26

[Resenha] Um Motim no Tempo

em segunda-feira, 12 de agosto de 2013


Um Motim no Tempo

Infinity Ring – volume 1

James Dashner

Editora Seguinte

248 páginas

Furacões, terremotos e outros desastres naturais estão destruindo cidades, estados e países inteiros. E a organização SQ, apesar de ser responsável por controlar o planeta, parece não se esforçar para evitar a chegada do cataclismo que acabaria de vez com toda a humanidade.

Dak Smyth assiste a tudo isso de dentro de casa, fazendo aquilo de que mais gosta: estudar história e comer queijo. Até o dia em que seus pais saem para uma viagem curta e ele e sua melhor amiga Sera Froste, uma garota totalmente fascinada por física quântica, resolvem matar a curiosidade e se aventurar no laboratório de ciências dos pais dele. 

Desobedecendo a ordem dos pais, Dak convida Sera para conhecer o laboratório, e o que era para ser uma simples exploração, os dois descobrem algo muito mais importante. Lá, encontram nada mais nada menos que um dispositivo que, assim que for finalizado, possibilitará a viagem no tempo - o Anel do Infinito. Sera, craque da matemática, consegue preencher a última lacuna nos cálculos e, quando os pais de Dak retornam, o mecanismo está pronto para ser usado. 

Na primeira viagem no tempo, Sera, Dak e seus pais aparecem em meio ao conflito da Guerra Civil. Na pressa de conseguirem escapar do confronto, os dois adultos desaparecem. 

Quando tudo parece estar perdido, Dak e Sera são recrutados pelos Guardiões da História, uma sociedade secreta criada há muitos séculos. Eles então descobrem que os agentes da SQ estavam alterando eventos históricos importantes para conseguir mais poder para a organização, gerando as Grandes Fraturas, que em breve levarão ao fim do mundo. 

Assim, de posse do Anel, Dak e Sera viajarão pela história com a missão nada fácil de encontrar os pais de Dak, corrigir as fraturas e salvar o planeta. 

Neste primeiro volume da série, eles voltarão à Espanha de 1492, onde está a Primeira Fratura, com o objetivo de embarcar em uma das naus da expedição de Cristóvão Colombo e garantir que seja ele o responsável pela chegada dos europeus à América.

Um motim no tempo é o primeiro volume da série Infinity Ring e narração é por conta de James Dashner. A saga é narrada de uma forma interativa, onde cada volume é assinado por um autor diferente, mas seguindo a mesma trama.

Nesse primeiro volume, conhecemos um pouco da personalidade dos dois protagonistas centrais da trama. Dak é apaixonado/viciado por história. Não pensem que é um exagero, ele simplesmente se transforma quando vê algum objeto do passado. Eu achei muito divertido a forma como ele divaga nas explicações, a ponto de alguém precisar interrompê-lo para que ele pare de falar.

Sera tem um gosto totalmente ao contrário de Dak. Enquanto ele quer descobrir mais sobre o passado, a jovem é apaixonada por física quântica e aparelhos eletrônicos. Por mais que seja uma garota, Sera ainda não despertou sua feminilidade e seu comportamento parece de um menino pronto para briga.

Mesmo com gostos tão diferentes, os dois amigos são inseparáveis e um sempre está a apoiar o outro. Eles se combinam, mesmo que Sera seja a voz da razão em alguns momentos, trazendo de volta a atenção dispersada de Dak.

Infinity Ring é uma série voltada para o público jovem, e procura através de muita aventura, trazer informações sobre fatos históricos. Não posso dizer que isso é uma característica do autor, mas nesse primeiro volume, não encontramos tantas descrições. O autor se preocupou mais em explicar os fatos históricos e introduzir toda a aventura dos protagonistas. Mas por ser o primeiro volume, fiquei confusa em alguns momentos da história. O bom é que os outros são escritos por outros autores, acredito que as explicações que faltaram em um volume será complementada em outro. 

Já estou lendo o segundo volume e estou gostando dessa interatividade entre os autores. É visível a diferença entre a narrativa de cada um. A saga traz alguns dos conhecidos autores da literatura dos jovens, como Jennifer A. Nielsen e Lisa McMann.

A saga tem muito a render e estou curiosa para saber o Dak e Sera aprontarão nessas viagens ao passado. O importante é que a série está nas mãos de uma editora que não demora em publicar a continuação. O que é bom para nós leitores, que não precisamos esperar muito.



