45

[Resenha] A Culpa é das Estrelas

em terça-feira, 27 de agosto de 2013


A culpa é das estrelas
John Green
Editora Intrínseca
288 páginas

A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. 

Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.

Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.

A culpa é das estrelas escrito por John Green, é um romance sick-lit, gênero da literatura que traz como foco, alguma doença ou enfermidade entre os personagens principais.

Antes de começar a falar sobre o livro, preciso relatar a minha relutância em ler essa história. Desde o lançamento, quanto mais eu lia alguma resenha, mais compreendia que o livro precisava continuar no final da pilha. Pela curta sinopse, consegui imaginar como seriam os acontecimentos, e não estava no momento certo para me arriscar com o enredo, imaginando que terminaria o livro em lágrimas. Até que resolvi deixar esses pensamentos bobos de lados e comecei a ler. Com várias pessoas dizendo que a história era emocionante, estava com medo de me decepcionar com o que iria encontrar.

O romance entre Hazel e Gus é fofo e delicado. Hazel ainda sofre com o tratamento do câncer, e apenas espera que a sua vida termine para que não tenha mais que sofrer, nem ver os pais sofrendo. Gus já completou o tratamento, e mesmo tendo perdido uma perna por causa do câncer, é uma pessoa positiva que quer ajudar os amigos. Quando os dois se conhecem, a fragilidade da doença faz com que eles se aproximam e se entendam ainda mais do que qualquer outra pessoa. Mas nem tudo são flores...

Contrariando todas as opiniões que li sobre o livro, eu não gostei da história. Entendam que o problema não é a escrita do autor, ou crueldade da doença, ou até mesmo alguma mania da personagem Hazel. Eu simplesmente não consegui gostar do enredo. Desde o começo, eu já imaginava o final. E isso não é spoiler, só pelo tema você já pode imaginar o que vai acontecer. Mas mesmo assim, não fiquei desanimada e continuei a leitura, para deixar de participar do pequeno grupo que ainda não leu o livro.

Não posso negar que a história é trágica, linda, emocionante, cruel, fria, e maltrata o coração de qualquer leitor com o tema tão forte e atual. Mas não consegui sentir aquela vontade de derramar algumas lágrimas que os dramas nos fazem sentir, e isso me frustrou. Talvez em outro momento, em outra hora, eu venha a olhar o livro com outros olhos e consigam sentir todas as emoções que tantas pessoas sentiram. Mas, no momento, a história não me atingiu a ponto de se tornar marcante.

Mas, por favor, não deixem de ler o livro. Como podem notar, sou uma das poucas pessoas que não gostaram da história o que significa que eu sou o problema. Para pessoas que gostam de enredos recheados por dramas, com personagens sarcásticos, A culpa é das estrelas é uma leitura obrigatória. Tenho certeza que você sentirá aquilo que, no momento, não consegui sentir com o livro.




  

45 comentários:

  1. Algumas histórias simplesmente "não conectam"com a gente. Sabe, eu até tenho uma certa curiosidade sobre esse livro mas vontade zero de ler. Talvez não esteja preparada psicologicamente, rs


    bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi Carlinha, jura que você não gostou? Uma pena mesmo, mas acontece, cadanum encara o enredo de uma forma, este é o charme e o encanto da leitura.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Eu normalmente sou muito boa em não gostar dos livros que todo mundo gosta. Ainda mais esse que quase todo mundo que ler fala que chorou e um monte de coisa... Chorar eu tenho quase certeza que não vou. Mesmo assim quero muito ler, mesmo já sabendo o final (não tem como não saber), espero gosta...
    Bjs :)

    ResponderExcluir
  4. Ai, está todo mundo falando deste livro e eu passo por ele na livraria e não copro, mas acredito que seja um livro de leitura obrigatória. Deixei de ler porque a história parece trágica como você mesmo disse e não queria passar por este tipo de leitura no momento.

    Beijos!

    Greice Negrini

    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  5. Danielle CGA Souza27 de agosto de 2013 21:05

    Oi Carlinha, eu tô no grupo dos que ainda não leu. XD Exatamente por medo de me decepcionar após tanto elogio, agora que você disse que não alcançou tuas expectativas, fica mais fácil.
    Tb não estou no clima para ler nada trágico, vou segurar.
    Consegui Cidades de papel e gostei do pouco que li o John escreve bem. =)

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda não li, mas tenho muita curiosidade!!!
    Parece realmente ser fofo. É uma pena q vc não gostou, Carla!!! Eu espero gostar...

