27

Resenha - O Filho do Dragão

em segunda-feira, 17 de dezembro de 2012


O Filho do Dragão
Crônicas do Rei Artur – volume 1
M.K. Hume
Editora Record
474 páginas

No início da Idade Média, as legiões romanas retiram-se das ilhas da Britânia, deixando o poder nas mãos de Uther Pedragon, o Alto Rei dos bretões, um homem que se deixou dominar pela sede de poder e por paixões mesquinhas. Mesmo protegendo o povo contra o terrível ataque dos saxões, o poder de Uther é através do medo e a população sabe que o Alto Rei está tomado pela loucura. O governante, porém, perece em seu leito de morte sem a perspectiva de um herdeiro direto para quem deixar o trono, mas ele reluta em entregar o trono para qualquer um, buscando meios obscuros para continuar a viver.

Alheio a isso, Artorex, filho de criação de lorde Ector, cresce na isolada Quinta Poppiniddi. Sua vida muda quando três homens misteriosos o visitam e ordenam que ele receba uma educação de cavaleiro. Ele começa a receber ensinamentos de luta com o velho guerreiro Targo, um homem que conhece as mais diversas táticas de luta e guerra. Ao mesmo tempo em que sua mãe de criação Livínia, começa a moldá-lo em educação. 

Com o passar dos anos, Artorex se torna um guerreiro corajoso e hábil, amado por todos da Quinta Poppiniddi por sua postura íntegra. Como intendente da quinta, Artorex mostra um instinto nato para liderança, sendo íntegro e participativo em todas as situações.

Quando os três viajantes retornam e o convocam para ajudar a conter a ameaça saxã que se aproxima, é momento do rapaz provar seu valor. Apenas ele pode unir os celtas novamente, dando início a uma das maiores lendas da humanidade. O menino se tornou um homem temido pelos saxões e amado pelos povos simples, e está na mão desse homem de criação simples, a proteção do povo celta. 

O Filho do Dragão é o primeiro volume da trilogia Crônicas do Rei Artur escrita por M.K. Hume, historiadora da lenda arturiana. Não sou uma pessoa conhecedora da lenda do Rei Arthur, o pouco que conheço é através de filmes e matérias que assisti na televisão, mas amei a história criada por Hume. O enredo não traz o lado mágico, místico que estamos acostumados a ouvir sobre a lenda, mas temos uma história crível, mostrando personagens cheios de virtudes e vícios.

Vou ficar horas descrevendo o quanto a história me prendeu e mesmo assim não vou conseguir expressar com precisão todos os sentimentos que senti durante a leitura. Foi uma história que demorei para ler, apenas para não terminar tão cedo com a leitura e me entristeci com o final por saber que ainda não foi lançado o segundo volume.

Hume descreveu com precisão o ambiente do período medieval, transportando o leitor para aquela época. A descrição da quinta, a preocupação com a colheita, os ataques, as barbáries cometidas pelos guerreiros, os saques, tudo condizem com o período da história. 

O que mais me chamou a atenção na história é a consistência dos personagens, o que acontece com cada um moldando sua personalidade, justificando suas atitudes e sentimentos. Artorex é um líder nato, mostra a todo o instante que não aceita as injustiças e suas atitudes são pensadas para ajudar a população, e conseguimos visualizar o porque do nome ter se tornado uma lenda. 

Cada capítulo, cada página leva o leitor a conhecer os detalhes que transformaram um guerreiro em lenda. Se você gosta de histórias do período medieval, guerras, traições e o principal, com verdadeiros heróis, O Filho do Dragão é a indicação perfeita. Posso dizer que um dos melhores livros que li no ano e me prendeu do começo ao fim.

Só posso dizer: leia, você não se arrependerá.



  

27 comentários:

  1. Essa parte me fez ficar curiosa com a série: "O enredo não traz o lado mágico, místico que estamos acostumados a ouvir sobre a lenda, mas temos uma história crível, mostrando personagens cheios de virtudes e vícios."

    Acredita que quando li "Artorex é um líder nato" veio o nome Asterix na mente, kkkkkkkkkkk, aí voltei e li a frase novamente e vi que estou bem azuadinha hoje, rs.

    Bjo e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gladys!

      Sabe que não tinha pensando nisso? kkkkkk Não esquenta, algumas vezes não estamos no nosso melhor momento ;)

      Confesso que fiquei supreendida com a história, com os personagens e com a narrativa.

      Não tenho nada a reclamar, apenas a elogiar XD

      Bjs!

      Excluir
  2. Sou apaixonada pelo Arthur, não importa em que história ele esteja. Amo esse cara heheh
    Cáá, me dá esse livro? *-* [viu, to aprendo a pedir as coisas q nem tu haha]

    Mas sério agora, eu não conhecia essa trilogia e agora to aqui desesperada pq preciso dela =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alê!

      Você vai gostar! Eu estou apaixonada pela história! Quero o segundo livro para já kkkkkkkkk

      Bjs!

