32

[Resenha] Amor Errante

em quinta-feira, 13 de junho de 2013


Amor Errante

Christine Merril

256 páginas

Editora Harlequin

Emily Longesley casou-se com o amor de sua vida e tinha esperança de que ele pudesse amá-la com o tempo. Após uma semana do casamento, ele abandonou subitamente a bela casa em que moravam no campo e partiu para Londres.


Emily suportou o desprezo com dignidade, administrando sozinha da fazenda onde moravam. Mentia para os parentes próximos, dizendo que o marido a visitava, mas que estava indisposto para conversar com alguém. Mas sozinha, não compreendia o motivo do afastamento, e se sentia inferiorizada.


Após mentir sobre uma gravidez inexistente, Emily percebe que é hora de encontrar o marido e descobrir de uma vez, o que aconteceu para ele ir embora. Se estava com outra família, contasse de uma vez, para poupá-la da vergonha.


Três anos já haviam sido suficientes para ela! 


Ao enfrentar seu marido errante, Emily percebeu que Adrian, conde de Folbroke, havia perdido a visão. Ele sequer a reconhecia! 


No entanto, ela anseia seu toque... Se Emily fingisse ser uma amante, será que Adrian finalmente aprenderia a amar sua esposa?

Amor Errante escrito por Christine Merril, é o primeiro volume da trilogia “Ladies em Desonra”. É o primeiro livro que leio da autora, e posso dizer que a história me deixou em conflito, alternando entre o amor e ódio. Entendo que é um romance histórico e algumas atitudes são típicas para a época, mas isso não me impede de querer dar alguns tapas no casal principal.

Logo no início da história, fiquei revoltada com Emily, pois ela esperou três anos para procurar o marido. Sério, como ela aguentou tanto tempo? Tudo bem que ela sempre teve apoio do secretário e melhor amigo do conde de Folbroke, mas ela não sabia o paradeiro do marido... quando viajava para Londres, o marido nunca estava na casa para atendê-la, ou estava indisposto.

Quando descobre que o motivo do afastamento é a cegueira, Emily apenas se chateia pelo marido não a reconhecê-la. Onde ela decide se tornar a amante do próprio marido. Sim, parece um absurdo, mas já que ela não teria o conde de uma forma, teria ele de outra (risos).

Um ponto interessante no romance é que temos a história narrada tanto pela Emily quanto pelo conde. Cada vez que eu lia algum capítulo narrando os sentimentos do conde de Folbroke, me convencia que ele merecia mais que apenas alguns tapas. Ele é apaixonado por Emily, mas por medo, vergonha, ou qualquer sentimento que se nega a admitir, não quer encontrar com a esposa. O conde não quer ser dependente de ninguém, e deseja acabar com a vida de uma maneira rápida, para não sofrer mais.

Está vivendo uma vida desregrada, bebendo, jogando, se deitando com a mulher que deseja, e não faz nada para se encontrar com a esposa. Está em conflito por viver um caso extraconjugal com uma estranha, mas continua a negar qualquer sentimento para Emily.

Eu adorei romance, o fato do conde se apaixonar pela mesma mulher, o quanto ele sofre com a vontade de se render ao desejo e também ao dever com a esposa. Mas fiquei irritada com a facilidade com que ele contou tudo para Emily (amante), mas não falava nada para a Emily (esposa). Como disse, alternei meus sentimentos entre o amor e o ódio com esse romance (risos).

Estou curiosa com os outros dois romances, principalmente pelo segundo, que contará a história do secretário lindo e maravilhoso. É uma leitura leve, envolvente, que fará você se apaixonar e odiar os personagens (risos).



32 comentários:

  1. Ô delícia, adoro livros assim que alternam amor e ódio.
    Entendo seu conflito Ká, mas acho que no final você amou a história, não é verdade? kkk

    Ainda bem que tenho o romance aqui em casa, é sempre bom saber que tenho um livro assim ao alcance das mãos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lena!
      No final sim, mas até chegar lá, eu fiquei com muita raiva dos personagens kkkk
      Depois me conta o que achou!
      Bjs!

      Excluir
  2. Mesmo não sendo muito chegada em romances de época, gostei desse por causa do enredo diferente. Como assim a esposa virar amante? haha Achei bem bolado! Eu leria ;)

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Ketelin!
      Pode falar, é para rir kkkkk
      Bjs!

      Excluir
  3. Não sou muito ligada em romances históricos... Já li alguns e gostei, mas não faz muito o meu gênero. Acho que eu também ficaria com raiva do casal se lesse o livro... rs, rs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leila!
      Ah! Eu adoro romances de época \o/
      bjs!

