24

[Resenha] O Pessegueiro

em segunda-feira, 1 de julho de 2013


O pessegueiro

Sarah Addison Allen

Editora Planeta

248 páginas

Willa Jackson é conhecida na pequena cidade de Wall of Water como a piadista. Na adolescência, tinha o costume de sempre aplicar trotes nas pessoas. Mas agora, tenta fugir dessa imagem de garota rebelde que sempre está atrás de confusão.


Paxton Osgood é conhecida com a garota de ouro da cidade. Bonita, educada, filha de uma das famílias de influência na cidade, Paxton aparenta ser uma mulher centrada e esnobe. Mas o maior desejo de Paxton é conseguir a tão sonhada liberdade da casa dos pais, e assim conseguir viver um grande amor.

Colin Osgood, irmão gêmeo de Paxton, é um homem que ainda não encontrou o lugar no mundo. Sempre em constantes viagens para atender a profissão de arquiteto paisagista, Colin não consegue sentir-se confortável na cidade onde nasceu.

Sebastian era conhecido como o esquisito na pequena cidade, pois vestia-se com algumas roupas excêntricas para o padrão da sociedade. Agora, ele assumiu o consultório do antigo dentista, e tenta mostrar  para a população que ele não é mais aquele garoto do passado.

Willa vem de uma antiga família que ficou arruinada gerações antes. A mansão Blue Ridge Madam, construída pelo bisavô de Willa durante uma época afortunada e outrora a mais grandiosa casa da cidade, foi durante anos um monumento solitário à infelicidade e ao escândalo. Mas Willa soube há pouco que uma antiga colega de escola, Paxton, restaurou a mansão e a devolveu à sua antiga glória, tencionando transformá-la numa elegante pousada.

Talvez, por fim, o passado possa ser deixado para trás enquanto algo novo e maravilhoso se ergue das suas cinzas. Mas o que se ergue, afinal, é um esqueleto, encontrado sob o solitário pessegueiro da propriedade, que com certeza irá fazer surgir coisas terríveis. Pois os ossos, pertencentes ao carismático vendedor ambulante Tucker Devlin, que exerceu os seus encantos sombrios em Walls of Water setenta e cinco anos antes, não são tudo o que está escondido longe da vista e do coração. Surgem igualmente segredos há muito guardados, aparentemente anunciados por uma súbita onda de estranhos acontecimentos em toda a cidade.

O pessegueiro de Sarah Addison Allen é um livro mágico. Ambientada em uma pequena cidade interior, acompanhamos o amadurecimento dos quatro personagens centrais.

Assim como no outro livro da autora, temos como pano de fundo uma sociedade regidas por padrões próprio, típico de cidade do interior e alguns elementos mágicos. A narrativa da autora é leve, fluída e gostosa de ler, não tem como não ficar encantado com a forma com que Sarah conta suas histórias. De uma forma despretensiosa, cada página conquista mais e mais o leitor. A descrição da cidade é encantadora e você é quase capaz de sentir o aroma do ambiente, o adocicado perfume do pessegueiro da mansão. 

Os personagens criados pela autora são quase reais. Eles não são perfeitos, sofrem pelas dificuldades da vida, mas nunca deixam de sonhar. Assim como a vovó Agatha disse “As pessoas sempre dizem que a vida é curta demais para arrependimentos. Mas a verdade é que ela é comprida demais”. Longa demais para se deixar preso em arrependimentos ou inseguras para tomar qualquer decisão na vida. 

A história é uma pitada de romance, sobrenatural, drama, que trata de sentimentos profundos como o amor e a força da amizade. Tudo é dosado  na medida certa,  o que faz com que o leitor fique encantado com o enredo. A diagramação e a revisão da Editora Planeta estão ótimas! O começo de cada capítulo é disposto de uma forma única, que eu adorei.

Se você ainda não leu O Pessegueiro, pare tudo o que está fazendo e comece a leitura. Com certeza, vai terminar o livro com aquele sorriso bobo nos lábios e com uma vontade enorme de ler mais livros da autora.


Que livro fofinho!


Para participar do Comentarista da Semana, clique aqui.

24 comentários:

  1. Essa é minha próxima compra. Li apenas um livro dessa autora e me apaixonei, como vc mesma diz, ela escreve com magia.

    ResponderExcluir
  2. É muito fofa essa história, perfeitinha *-*
    Quando vi só de sinopse já esperei por coisa boa, agora com essas resenhas de matar de curiosidade? O que fazer depois disso senão ler?!
    Muito boa, estou doida para ler essa trama também!

