45

Resenha - A Travessia

em terça-feira, 5 de fevereiro de 2013


A Travessia
William P. Young
Editora Arqueiro
240 páginas

Jesus pegou a mão de Tony.
– Na jornada que está prestes a começar, você poderá escolher curar fisicamente uma pessoa, mas só uma. Assim que escolhê-la, a sua jornada chegará ao fim.
– Posso curar uma pessoa? Está me dizendo que sou capaz de curar quem eu quiser? – Na mesma hora, seus pensamentos se voltaram para o seu próprio corpo em um quarto de UTI. – Deixe-me ver se entendi. Posso curar qualquer pessoa que quiser?

Jesus se inclinou na direção dele.
– Na verdade, você não pode curar ninguém, não sozinho. Mas estarei do seu lado, e a pessoa por quem você decidir orar, eu a curarei através de você.

Um derrame cerebral deixa Anthony Spencer, um multimilionário egocêntrico, em coma. Quando “acorda”, ele se vê em um mundo surreal habitado por um estranho, que descobre ser Jesus, e por uma idosa que é o Espírito Santo.
À sua frente se descortina uma paisagem que lhe revela toda a mágoa e a tristeza de sua vida terrena. Jamais poderia ter imaginado tamanho horror. Debatendo-se contra um sofrimento emocional insuportável, ele implora por uma segunda chance.
Sua prece é ouvida e ele é enviado de volta à Terra, onde viverá uma experiência de profunda comunhão com uma série de pessoas e terá a oportunidade de reexaminar a própria vida. Nessa jornada, precisará “enxergar” através dos olhos dos outros e conhecer suas visões de mundo, suas esperanças, seus medos e seus desafios.
Na busca de redenção, Tony deverá usar um poder que lhe foi concedido: o de curar uma pessoa. Será que ele terá coragem de fazer a escolha certa?

A Travessia escrito por William P. Young, não é uma continuação da história “A Cabana”, mas segue o mesmo estilo de narrativa. A história traz sobre a importância de nossas escolhas, o quanto ela afeta a nossa vida e a das pessoas que estão ao meu redor. Somos apresentados a um personagem mesquinho, rude, cruel, que se satisfazia apenas em ganhar mais dinheiro, nem que isso machucasse a própria família. Vivia afastado, solitário em uma vida de conforto e ninguém mais se importava com ele.

Anthony é um personagem que você odeia  no primeiro instante devido aos inúmeros vício e defeitos, e principalmente pela falta de sentimento que demonstra para qualquer ser humano. Aos poucos, conhecemos o porquê das atitudes dos personagens, o motivo de toda a sua insensibilidade. Ele estava sofrendo, amargurado, sozinho e arrependido pelos erros do passado, mas não conseguia admitir isso.

A primeira vista, a forma como o autor apresenta as figuras divinas é incomum e de certa forma, você acaba torcendo o nariz. Mas o autor usa de uma alegoria, algo fantasioso para transmitir importantes ensinamentos para o leitor: a importância da escolha, da família, dos sentimentos, do próximo... a real importância do amor em nossas vidas.

Talvez alguns leitores não gostem da forma como o autor descreve esses personagens, ou até mesmo do teor religioso em algumas passagens. Para mim, o importante no enredo foi a mensagem que o livro quis transmitir, independente se eu acredito que aquilo é possível ou não.

O livro também traz que independente dos nossos erros, todos nós temos uma segunda chance, uma oportunidade reconhecer o erro e se melhorar. 

Confesso que estava com algumas ressalvas com a história, pois fiquei confusa em alguns momentos em “A Cabana” e imaginei que passaria pelo mesmo sentimento, mas me enganei. O autor é claro na mensagem que quer transmitir, ao mesmo tempo em que você acompanha a transformação de um homem mesquinho e egoísta para um ser humano arrependido e abnegado.

Uma história tensa, emocionante, com alguns momentos divertidos, A Travessia é um livro para reflexão, independente de qualquer religião. Leia, absorva os ensinamentos e reflita, com certeza você terminará a história com outra opinião sobre a vida.