    ResponderExcluir
  7. Carla, eu também li esse livro, gostei dos personagens, da narrativa e tudo mais, mas também não me emocionei a ponto de chorar, acho que, na minha opinião, faltou um pouco mais de emoção, eu não sei o que pode ter sido, mas quando leio um drama, eu vou preparada pro rio de lágrimas e com esse livro isso não aconteceu...mas é como voce disse, não é por isso que o livro deixa de ser ótimo, ele é, só não chorei com a historia...ótima resenha! :)

    ResponderExcluir
  8. Michelli Santos Prado28 de agosto de 2013 16:13

    Oi Carla!! Nossa comprei este livro há algum tempo e não consegui ler ainda ( acho que por medo de me decepcionar), mas quero ler em breve e matar minha curiosidade e ter uma opinião formada pelo livro. Bjuss

    ResponderExcluir
  9. Oi Carla,um dos melhores livros que já li e fiquei fã do John Greene,agora está sendo adaptado para o cinema!
    O livro trata de um tema delicado:o câncer, de forma suave,doce, divertida e até mesmo engraçada. Hazel atualmente tem 16 anos, mas desde os 13 tem um câncer no pulmão e nessa condição ela precisa andar sempre com um tanque de oxigênio,por onde vai.Apesar de achar que sua filha está enfrentando essa situação numa boa e tentando levar uma vida normal,porque até faculdade Hazel frequenta,está preocupada com afilha achando que ela esta com depressão,então decide que a filha vai participar de um grupo de apoio.Hazel não está aceitando muito bem essa ideia,até que conhece Augustus,um garoto que já teve a doença.John Green nesse livro consegue tratar de um assunto tão triste e delicado, e nesse caso de uma adolescente que está começando a viver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa, ela leu o livro. Não precisa contar a história pra ela. Inclusive, ela foi super educada na resenha dela

      Excluir
  10. Sua resenha ficou muito linda! Esse livro é um doce, mas é sempre bom estarmos espertos em relação ao tanto de lágrimas que iremos derrubar, porque não foi pouco com esse livro, HAHAHAHA. Não sei se você já leu, mas procure por "Quem é você, Alasca?" do John Green também, é tocante demais e é o meu favorito.

    Boa semana!

    http://literallypitseleh.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Dá pra acreditar que não li o bendito ainda?? Não se deprecie tanto, o problema não é você, rsrsrs. Tenho aqui O Teorema de Katherine e confesso que já tô achando que vou achar massante. Triste né?! Pior é que acho que esse vai ser decepção também heim.

    ResponderExcluir
  12. Ana de Cassia Oliveira29 de agosto de 2013 20:44

    Eu acho que para mim também não é legal. Porque O como eu era antes de você tem a mesma pegada e eu simplesmente queria jogar o lixo no livro. E bom, isso não acontece com frequência. rsrs


    beijos

    ResponderExcluir
  13. Gostei muito do livro e me senti envolvida, apesar de ter algumas coisas clichês e muitas frases de efeito, o John Green sabe muito bem prender o leitor e construiu uma belíssima história. Fiquei sensibilizada com diversos diálogos e trechos do livro.

    Pena que você não gostou do livro :/

    ResponderExcluir
  14. Oi Carlinha
    Eu derramei uma única lágrima e foi só.
    Na verdade, eu fiquei cansada da linguagem do livro - sei que eram dois adolescentes/jovens, mas achei pobre/repetitivo... rs


    Quanto à parte do drama, da tragédia, eu gostei.
    Esperava mesmo aquele final!


    Beijo

    ResponderExcluir
  15. Oi, Carla!
    Eu estava super ansiosa para ler o livro até que consegui ganhá-lo em um blog. Fiquei super feliz quando chegou aqui em casa e abandonei todas as leituras para iniciar logo a desse livro. Assim, a história é muito bonita, principalmente a amizade/amor entre o Gus e a Hazel. Mas de tanto as pessoas falarem muito bem, eu achei que fosse uma história com algo "inédito", sabe? Mas o fato é que tem vários livros e filmes com o tema. Inclusive achei o enredo um pouco parecido com o filme Jogo da Vida. Mais uma vez, a história não é ruim de forma alguma, a escrita de John Green é mesmo muito boa como falam, mas esperava algo inédito, o que não aconteceu.

    ResponderExcluir
  16. Oi, Carla!
    Depois de todo o 'bafafá' sobre esse livro fiquei muito curiosa para ler. Espero gostar e derramar muitas lágrimas.

    ResponderExcluir
  17. OI Thais!
    Eu não sei o que aconteceu, mas não consegui gostar do livro =(
    Quem sabe em outro momento, rs.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  18. Oi Rose!
    Menina, eu fiquei até com medo de dizer que não tinha gostado, pois estava me sentindo uma pessoa excluída, rs. Mas não desisti do autor, quero ler os outros livros dele, rs.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Oi cris!

    Leia sim \o/
    Acredito que você verá outros pontos que farão com que goste da história \o/
    bjs!