26 comentários:

  1. Oi Carla, adorei a dica do livro com muitas aventuras,fatos históricos,a capa está muito criativa.
    Deve ser emocionante acompanhar Dak e Sera nessa viagem no tempo.

    ResponderExcluir
  2. Achei interessante um autor diferente para cada livro, mesmo seguindo a ideia inicial, a tendência é ficar um pouco diferente, no ritmo e na escrita. Quero conferir isso de perto.
    Bjs, rose.

    ResponderExcluir
  3. Adorei a ideia de cada livro ser escrito por um autor, claro que isso pode dar errado, mas se for um projeto bem planejado dificilmente coisas como essas vão acontecer. Essa coisa de viajar pro passado tbm é muito bacana, eu mesma adoro!

    ResponderExcluir
  4. Danielle CGA Souza13 de agosto de 2013 18:33

    Eu gosto de inovações, apesar de temer que algum autor acabe perdendo a mão e estrague, mas vamos torcer para serem todos ótimos.
    Gostei de imaginar esse Dak, normalmente quem gosta de história dá um bom personagem. Rindo com os devaneios dele. Quase um Sheldon Cooper. hahaha

    ResponderExcluir
  5. Eu li o primeiro capitulo e gostei muito. Parece ser aquele tipo de livro que é ação do inicio ao fim, e não tem como largar. Adoreeei a premissa, também :) O fato de o livro ter narração me lembra o 39 Clues, o que me da mais vontade ainda de ler.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Michelli Santos Prado15 de agosto de 2013 16:10

    Parece ser muito legal. A história é bem interessante, e eu adoro histórias de viagens no tempo. Quero muito ler e além do mais, adorei a capa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Michelli!
    Você vai gostar!! Depois me conta o que achou da história \o/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. OI Rafa!
    Você lê o livro rapidinho! A escrita do autor contribui bastante para querer ler mais e mais \o/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Oi Dani!
    O Dak é muito engraçado! E ele faz cada comentário nada a ver kkkkk
    Não tem como não se divertir, rs.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Oi Inês!
    Eu já conclui a leitura do segundo, e estou gostando bastante de como a história está evoluindo \o/
    Não vejo a hora de ler os próximos!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Oi Rose!
    Você precisa ler! É bom, vai gostar ;)
    bjs!

    ResponderExcluir
  12. Tenho muito vontade de ler essa série. Bem interessante isso de de cada livro ser escrito por um autor. E arriscado também, eu acho. Pela sua resenha acho que eu vou gostar bastante.

    ResponderExcluir
  13. Eu já li livros em séries com esta ideia, mas foram livros de banca. EU vou ler sim, assim que tiver oportunidade.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  14. Gosto da ideia de viagens ao passado e de cada livro ser escrito por um autor diferente, não 'enjoa'. Espero ler em breve.

    ResponderExcluir
  15. Oi Cris!
    A história é bem leve, indicado para todas as idades. Não tem como não se divertir \o/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  16. Oi Natyla!
    Torcendo para que goste da leitura \o/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  17. Carla, eu não gostei tanto assim da série por conta de alguns absurdos... apesar de amar infanto-juvenis, acho que essa série especificamente é mais para a garotada mesmo!


    PS: Você repetiu o nome da Lisa no penúltimo parágrafo da resenha (depois edita tirando esse PS).


    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
  18. Oi Nanie!
    É um livro para a garotada mesmo, não tem nada que espante, rs.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Achei bem legal cada volume ser de uma autoria diferente. Tenho bastante curiosidade em ler a série. Gosto bastante dessas aventuras juvenis! ^^

    ResponderExcluir
  20. Oi Rose!
    Nunca li uma série com essa dinâmica o.O
    Bjs!

    ResponderExcluir
  21. Oi Andreza!
    torcendo para que goste da história \o/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  22. Antes de ler a resenha eu não queria esse livro, agora estou morta de curiosidade!!! Com essa duplinha tão diferente e unida, dá para esperar muita coisa da série.

    ResponderExcluir
  23. Ana de Cassia Oliveira29 de agosto de 2013 21:24

    Já me identifiquei com o personagem eu sou apaixonada por história, apesar de parecer um livro bem juvenil eu curti bastante.


    beijos

    ResponderExcluir
  24. Oi Thaynara!
    O livro é muito divertido e instrutivo \o/
    Você vai gostar =D
    Bjs!

    ResponderExcluir
  25. Oi Ana!
    você gostar sim =D
    Depois me conta o que achou!
    bjs!

    ResponderExcluir

 
Google+