  

45 comentários:

  1. Olá Carla!!!
    Que resenha maravilhosa!!! Eu achei exatamente isso...tem uma coisa que você falou e que resumiu o livro
    "Para mim, o importante no enredo foi a mensagem que o livro quis transmitir, independente se eu acredito que aquilo é possível ou não."
    E é isso mesmo...a história tem mensagens tão profundas e dóceis e levam o leitor a refletir sobre sua vida e escolhas ;)

    Abraços
    Ronaldo Gomes
    livrosobrelivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ronaldo!
      Realmente, se você ler o livro e ficar pensando se o que acontece pode ser verdade ou não, deixa passar o que é mais importante: toda a mensagem que o autor que transmitir \o/
      Bjs!

      Excluir
  2. Esse livro não me atraiu. Não gosto muito de livros desse tipo, me lembram auto-ajuda. Mesmo que o livro passe uma mensagem para reflexão, mostrando que todo ser humano tem a chance de consertar os seus erros e suas escolhas, não consigo ter vontade de ler esse livro.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jordana!
      Não sei se consigo classificar como auto-ajuda, mas o conteúdo da história é para reflexão...
      É, lembra um pouco auto-ajuda sim \o/
      Bjs!

      Excluir
  3. Eu li A Cabana e gostei muito do livro. Se segue esta ideia acho que vou gostar também. A capa do livro está linda!
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rose!
      Se gostou do livro "A Cabana", então vai adorar a história \o/
      Bjs!

      Excluir
  4. Já li "A Cabana" e confesso que apesar de ter gostado, comecei a ficar extremamente entediada no leio do livro, a leitura não ia pra frente, sabe?
    Mas mesmo assim eu leria este livro, pois o autor sabe muito bem como nos tocar, e nos fazer refletir.
    Ótima resenha!

    Beijos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ketelin!
      Quando eu li "A Cabana", confesso que fiquei confusa em vários trechos, e não consegui aproveitar a história ...
      Como eu já sabia o que esperar da história de "A Travessia", consegui entender melhor tudo o que o autor quer transmitir \o/
      Bjs!

      Excluir
  5. Até hoje não entendi como "A Cabana" ficou tanto tempo na lista dos mais vendidos! Simplesmente, não consegui terminar o livro. E pelo tanto que li, continuei sem entender. As pessoas me diziam que tinha que ser "tocada" pela história. Não sei se acredito. Esse autor é meio entendiante, confuso, sei lá. É um autor que não entra na minha lista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Josi!
      Realmente, eu fiquei confusa com o livro "A Cabana", não consegui gostar do livro.
      Mas achei diferente "A Travessia", melhor que o livro anterior...
      Bjs!

      Excluir
  6. Gostei bastante da capa do livro e do enredo, mas não pretendo ler no momento.
    Achei a história interessante, mas temo que a forma do autor escrever seja parecida com a de A Cabana.... embora o livro tenha uma mensagem muito bonita, achei a leitura meio entediante e pensei até em desistir no meio do caminho.
    O engraçado é que sempre depois de ler a sua resenha sobre um livro que não me agradou muito, acabo ficando curiosa e com aquele pensamento "nossa, estou perdendo uma história e tanto"...ler ou não ler, dúvida cruel! rs
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jenniffer!
      É um questão de gosto, algumas pessoas adoram, outras não gostam tanto. Se você não gostou tanto de A Cabana, talvez não goste desse também ;)
      Realmente, ele tem uma maneira peculiar de escrever.

      Bjs!

      Excluir
  7. Gosto de livros que fazem refletir, então este me pareceu interessante. acho bem legal quando personagens sofrem grandes transformações no decorrer da história.

    Ainda não li A Cabana, quer dizer, li algumas páginas, peguei emprestado no meu intervalo com uma pessoa no trabalho... só que essa pessoa tinha pego o livro emprestado também, terminou e devolveu, e eu fiquei sem ler o resto! rs...

