", da Novo Conceito, e, pelas resenhas que eu li até agora, ele é bastante suave mesmo...
    Estou curiosa para ler 50 tons também!
    Não conhecia "Bem Profundo"... Parece um livro bem forte mesmo. Mas eu concordo com você: é um livro erótico? Então não tem que suavizar nada. Mas eu também acho que deveria vir muito bem explicado no livro que é um romance erótico, com cenas de sexo explícitas.

    Ótima resenha, Carlinha!

    Um beijo! =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Náh!
      Eu li também “Um olhar de amor” da NC, e é bem diferente de “Bem Profundo”. Eu comentei sobre as suavizações, pois parece que algumas editoras esquecem alguns detalhes e mudam a tradução, só para não mostrar as palavras “fortes”. Eu adoro ler um livro onde estão todos os termos e palavras do original \o/
      Da edição de “Bem Profundo” eu não tenho o que reclamar, todas as palavras estão ali XD
      Bjs!

      Excluir
  6. Parabéns ao Blog pela divulgação de autores nacionais.O livro também vem pegando carona na onda 50 Tons de Cinza,na história a Gwendolynne está passando por esse momento de separação e sua vida ainda é monótona,até receber a carta de um admirador secreto,então ela vai viver uma reviravolta com certeza,nessas horas a imaginação vai tomar mesmo conta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Van!
      E olha, a imaginação toma conta mesmo, kkkk
      Bjs!

      Excluir
  7. Concordo com as meninas a onda agora é livro erótico, não sei se leria um livro desses, acho que não faz meu tipo e também acho que não é um livro para a minha idade, mas confesso que tenho vontade de ler 50 tons de cinza. Amei esse livro principalmente porque a capa é L-I-N-D-A!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clara!
      Eu li 50 tons, e por mais que tenha a descrição de algumas cenas, a história é voltada para o romance. Mesmo com alguns pontos que a autora pecou no enredo, vale a pena ler a história kkkk
      Bjs!

      Excluir
  8. Êlelê!!!
    Carlinha safadinha querendo logo "ação", hahahaha, amei o aviso lá em cima de vermelho, não tem como dizer que não viu.
    Estou incrivelmente mais receptiva com este livro, apesar de ter achado a sinopse tão sem gracinha no post de lançamento, mas nada como uma boa resenha para eu mudar de ideia. Um triângulo com um lado imaginário, como rola? hahaha
    O nome da mocinha me fez pensar em Ben 10... kkk
    Parece mais interessante que 50 tons, só fico meio assim pelo BDSM, mas quem sabe não acostumo com a leitura.
    Mas a garota é louquinha por dar corda ao tal Nêmeses, e que alcunha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani!

      Sabe como é, né kkkkkkkkk

      Quanto ao BDSM, não tem nada demais, apenas uma atitude mais dominadora da parte do mocinho.

      Nem me fale na loucura da mocinha kkkkkk

      Como eu falei, é mais hot do que romântico XD

      Bjs!

      Excluir
  9. Alohaaaa!!!

    Muito tempo que não passo por aqui #sorry

    Mininaa me indicaram esse livro! So pela sinopse ja da p imaginar muuuuuuita coissa rsrsrs...

    É bom mesmo??

    Aii que bom que a editora deixou do jeito que está sem suavizar nada, depois que me falaram das suavizações dem IAN estou revoltada kkkkk

    E ca entre nós um admirador assim é pra dar medo mesmo ¬¬ muito corajosa ou muito precisada essa Gwen kkk

    =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Rafa!

      Se gosta de histórias bem quentes, essa é uma XD

      Nem me fale em suavização! Não gosto também, me irrita!

      kkkk

      Bjs!

      Excluir
  10. Oieee Ká!!!

    Bem me apaixonei pelo livro logo que vi a capa, linda! Nesses últimos tempos não sei porque esses livros de conteúdo adulto andam caindo no meu colo, vai entender...kkkkkkkkkkkk *inocente*
    Vou confessar que ia amar receber bilhetes assim, mas não sei se teria cara de levar a coisa em um nível, digamos, como diz o nome do livro Bem profundo... kkkk
    Amei a resenha, fiquei ainda mais louca para ler. Parabéns!!!
    Bjus
    Ju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju!

      Não sei por que, mas está acontecendo o mesmo comigo kkkkk

      Por que será? XD

      Adoramos!

      Bjs!

      Excluir
  11. Concordo com a Ci essa proliferação de eróticos está abusiva, não que não goste, eu adoro, mas só que são poucos com qualidade, atualmente estou fazendo algumas escolhas, vendo principalmente a autora, o tipo de história, pq até agora é um repetição da repetição, não sei se é o caso desse, pelo que vi ele é bem mais cru, sem tanto romantismo rosa que vem adicionado a erótico. Vamos se bem profundo é bom. Gostei da resenha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pá!

      Não tem nada de "rosa" no romance, é bem cru.

      Concordo com vocês, com relação a proliferação de eróticos. Tomara que comecem a publicar livros de qualidade aqui no Brasil.

      Bjs!

      Excluir
  12. Concordo plenamente no que diz respeito ao aviso para os leitores em relação ao conteúdo adulto e na fidelidade da tradução das cenas. Pelo visto está em alta o conteúdo erótico.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  13. Li "50 tons de cinza" e terminei de ler agora “Bem profundo”, amei os dois “Bem profundo” não tem nada a ver com 50 tons de cinza, o tema principal é diferente, mas as partes sensuais são mais quentes, afinal a mulher principal da história já tem uma experiências e conhece suas necessidades para quem gosta vale apena. Só acho que a autora poderia ter aprofundado mais a história nos último capítulos.

    ResponderExcluir
  14. Terminei de ler Bem profundo.. achei ele bem mais ou menos.. no geral é bom, mas não é aquela coisa toda.. digamos assim que eu logo logo esqueça ele..

    Não tem nada a ver com cinquenta tons.. achei o professor gostoso até mais próximo da realidade do que o Sr Grey..
    mas os dois são totalmente diferentes.. Bom gostei bastante da mocinha.. ela é decidida,bem resolvida, tem atitude.. não é sonsa que nem a Ana.. nem fica chorando o tempo todo..
    Acho que a autora correu demais com o final do livro, sendo que fica muita coisa mal resolvida.. do nada você lê duas paginas que sei lá fazem todo o final de uma historia, então eu realmente acho que ela deveria ter trabalhado melhor para entendermos como ela chegou aquilo.

    ResponderExcluir
  15. acho lgw estes livros adultos,mas as "heroinas"deixam muito a desejar,sempre são muito safadas e pervertidas,caindo logo de boca nos caras,mas depois ficam chatas e confusas o q torna a leitura um saco !!

    ResponderExcluir

 
Google+