    ResponderExcluir
  3. Maldade define este teu post.
    Eu já tinha amor a primeira vista pela capa [la vem a Alessandra com esse papo de novo], e agora tu me diz q eu tenho q parar td p ler! GEZUIZ, to em semana de provas, não faz isso comigo

    Agora eu quero ler ele =(

    ResponderExcluir
  4. É a sua primeira resenha , que eu leio *_* e já achei super bacana , o livro é realmente super fofo e lindinho , a capa já diz tudo né ;)
    Parabéns pelo blog !!!!
    Achei super charmoso e vou estar aqui sempre ;)

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha! Sua resenha me motivou a ler o livro. Parece ser bem gostoso de ler O Pessegueiro. A capa é maravilhosa, a sinopse é bem elaborada, adorei!
    Xxxx

    ResponderExcluir
  6. Estou encantada com este livro e pretendo ler assim que possível. Talvez pelo clima pitoresco da cidadezinha do interior, ou pelos personagens tão realistas e palpáveis. Não sei ao certo o que me deixou tão animada, mas esta história me parece fofa e com vários elementos que tornam um livro excelente. *-*
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Carla!
    Gosto muito quando o enredo do livro se trata de garotas marrentas, que se cansam de ser vista pela sociedade dessa maneira, e querem mudar definitivamente sua personalidade.Enquanto outras queriam ser pelo menos um pouco livres como ela é...
    Não me surpreendo nada em ter gostado do enredo do livro, porque isso é sempre de se esperar quando se trata da Sarah Addison Allen ...

    Beijos e boas leituras, Karla

    ResponderExcluir
  8. Oi Carlinha, que resenha fofa!!! E adorei o gif. *-*
    Já estava de olho neste livro, pela capa, a sinopse. Claro que um esqueleto encontrado num jardim iria chamar minha atenção, né?!
    Então me pergunto se o cara recebeu o que mereceu ou não para estar ali. hahaha
    Concordo que a vida é longa demais.... em alguns momentos penso assim. hahaha
    Louca para ler "A garota (...)" também, pela mistura de realidade e magia. =)
    Amei a dica.
    Uma boa semana.

    ResponderExcluir
  9. A capa é fofa mas confesso que nunca tinha parado para ler a sinopse! haha
    Li e gostei, nao chega a entrar na lista de desejados, mas leria o livro com maior prazer.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Esse livro vem conquistando todas as blogueiras de plantão e com você não foi diferente! Toda essa atmosfera de cidade do interior, com um toque de magia e a escrita maravilhosa da autora me fazem ter uma imensa vontade de ler. Não é aquela vontade 'tenho que comprar agora', mas é algo que eu realmente gostaria de ter o prazer de ler. A resenha ficou ótima e pelo menos pra mim me fez imaginar uma história uma história muito fofa que flui maravilhosamente bem.

    ResponderExcluir
  11. A magia desse livro começa na capa né, é simples e lindíssima, só olhando ja dá vontade de ler o livro! Gosto de personagens proximos da realidade que tem defeitos e qualidades como qualquer ser humano, acho que a autora acertou em cheio construindo personagens assim, enfim, sua resenha me deixou super curiosa pra saber mais sobre a historia, sobre os segredos que surgem, adoreiiii! Bjão!

    ResponderExcluir
  12. Ah, Carlinha, me apaixonei pelo livro... A começar pelo capricho da capa e delícia do título, que desperta os sentidos, me parece uma nova experiência sensorial... Gosto disso.
    A história me parece mesmo envolvente. As personagens bem construídos sao responsáveis por aproximar o leitor de seus dramas e se a narrativa for consistente, fico presa à leitura. Gosto de ler imaginando cada um como descrito, dar caras a eles e imaginar as cenas que a autora cria, como se fosse um filme na minha cabeça... até a expressão e o tom de voz são importantes, pra mim... será que os outros leitores tb são assim? rrsrs

    ResponderExcluir
  13. Oi Manu!
    Esse livro é uma gracinha! Desde a história até a arte que a editora caprichou no livro!
    Eu sou assim! Adoro sentir cada frase do livro, rs
    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Oi Adriana!
    Essa capa é uma gracinha! E tem um cheirinho tão bom kkkkk
    Você vai gostar!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Oi gabi!
    Não tem como não ser conquistada por esse enredo \o/
    É lindo!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  16. Oi ketelin!
    ahahah se ler, me conta o que achou!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  17. Oi Dani!
    Você vai gostar desse ! Estou até vendo você surtar comigo no twitter kkkk
    Bjs!

    ResponderExcluir
  18. Oi Karla!
    As histórias dela são maravilhosas!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Oi Ana!
    É lindo, né? Não tem como não se encantar!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  20. Oi Sara!
    Marca na listinha! kkk
    Bjs!

    ResponderExcluir
  21. Oi Ana!
    Muito obrigada! Seja bem vinda!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  22. Oi Alê!
    ahahaha pode comprar kkkkkkkk
    Bjs!

    ResponderExcluir
  23. Oi Cris!
    o livro é uma graça!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  24. Oi Lena!
    Esse livro é o seu número!
    Ficará encantada com a história!
    Bjs!

    ResponderExcluir

 
Google+