    Do pouco que li, gostei muito. Não me incomodo que o livro fale de religião, desde que seja de uma forma que não tente me converter. Quero ler A Cabana e A Travessia também. Sei lá, fui com a cara do autor... rs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju!
      Não, ele tem um pouco de religião, mas não é algo impositivo. Na verdade, ele descreve as figuras divinas de uma forma mais simples, que aproxima da nossa realidade. Esse que é o dferente da história \o/
      bjs!

      Excluir
  8. Tenho a prova desse livro aqui para leitura, acredito que ele seja inspirador.
    Amei A Cabana, e tenho quase certeza que esse deve ser tão tocante quanto.
    Aguardando o momento certo para ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lena!
      Ah! Se gostou de A Cabana, então vai gostar muito desse livro \o/
      Quero conferir a sua resenha sobre a história ;)
      Bjs!

      Excluir
  9. Não li a Cabana pois ouvi opiniões que fizeram minha vontade ir co 100 ao 0 (uma verdadeira montanha rissa), mas a Travessia me encantou em rodas as resenhas que li por isso esta na minha listinha de desejos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sonia!
      Confesso que não gostei muito de A Cabana o.O
      Achei alguns trechos confusos ...
      Bjs!

      Excluir
  10. Não li "A Cabana", mas sei que muita gente já leu. Não é meu estilo de livro preferido, mas às vezes abro uma excessão e leio algumas coisas diferentes. "A Travessia" parece ser um livro bem interessante.

    www.meuslivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leila!
      É o tipo de livro que você precisa estar inspirado para ler, pois trará momentos de reflexão \o/
      Bjs!

      Excluir
  11. Oii!!
    Ainda não li A Cabana, mas fiquei curiosa para ler A Travessia, o personagem parece ser bem instigante.
    Gosto de histórias assim que sempre passam uma mensagem boa para os seus leitores, e confesso que não esperava partes divertidas nesse livro! Rsrs
    Vai para lista de desejados!!
    Beijos

    Elidiane - Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elidiane!
      E nossa lista de desejados nunca diminui, né?
      Eu aumentei alguns títulos também kkkk
      Bjs!

      Excluir
  12. Olá Carla!
    Ainda não li nenhum dos dois,mas ganhei A Cabana, e está na lista do mês de leitura
    Que resenha surpreendente,porque o personagem Anthony pode personificar muitas pessoas que pensam que tem tudo na vida mas na realidade não possuem nada e quando sofrem uma reviravolta na vida refletem sobre suas atitudes,principalmente em relação com as escolhas que fazemos em nossas vidas e também suas consequências.
    Achei interessante quando você menciona que à primeira vista não simpatizamos com o protagonista,mas no decorrer da história "conhecemos o porquê das atitudes dos personagens, o motivo de toda a sua insensibilidade"
    Realmente devemos aprender com nossos,e tentar melhorar de atitude na vida e em nossas escolhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Van!
      Eu li A Cabana há anos! Nem lembro exatamente quando foi, rs.
      Depois que você ler os livros, me conte o que achou \o/
      bjs!

      Excluir
  13. Não sei porque mas toda vez que vejo um livro assim já sei que se for ler vou chorar e refletir sobre toda minha vida e as escolhas que já fiz ¬¬

    Isso é bom? Sim, mas no clima que eu tô eu colocava ele pra bem depois hahahahaha

    =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa!
      Não é todo momento que eu estou com vontade de ler algum livro assim o.O
      Gosto bastante das história, mas é livro de momento, de inspiração ;)
      Bjs!

      Excluir
  14. Oiii Carlinha. =)
    A travessia pela sinopse tava achando super demais, depois pensei que devia ser continuação, e como não li A cabana, deixei ele esquecido. E eis que umas das primeiras informações é justamente não ser um segundo volume, yuhuu!
    Gosto de textos para refletir, mas com todos os adjetivos negativos do Anthony eu já não o suporto. XD Espero que o arrependimento dele seja bem verdadeiro. Só de pensar que ele é indiferente ao sofrimento da família, me doeu a alma, não consigo imaginar esta situação.
    Adorei.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani!
      Pode ler tranquila, que é volume único =D
      E o personagem sofre uma completa tranformação \o/
      Você vai gostar!
      Bjs!