      Excluir
  4. Achei o enredo um tanto complicado, algumas coisas deveriam ser melhor explicadas. O conde é o marido? Como assim não reconhece a esposa? Poderia ser melhor, né? A impressão foi essa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Manu!
      Na história é tudo explicado, mas não dá para falar muito aqui para não soltar spoiler kkkk
      Bjs!

      Excluir
  5. Oi Carla!
    Que confusão, tornar-se amante do marido?! Ainda assim, fiquei com vontade de ler.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sora!
      Eu não sabia se ficava com raiva ou eu ria kkkk
      bjs!

      Excluir
  6. Não sei se eu leria esse livro, não costumo gostar de romances históricos.
    Realmente essa mulher só ter deixado para procurar o marido 3 anos depois do abandono é complicado né! Realmente só por isso ela merece uns tapas!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda!
      Os dois precisam de vários tapas kkkk
      bjs!

      Excluir
  7. Acho que esse livro vai me irritar profundamente, e eu vou querer esfregar a cara dos personagens na parede :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alê!
      Conhecendo você, vai querer torturar todos kkk
      Bjs!

      Excluir
  8. Acho que esse conde deve ser bem machista e orgulhoso, comportamento bem comum da época que perdura até hoje em alguns homens: não depender de ninguém, demonstrar força... Não sou muito fã desses históricos, mas essa história parece ser interessante e fiquei curiosa para saber se a Emily vai contar que é a esposa dele, ou se isso só irá acontecer nas continuações. Realmente foi um ponto positivo para o livro ele ter se apaixonado pela amante. isso prova que ele ama mesmo a Emily. Ainda assim não sei se leria o livro, pois não costumo ler esse gênero. Mas que a história parece boa, parece! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andreza!
      Menina, você falou tudo!
      Gostei da sua opinião \o/
      Bjs!

      Excluir
  9. Ai Carlinha esse livro eu não tinha visto, mas bate com a sinopse que umas meninas procuravam no orkut. Aiii que ótimo, agora tenho de encontrá-lo. hahahaha
    E menina, se apaixonar pela mesma mulher é uma mega prova de amor, depois que a raiva por ser deixada de lado por três anos passar. hahahaha.
    Sério que ela não dá nem mesmo uns solavancos nele por ter sido tão tapado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani!
      O engraçado é que ele se apaixona pela mesma mulher, kkkkkkkkk
      Bjs!

      Excluir
  10. Nunca li nada da autora, mas achei o interessante e fiquei curiosa pra saber como a autora desenvolve a relação esposa / amante com o marido.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi marla!
      Eu agora quero ler os outros livros kkkk
      Bjs!

      Excluir
  11. Oi Carla adoro ler romances históricos é uma dica maravilhosa,outra série né?
    Nossa Vc disse que tem conflito,alternando entre o amor e ódio e ainda tem o desejo de dar uns tapas tapas no casal principal e a mulher ainda ser a amante do próprio marido...Que coisa!!!Realmente esse conde merecia apanhar,nem conhecia a esposa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Van!
      Ah! Eu bem que queria dar vários tapas neles kkkk
      Bjs!

      Excluir
  12. Parece novela mexicana esse vai não vai, rsrs.
    Mais uma série pra vc né, :)

    Bjo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gladys!
      Vou fazer um carimbo para as minhas séries kkk
      Bjs!

      Excluir
  13. Que interessante, eu sei la adoro e não gosto quando isso acontece, agente acaba na duvida uma hora você odeia aquele personagem na outra você adora ele, é difícil, o livro parece ser bem legal e eu fiquei super curiosa pra ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila!
      Eu gosto de livros assim, onde não sei se amo ou odeio os personagens kkkk
      bjs!

      Excluir
  14. Como assim torna-se amante do marido?? kk
    Fiquei interessada neste livro justamente pela forma em que o descreveu. Mesmo não sendo fã de romances confesso que este me deu uma vontade de ler. ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ewellyn!
      Torcendo para que goste da história \o/
      Bjs!

      Excluir
  15. Faz tempo que eu não tenho leio um romance histórico. Fiquei com vontade de ler esse. Como disse a amiga em outro comentario, parece mesmo novela mexicana. Tambem não conhecia a autora, vou procurar outros livros dela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi karlene!
      Cuidado que vicia kkkk
      Bjs!

      Excluir
  16. Não lembro de ter lido algum livro da autora, e pelo visto, já tenho 3 para conhecer.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rose!
      Acabou de aumentar a listinha kkkk
      bjs!

      Excluir

 
Google+