    ResponderExcluir
  20. Oi Greice!
    Eu acredito que não gostei do livro por causa do momento. O livro não me atingiu, sabe? Isso não significa que a história é ruim, apenas não me conquistou... muito estranho, rs.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  21. Oi Dani!
    Estou com esse livro também, e vou ler!
    Leia o livro A culpa é das estrelas sem expectativas, assim caso não goste, você não fique decepcionada \o/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  22. Oi Thaynara!
    Depois me conta o que achou da história \o/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  23. Oi Adriana!
    Sim, eu adorei a escrita do autor, dos problemas dos personagens, dos casos apresentados...mas a história não me conquistou. Confuso, né? kkkkk
    bjs!

    ResponderExcluir
  24. Oi Michelli!
    Torcendo para que goste da história \o/
    Depois me conte ;)
    bjs!

    ResponderExcluir
  25. Oi Van!
    A história é delicada e forte ao mesmo tempo, não posso negar. Mas sabe quando não te conquista? Foi isso que aconteceu =(
    Bjs!

    ResponderExcluir
  26. Oi Juliene!
    Vou procurar sim! Quero ler os outros livros do autora \o/
    bjs!

    ResponderExcluir
  27. Oi Inês!
    Dá para acreditar, sim, rs. Só agora eu li "A culpa é das estrelas", rs.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  28. Oi Ana!
    Eu gostei do livro "como eu era antes de você", rs.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  29. Oi Rafa!
    Preciso concordar, a história é muito delicada \o/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  30. Oi Lívia!
    Eu já imaginava aquele final, rs. Ele não me surpreendeu, rs.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  31. Oi Andreza!
    Esse livro não me tocou =(
    E olha que gosto de livros com esse lado bem dramático, sabe? Mas esse não conquistou...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  32. Oi Natyla!
    Torcendo para que goste do livro \o/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  33. Oi, Carla!
    Eu entendo o que você quer dizer e compartilho da mesma opinião. Quando comprei "A Culpa é das Estrelas", todos abordavam a história como algo impecável. Por mais que John Green tenha um jeito único de narrar e descrever, criando detalhes interessantes a respeito dos personagens, com o cigarro de Gus, ele escreve mais para o público do que para si. Não costumo gostar de histórias que envolvem doenças e esta não foi uma exceção. Admito que a carta nas últimas páginas realmente é tocante, mas o livro em si não. Talvez tenha esperado demais desse livro, mas a verdade é que não gostei.
    http://mentes-expostas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  34. Posso imaginar, pois sempre tem uns loucos que não aceitam opinião alheia.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  35. eu terminei de ler este livro nessa semana
    eu amei a historia da Hazel Grace e do Augustus Waters, achei uma historia de amor muito linda, o modo como eles lidavam com a futura morte deles
    mesmo você dizendo que não conseguiu se emocionar com esse livro, eu chorei demais kk talvez seja porque eu sou chorona u_u
    mais com certeza foi um dos melhores livro que já li até hoje
    beijos

    ResponderExcluir
  36. não entendi o final ...

    ResponderExcluir
  37. Estou lendo esse livro e verei se é bom !!!

    ResponderExcluir
  38. Você não é a única, também não gostei do livro.. Mas não foi só o enrendo em si.. Não gostei como John Green escreve, minha crítica não é só a história..
    Mas é como o autor narra, desde então me recuso a ler qualquer outro livro dele..

    Só li "A culpa da estrelas" pra ter certeza de que eu realmente não gostei...

    ResponderExcluir
  39. Eu acabei de ler o livro agora (16/01/2014) e estou com uma sensação de vazio, de "falta algo" - principalmente no final. Achoo que foi isso que a Hazel também sentiu em Uma Aflição Imperial!

    ResponderExcluir
  40. Finalmente uma resenha que traduz meus sentimentos sobre o livro.
    Mas, um pouco diferente de você, eu achei que faltou sim um pouco de profundidade à história. Não sei se porque eu li o livro superrápido (1 dia), mas estava ansiosa para acabá-lo, queria chegar ao final e ver se a história ia me surpreender.
    Achei que faltou algo, não sei bem explicar o quê. E também achei, sem querer ser crítica demais, mas já sendo, que o livro foi escrito pra virar filme mesmo. É muito fácil imaginar tudo o que acontece nas páginas acontecendo nas telas.
    Não sei se isso chega a ser um defeito, mas acho que contribuiu pra que eu tivesse essa sensação de superficialidade que o livro me deu.

    ResponderExcluir
  41. Oi adorei sua resenha....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos..acesse o link..www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..

    ResponderExcluir
  42. Oi adorei sua resenha....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos..acesse o link..www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..

    ResponderExcluir
  43. Oi adorei sua resenha...mas como o luis felipe falou o livro reverso é arrebatador...ele inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..busca.livrariasaraiva.com.br/saraiva/Reverso
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html

    ResponderExcluir
  44. Não, você não tem problema nenhum, eu também não gostei!

    ResponderExcluir