20

[Resenha] Violetas na Janela

em quinta-feira, 11 de julho de 2013


Violetas na Janela
Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho
Pelo Espírito Patrícia
Editora Petit
296 páginas
Este livro mostra o relato de uma pessoa consciente do que é a desencarnação, tirando mais um véu dos mistérios além-túmulo. Narra com simplicidade as belezas que encontrou no Plano Espiritual, além das dúvidas que teve, do tipo: Como se alimentar? Como se vestir? Sentiria frio? Usaria o banheiro?
Patrícia descreve com clareza a colônia para onde foi levada, o educandário, a escola, o hospital, as moradias etc. E o mais importante: fala da ajuda que obteve dos familiares espíritas e da sustentação psicológica que recebeu de seu pai, exemplificando como proceder diante da morte de entes queridos.

É para mim um imenso prazer descrever um pouco dessa bela obra. Há 17 anos eu tive a honra, alegria e o privilégio de conhecer a jovem Patrícia quando adquiri o romance Violetas na janela. Foi uma reviravolta em minha vida, em minha maneira de ser.

Para mim que sempre senti pavor em falar sobre a morte, quanto mais em pensar, tive uma visão diferente em relação à morte, céu, inferno, purgatório, e tudo o mais relacionado com os espíritos. A partir desse belo romance, adquiri os outros narrados pelo mesmo espírito, Vivendo no Mundo dos Espíritos, A Cada do Escritor e O Vôo das Gaivotas, e minha vida mudou para sempre. Eu passei a pesquisar mais sobre o assunto e hoje luto para ser uma pessoa melhor.

Saber que esse belo romance está completando 20 anos e que já vendeu mais de 2 milhões de exemplares me deixa feliz, mas não surpresa. Porque tanto a jovem Patrícia como a sua tia Vera Lúcia foram iluminadas em realizar essa bela obra em conjunto com o mundo maior que é a espiritualidade superior.

Sei que até hoje, desde quando iniciei a leitura, já li e reli várias vezes e ainda hoje todas as pessoas que conheci através do espiritismo, iniciaram na doutrina através dessa bela obra.

Vale à pena ler e reler essa magnífica obra que a Petit nos presenteou junto de todos os colaboradores espirituais e carnais, pois só lendo para entender a minha emoção. Mas lembrem-se, leiam os quatro livros, pois os conhecimentos ali descritos são fundamentais para nosso dia a dia evolutivo.

Um fato interessante acontece no capítulo 8 do livro. A jovem Patricia descreve com perfeição há 20 anos quando o computador para uso doméstico era impossível, ela vai até uma biblioteca na espiritualidade procurar um livro que lia quando encarnada e que gostaria de terminar a leitura. A atendente informa que não tem e para poder adquirir um exemplar ela precisa esperar apenas alguns minutos, onde ela passa a ler esse romance pela TV como se fosse um livro. Hoje conhecemos como e-reader. A Patrícia narra também a respeito do nosso santo Google, Wikipédia e outros sites de informações, que seria impossível ela narrar 20 anos atrás, pois não de nosso conhecimento ainda.

Leia e se emocione.

Para participar do Comentarista da Semana, clique aqui.

   

20 comentários:

  1. POXA QUE INTERESSANTE.
    Como você sabe esse gênero me deixa sempre curiosa, o livro espírita tem uma coisa que me chama, e esse livro parece ser daqueles que marcam a gente.
    Quero ler!

    ResponderExcluir
  2. Oi Rita!
    Muito interessante o enredo desse livro. Esse gênero me deixou super curiosa para ler esse livro. Sem falar que eu amo flores, e acabei de comprar um livro "A casa das orquídeas" e já estou adorando... Esse livro é um dos meus gêneros preferidos, tenho que comprar-lo imediatamente haha... Parabéns pela resenha.
    *Beijos e boas leituras, Karla

    ResponderExcluir
  3. Ai, que delícia!
    Eu sou fã de reler livros e sempre dou um jeito de reler meus favoritos quando posso!
    Esse é um livro bem famoso e sempre muito bem falado :) Tenho curiosidade de lê-lo.