      Excluir
  15. Não sou chegada em livros com tema religioso, abro exceção para espíritas pq, .. pq sim. hahha
    Mas li A Cabana e gostei bastante, a mensagem que o autor consegui passar através dos personagens, foi linda.

    Quero muito ler mais livros dele, e tenho certeza de que tbm vou gostar bastante do A travessia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alê!
      Se gostou do livro A Cabana, então pode ler tranquilo que vai adora A Travessia \o/
      Depois precisa me contar o que achou kkk
      bjs!

      Excluir
  16. Confesso que nao gostei do Livro A Cabana, nao me agradou em algumas partes, e nao tenho muito vontade de ler esse livro nao, pq imaginei que fosse uma historia meio que parecido com A Cabana, agente nunca pode dizer nunca né, se eu disser que nunca vou ler esse livro, "amanha" eu posso paar lingua, ler o livro a até gostar, mas por enquanto não é de meu interesse lê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Douglas!
      Quando li "A Cabana" fiquei confusa em vários momentos, e não consegui entender o que o autor queria transmitir...
      Como já conhecia a narrativa do autor, consegui assimilar melhor tudo o que o autor queria transmitir, gostei da leitura \o/
      Bjs!

      Excluir
  17. A resenha ficou bem fundamentada mas sempre fugi desse livro por conta de achar que era "muito" auto ajuda e não é o tipo de história que tem me chamado a atenção ultimamente. O que não significa que isso tire o mérito do livro. Acho que tudo que nos leva à reflexão é válido, mas não seria a minha leitura do momento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanilda!
      Entendo quando diz sobre leitura do momento.
      Quando eu leio vários títulos do mesmo gênero, fico assim, sem querer mais nada ....
      Bjs!

      Excluir
  18. Li a Cabana e gostei muito, porque independente de religião, fez com que eu refletisse algumas atitudes minhas e o que poderia melhorar na minha vida. Tenho certeza que com A Travessia a mensagem também vai fazer muito efeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naty!
      Pode ler tranquila, se gostou do livro anterior, esse será vício na certa kkkkk
      bjs!

      Excluir
  19. Amei o livro A cabana, ouvi dizer muito desse livro, adoro esses livros que fazem a gente refletir, esse parece melhor que A cabana, depois vou ler pra confirmar se é mesmo...
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria!
      Depois me conta o que achou da história \o/
      bjs!

      Excluir
  20. Acho que este tipo de história tem que ser visto como ficcional mesmo. Se ficarmos chocados ou revoltados por causa das tais formas divinas, não aproveitaremos o conteúdo do livro. Cada um tem suas crenças e estas não serão mudadas pelo livro (provavelmente), mas a maioria de nós quer amadurecer e melhorar como ser humano. E pelo que entendi, o livro propõe algumas reflexões neste sentido.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Paula!
      Sim, precisa ler o livro com esse pensamento. Pois se for querer comparar com alguma religião, não vai aproveitar a leitura ;)
      Bjs!

      Excluir
  21. Apesar da bonita mensagem e de levar a reflexões livros com temáticas assim em geral não me atraem.
    Por este mootivo não li a cabana.
    O engraçado e´que muitas vezes começamos com esse "preconceito" e o livro simplesmente nos surpreende e nos encanta.
    SErá?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ariana!
      Já aconteceu comigo, de achar que a história era de uma forma, e depois fiquei conquistada kkk
      É normal!
      bjs!

      Excluir
  22. O livro tem uma 'mensagem final' legal, mas definitivamente esse nao é o genero que eu gosto de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica!
      Realmente, o livro não é para todos os gostos, mas quem ler vai se emocionar \o/
      Bjs!

      Excluir
  23. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir

 
Google+