26

[Resenha] Como dizer adeus em robô

em terça-feira, 16 de julho de 2013


Como dizer adeus em robô

Natalie Standiford

Galera Record

339 páginas

Bea não tem coração. Ela é feita de lata. Pelo menos é o que a sua mãe pensa. Na verdade, ela é muito sensível. Uma Garota Robô que protege um coração de ouro. Prestes a ser flechado pelo cupido. Mas esqueça as asinhas e o arco e flecha. Nada de anjinho rechonchudo... para Bea, o Cupido é o alfabeto. É ele que conspira para sentá-la ao lado de Jonah, também conhecido como Garoto Fantasma.


Observador silencioso, ele não faz um amigo novo desde a terceira série. Não é um grande fã das pessoas em geral... Mas está disposto a abrir uma exceção para Bea. Talvez. Aos poucos, eles criam uma ligação singular. Nada de amizade comum para esses dois, em que tudo se baseia em fofocas e festas e o que todos acham. Não. Bea e jonah não são como os outros... muito animados, muito simpáticos. Muito medíocres.


Em vez disso, sua amizade vem de conversas comprometidas com a verdade, segredos partilhados, jogadas ousadas e telefonemas furtivos para o mesmo programa noturno de rádio, fértil em teorias de conspiração. Eles ajudam um ao outro. E magoam um ao outro. Se rejeitam e se aproximam. Não é romance, exatamente – mas é definitivamente amor. E significa mais para ele do que qualquer um do dois consegue compreender...

Como dizer adeus em robô escrito por Natalie Standiford é uma história que emociona o leitor. Antes de começar a falar sobre o livro, preciso informar que não temos nenhum robô na história. Esse é apenas um adjetivo que Bea recebe por não querer se ligar a qualquer pessoa.

Bea é uma adolescente que cansou de mudar de uma cidade para outra. Ela não se apega mais a pessoas ou lugares, pois não sabe quando acontecerá a próxima mudança. Ela não quer mais sentir a saudade, a dor pela separação... então ela procura não se importar com as pessoas para não sofrer. Isso não significa que é fria ou insensível, ela tem sentimentos demais, mas não gosta de demonstrar.

Jonah é o Garoto Fantasma, aquele típico jovem que prefere passar despercebido em qualquer ambiente. Não tem amigos, não se socializa, não agrada ninguém. Após uma trágica perda no passado, ele não quer se ligar emocionalmente com ninguém. Ele se sente vazio, sozinho e quer continuar assim.

Bea e Jonah são duas pessoas diferentes, mas que começam uma amizade que faz com que eles não caiam na loucura da própria solidão. A amizade entre eles não é aquela onde tudo são flores e alegrias. Eles se machucam, se afastam, mas nunca ficam afastados por muito tempo.

A história traz assuntos como laços familiares, verdadeiras amizade que ultrapassam qualquer diferença ou tristeza, egoísmo. Não é um romance, por mais que você procure isso na história, não é o que vai encontrar. Mas o enredo faz com que o leitor sinta sentimentos contraditórios. É uma história forte, tocante, que emociona, faz sonhar, que alegra, que entristece. Um enredo que precisa ser saboreado página a página, e mesmo assim, você vai terminar com aquela sensação que não sentiu tudo o que o livro quer que o leitor sinta.

Um ponto interessante na diagramação do livro, é que ele é todo rosa. E como a editora optou utilizar de páginas brancas para a impressão do livro, o rosa tem um destaque maior, como uma forma de suavizar uma história tão emocionante. Como dizer adeus em robô é uma história que fará qualquer leitor se emocionar.

Para participar do Comentarista da Semana, clique aqui.



26 comentários:

  1. Poxa, Carla, que bacana!
    Primeiro, eu nunca imaginaria que o livro se trata disso com um título desses... é um título que engana, né?!
    E segundo, eu nunca vi um livro todo rosa O.o Deve ser uma graça!

    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
  2. Oi Carla!
    As primeiras frases da resenha desse livro, já me deixou completamente presa a ele. "Ela não tem coração.Ela é feita de lata." Nossa eu preciso urgentemente desse livro comigo, nunca li um livro com o enredo parecido. Confesso que também nunca imaginei um livro com uma historia desse tipo, porém adorei ele.

    *Beijos e boas leituras,Karla

    ResponderExcluir
  3. É a primeira resenha que leio sobre esse livro, e adorei! Não fazia nem ideia do que se tratava a história dele e fiquei surpresa por saber que é um livro tão emocionante. Acho a capa linda, pena que o preço do livro não seja tão lindo assim... haha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Puxa o título não tem relação com a trama né. Imaginava uma trama com robôs, haha.
    Se tiver uma oportunidade o lerei, ;)

    Bjo!