    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
  4. Nossa, vc gostou mesmo do livro, hein?
    Mas, infelizmente, ele não me chamou a atenção. Não costumo ler nada relacionado à espiritismo, pois não é um tema que me atraia :S

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Não sou espírita, mas assim como voce, antes de ler livros (romances e doutrinários) espíritas, eu tinha uma visão diferente da morte, tinha um medo anormal das pessoas que se iam, depois q comecei a ler e dar uma estudada, fui entendendo muitas coisas e assim, passei a enxergar a morte de outra maneira! E Violetas na Janela é realmente um livro muito bom que vale muito a pena sua leitura! Bjão!

    ResponderExcluir
  6. Uauuuu!!! Rita que linda a resenha, fiquei boquiaberta com a questão do e-reader, google e afins.
    Eu conheci o espiritismo em 2003, sou medrosa e pensei que num caso desses me apavoraria e me enganei muito, aceitei e aceito numa boa.
    Tenho vontade de ler tudo quanto vc resenha, este em especial pela linda capa e pelo tema abordado.
    Obrigada por dividir conosco suas impressões.

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho uma amiga que leu esse livro e também adorou. Tenho vontade de ler e vou até pegar emprestado, já li alguns livros espíritas que contam como é após a desencarnação, mas são poucas coisas. Deve ser muito interessante saber um pouco mais.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Que ótima lembrança, Rita! Li esse livro há muito tempo, quando comecei a conhecer a doutrina espírita e fiquei encantada com as descobertas de Patrícia e tudo o que ela nos contava sobre o mundo espiritual.
    E foi ótimo vc lembrar dessa passagem importante da leitura, porque aqui na Terra muitos não imaginam/acreditam que a vida no mundo espiritual ocorra muito parecida com o que vivemos aqui, só que com a percepção mais ampla, a consciência dos fatos e toda uma tecnologia que parece ficção, rsrs...
    Adorei! É um romance lindo e que tira muitas dúvidas para quem tem muitas perguntas, como sempre tive desde criança!

    ResponderExcluir
  9. Li este livro apenas uma vez, não me recordo muito bem da história, narração e afins...
    Tua resenha me deixou com vontade de reler :D

    ResponderExcluir
  10. Não gosto muito de livros espíritas mas tua resenha me deixou tão curiosa e comovida que vou procurá-lo para ler. bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi Naty!
    Depois me conta o que achou \o/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Oi Alê!
    Foi um dos primeiros livros espíritas que eu li, rs.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Oi Manu!
    Foi um dos primeiros livros espíritas que eu li \o/
    Depois, eu li os outros livros da Patrícia também, que são ótimos!
    São livros com uma escrita simples, mas com grandes ensinamentos \o/
    É ótimo!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Oi Amanda!
    Leia sim! Depois me conta o que achou \o/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Oi Dani!
    Vou transmitir suas palavras para a Rita ;)
    Eu conheci o espiritismo quando estava com uns 10 anos, e confesso que me completou mais que a religião que eu estava na época \o/
    Não consigo me ver em outra, rs.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  16. Oi Adriana!
    Após ler alguns livros, eu também mudei a minha concepção sobre a morte. O livro é ótimo e merece mais de uma leitura, rs
    Bjs!

    ResponderExcluir
  17. Oi Nanie!
    Eu ainda guardo vários livros, apenas para ler novamente kkkk
    bjs!

    ResponderExcluir
  18. Oi karla!
    Ah! Depois da leitura, me conte o que achou \o/
    bjs!

    ResponderExcluir
  19. Oi Lena!
    Leia o livro sem medo, é simples, mas com vários ensinamentos e informações \o/
    Você vai gostar!
    Bjs!

    ResponderExcluir

 
Google+