      Excluir
  3. Carla, eu também gostei bastante do estilo da autora. Como eu já disse, ela nos mostra uma nova visão de uma lenda que encanta até os dias de hoje.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luka!

      Sim! Adorei a narração, como a autora conduziu toda a lenda, mostrando o "homem" e não a "mágica".

      Quero o segundo livro!

      Bjs!

      Excluir
  4. Nossa que resenha interessante,fiquei com vontade de ler o livro,ainda mais que o tempo cronológico é situado na Idade Média,com elementos como poder,romance,disputas,traições...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Van!

      A autora descreve muito bem, você se sentirá no período narrado \o/

      Bjs!

      Excluir
  5. Nossa bem primeiro contato com esse livro, nem tenho muito o que dizer dele, me pareceu interessante, apesar de não ler muito livros nesse estilo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda!

      Ah, que pena! Eu gostei tanto da história que fiquei muito empolgada! kkkk

      Bjs!

      Excluir
  6. Oi, Carlinha!

    Adorei sua resenha! Bom saber que você gostou! Eu ainda não conhecia o livro, mas li poucos livros sobre o Rei Arthur... Eu até gosto de assistir aos filmes com o meu pai, e talvez até gostasse desse livro, mas acho que não nesse momento... Estou numa fase mais "light", mais "que acontece aqui do lado", sabe? Tipo "Lola e o Garoto da Casa ao Lado', e agora "Dizem por aí...", que eu estou lendo e amando! haha É até legal esse nossos "momentos de leitura", se a gente para para pensar, né? (rs)

    Um beijo,
    Inara
    http://www.lerdormircomer.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Náh!

      Sabe que esses "momentos de leitura" acontecem comigo =D

      Em alguns dias quero ler romance, outros alguns dramas, depois algo "light"...

      Isso que é o gostoso, nunca ficamos no mesmo kkkkkkkk

      Bjs!

      Excluir
  7. Adorei sua resenha Carla! Adoro tudo que seja referente a lenda de Rei Arthur e Avalon! Curto demais fantasia então com certeza iria gostar muito desse livro!! Quem sabe tenho a oportunidade de ler! Vai pra lista enorme e infinita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi!

      Você vai gostar, essa história é ótima \o/

      Pena que ainda não temos o segundo =(

      Bjs!

      Excluir
  8. Sinceramente, para mim nenhuma lenda do Rei Arthur bate a contada em "Brumas de Avalon". Sei que é a história da Morgana, mas ainda assim, é cheio de fantasia, intriga e me encantou desde o primeiro capítulo! Tentei ler outros, mas não me pareceu "certo"... sei lá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Josi!

      Eu apenas assisti o filme "Brumas de Avalon" e gostei bastante \o/

      O que eu gostei do enreddo dessa série é qua não temos o lado místico, e simo lado humano, todas as dificuldades e provas que ele precisou passar até se tornar o Rei.

      Eu adorei \o/

      Bjs!

      Excluir
  9. Oi Carlinha!!!
    Rei Arthur com roupagem diferente, quem liga? Desde que seja emocionante vale conferir, melhor que ler e reler a mesma história do mesmo jeito não sei quantas vezes, o que acaba entediando.
    Traições e um herói de verdade. *-*
    O que é essa capa?
    Mas garota, só andas lendo séries? Ai que perigo para todos nós. XD
    Bjs!!! (espero que esse comentário fique.)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani!

      Menina, eu sempre acabou me apegando alguma série o.O

      Não adianta tratamento, já tentei kkkkk

      Eu adorei esse livro! Se tiver a oportunidade, leia, você não vai se arrepender!

      Bjs!

      Excluir
  10. Interessante o título tenho procurado livros deste estilo para ler para dar uma variada na leitura.

    Obrigada pela resenha!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pá!

      Livro recomendado, você vai gostar =D

      Bjs!

      Excluir
  11. Estou lendo a série as Brumas de Avalon e estou adorando essa história do Rei Arthur, cá o Uther Pedragon é o pai de Arthur e foi coroado no país dos dragões (uma terra de magia). Vou gostar de ler esse livro e ver a mesma história contada de maneira diferente. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naty!

      Olha que legal!
      Depois me conta o que achou de "As Brumas de Avalon", eu ainda não li nenhum livro dessa série.
      Bjs!

      Excluir
  12. Não sou muito fã dessa temática, porém vi que você gostou muito, então fiquei interessada no livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clara!

      A história vale muito a pena \o/

      Bjs!

      Excluir
  13. Não é meu tipo de livro, li Rei Arthur e não posso dizer q amei mais gostei um pouco, esse livro não está no topo da minha lista, mas está nela. Acho importante sair um pouco da sua zona de conforto literária e se aventurar em um gênero q vc não goste tanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Thaynara!

      Eu particularmente, adorei a história e não vejo a hora de ler o segundo \o/

      Bjs!

      Excluir
  14. E a p0rra do vol 2, que não acho em lugar nenhum!

    ResponderExcluir

 
Google+