20

[Resenha] Apegados

em terça-feira, 21 de maio de 2013

Apegados
Amir Levine e Rachel S.F. Heller
Editora Novo Conceito
303 páginas

Cada vez mais fazemos uso da pesquisa científica para conquistar melhor qualidade de vida. Sabemos o que devemos ou não comer, conhecemos o tipo de exercício que devemos praticar e por quanto tempo devemos fazê-lo, aprendemos alternativas viáveis para conquistar o sono revigorante... No entanto, nossos relacionamentos amorosos, parte importante de nossa vida, não parecem tão avaliados e estudados. Geralmente temos a sensação de que essa coisa de amor é um assunto da sorte.
Mas será possível que a ciência explique por que algumas relações são produtivas e enriquecedoras, enquanto outras nos deixam perturbados e alienados? Pode a ciência explicar como muitos criam vínculos amáveis sem esforço algum, enquanto outros têm que lutar tanto pelo amor? Para o psiquiatra Amir Levine e a psicóloga Rachel Heller, a resposta é um evidente “sim”.  Em "Apegados" — livro baseado nas pesquisas da Teoria do Apego, de John Bowlby —, os autores revelam como compreender os mecanismos de afeição que se criam entre os adultos, o que certamente nos ajudará a encontrar e a manter o amor.
Seja você do tipo “ansioso”, “seguro” ou “evitante”, Levine e Heller se encarregam de oferecer instrumentos suficientes para que você possa construir relações mais fortes e reparadoras com as pessoas que ama.

Ao ler o livro em forma de guia, encontrei relatos de muitos dos pesquisadores sobre relacionamentos conturbados, que o casal insistia em ficarem juntos, mesmo se autodestruindo. Os pesquisadores abordam os relatos e nos trazem tabelas e recursos para identificar qual é o tipo de “apegados”, podemos curar certas feridas que ficam muito tempo a sangrar, deixando sequelas das quais não nos permite atingir a felicidade.

O livro vem abordar também relacionamentos de pais e filhos e amizades que de certa forma fazem um ao outro sofrer. Com alegria e muita sensibilidade, a leitura do livro poderá ter a sua vida transformada para melhor.

Não perca esse grande livro, e descubra o que fazer para mudar sua vida para melhor e para ser feliz por completo, por inteiro. Aproveite para mudar para melhor.

 



20 comentários:

  1. Oi Rita, eu não tava achando esse livro grande coisa, mas gostei da resenha, não é bem meu estilo de leitura, mas passo por um momento que se encaixa no que disseste com a resenha. Acho que seria de grande ajuda dar uma boa lida nele.
    Adorei a dica. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani!
      É uma ótima dica, precisa conferir ;)
      Bjs!

      Excluir
  2. Não imaginava que o livro fosse assim, achei que se tratava de uma história de amor.
    Achei interessante, mais não sei se o leira no momento.
    Beijos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dany!
      Mas é uma ótima dica \o/
      Bjs!

      Excluir
  3. Fiquei bem curiosa pra ler!!
    Normalmente esse tipo de livro nao e meu genero favorito mas, com esse livro vou abrir uma excecao ;)
    Acho que e bom sempre inovar com relacao aos livros.
    Quando vi esse livro pensei que se tratava de um romance mas, gostei muito do tema que o livro aborda afinal quem nunca passou por um relacionamento dificil ou uma crise no casamento.
    Acho que esse livro nos faz refletir sobre nossas escolhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa!
      Quem que não passa por qualquer crise, atualmente? o.O
      Mundo complicado =(
      Bjs!

      Excluir
  4. Ahn não sei se leria, talvez, por curiosidade. Mas geralmente livros de guias amorosos ou coisas do tipo não me atraem.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Eu gostei do livro ter um foco mais científico, mas a capa e a temática não me agradaram. Mesmo assim é bom ver a editora investindo em gêneros diferentes assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naty!
      A Novo Conceito sempre está inovando \o/
      Bjs!

      Excluir
  6. Não sei se leria, mas gostei da ideia do livro. Já fiquei muito tempo em um relacionamento furado e sem futuro mas que ambos se recusavam a terminar. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naty!
      Pode falar, qualquer relacionamento é complicado =(
      Bjs!

      Excluir
  7. Não sabia o que esperar desse livro.
    Quando vi que se tratava de um manual, fiquei com 'o pé atrás', mas a sua resenha, Rita, até que me animou viu!

    ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gladys!
      O livro é bem diferente ;)
      Bjs!

      Excluir
  8. Oi Carla!
    Realmente existem vários tipos de “apegados”...
    Curiosa para saber quais são esses estilos,baixei o primeiro capítulo e achei interessante,as pessoas acham que passam por problemas e querem saber o que há de errado,gostei da parte de abordar também relacionamentos de pais e filhos e amizades ,com certeza vale a pena ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Van!
      O livro é bem interessante \o/
      Bjs!

      Excluir
  9. Tenho o livro mas não o li ainda... estou adiando até a hora certa. Não li nenhum livro neste estilo, meio guia, sabes? Quero ver o que vou achar, rs. Porque a maioria não gostou, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karol!
      Depois me conta o que achou \o/
      bjs!

      Excluir
  10. Confesso que não estava animada para ler o livro, a sua foi a primeira resenha que li dele, gostei do que li e pretendo ler o livro quando estiver um tempinho.

    ResponderExcluir
  11. Isso está com cheiro de auto ajuda...
    não sou mt fã de livros que queiram me dizer como seguir a minha vida. hahaha
    mas amo a capa, o que significa que provavelmente o dia o terei na estante aahahaha

    ResponderExcluir

 
Google+