    ResponderExcluir
  5. Adoro historias que falam de relações humanas, de sentimentos de todo e qualquer tipo, e mesmo não sendo um romance, com certeza é uma historia que vai me fazer chorar, agora ficar muito curiosa pra saber mais sobre a historia de Bea e Jonah! E como as meninas ai em cima disseram, eu tb nunca imaginei que o teor da historia fosse esse, afinal o título é bem diferente! Bjão!

    ResponderExcluir
  6. Nossa esse livro parece ser super fofo! Deve ser realmente muito ruim ter que ficar mudando de cidade em cidade e se despedindo daqueles de quem se gosta e eu até entendo o motivo da Bea fazer isso. Criar uma amizade com alguém como o Jonah parece quase impossível, isso que torna a estória mais legal. Fiquei louca para ler!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Esse livro em particular já chamou minha atenção na capa depois nos diversos comentários positivos que li . A galera tem acertado nos livros que estão publicando esse ano e esse é com certeza mais uma prova de que a editora sabe o que faz. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  8. Me identifiquei um pouco com Bea. Também evito criar laços mais fortes com as pessoas. Bom, mas voltando a resenha... Gostei muito do lançamento por se tratar de uma história da relação entre personagens de personalidade difícil. Bea cansada de tantas mudanças em sua vida, sem ter um endereço fixo e Jonah que enfrentou uma tragédia no passado (fiquei curiosa para saber o que foi). Sem se falar que a capa é muito linda.

    ResponderExcluir
  9. Ah esse livro parece ser muito bom mesmo, super curiosa pra ler ele, e difícil isso né agente não querer se relacionar com ninguém, mas entendo o lado da garota deve doer muito ter que se afastar depois deve ser muito difícil mesmo.

    ResponderExcluir
  10. Interessante um casal que não é o oposto. =)
    Que alívio saber que não tem um robô na trama, tava com o pé atrás por conta disso.
    Mas o que realmente ligou o alerta "preciso dele" foi a questão do cor de rosa. =) Deve ser tãooo lindo.
    Agora sim fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  11. Diagramação toda rosa! Amei esse detalhe, pelo título eu achei que tinha a ver com robô, mas como você disse que não se trata disso me animei para ler, gosto de histórias tocantes.

    beijos

    ResponderExcluir
  12. Então...
    Se meu namorado ler tua resenha ele vai ficar muito decepcionado,pq ele queria que eu comprasse o livro só pq tinha um robô HAHAHAAH

    As editoras andam caprichando na diagramação, mas ainda não tinha visto nenhuma usando rosa Oo
    Fiquei mais curiosa pela cor do que pela história HAHAHA palmas p mim

    ResponderExcluir
  13. Eu podia jurar que tinha um robô no livro! haha A resenha me surpreendeu pois não imagina que fosse um livro intenso. Vou ler, agora que sei que o robô é no sentido figurado.

    ResponderExcluir
  14. Oi Natyla!
    Não tem robô não kkkkk
    O livro é emocionante!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Oi Alê!
    ahahahah conta para ele que não tem robô, assim ele não se decepciona com o livro ahahha
    Sim, rosa, tudo rosa, muito fofo!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  16. Oi Ana!
    o livro é muito fofo!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  17. Oi Dani!
    Não tem nada de robô, rs. É só o apelido da mocinha kkkk
    Bjs!

    ResponderExcluir
  18. Oi Camila!
    Estou vendo que você gostará da história \o/
    bjs!

    ResponderExcluir
  19. Oi Andreza!
    Eu faço isso, algumas vezes, não me "prendo" a ninguém =(
    Torcendo para que goste da história!
    bjs!

    ResponderExcluir
  20. Oi Michelli!
    Estou adorando os lançamentos de 2013 o\/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  21. Oi Amanda!
    Fofo e emocionante \o/
    Você vai gostar ;)
    Bjs!

    ResponderExcluir
  22. Oi Adriana!
    Estou vendo que você vai se emocionar com essa história ;)
    Bjs!

    ResponderExcluir
  23. Oi Gladys!
    Na verdade, tem sim. Mas não está ligado a um robô kkkk
    Bjs!

    ResponderExcluir
  24. Oi Ketelin!
    Muito obrigada!
    Vamos esperar uma promoção kkkk
    Bjs!

    ResponderExcluir
  25. Oi Karla!
    ahahaha estou vendo que você vai surtar com a história ahahah
    Boa leitura!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  26. Oi Nanie!
    O título engana muito! Não dá para imaginar que não tem robô na história kkkk
    bjs!

    ResponderExcluir

 
Google+