18

[Resenha] Reiniciados

em segunda-feira, 25 de novembro de 2013


Reiniciados
Teri Terry
Farol Literário
430 páginas

Após os anos de 2020, os países europeus passam por um período conturbado, em consequência do colapso econômico que assolou a Europa, a desvalorização da moeda, entre outros fatores. Os jovens começaram a se manifestar de forma pacífica contra a situação do governo. Mas logo, a raiva cresceu e eles passam a agir com violência.

Para a ordem ser estabelecida, foram criados os Lordeiros, integrantes do movimento da Lei e da Ordem, onde os manifestantes seriam tratados com tolerância zero pela violência e desobediência civil.

Os jovens manifestantes poderiam ser reabilitados, recebendo uma segunda chance para serem reintegrados na sociedade. Eles precisavam passar por um procedimento, que consistia em apagar toda a memória do indivíduo. Em vez de punir os infratores, o governo desenvolveu uma forma de apagar suas memórias. Os criminosos seriam Reiniciados: um recomeço com uma nova oportunidade, sem qualquer lembrança do que foram ou do que fizeram.

Com isso, eles eram “adotados” por uma nova família, e deviam seguir todas as regras impostas pelo governo para não serem punidos.

Os Reiniciados são monitorados por uma pulseira medidora de emoções. Com o nome de Nivo, a pulseira mede os níveis de felicidade dos indivíduos. Quanto mais tristes, raiva ou medo a pessoa sinta, mais esse nível diminui. E para impedir que volte a usar da violência, a pessoa é induzida a sentir fortes dores, e em caso extremo, até a morte.

É nesse meio que conhecemos Kyla, uma jovem Reiniciada que se prepara para se mudar com sua nova família. Sem qualquer lembrança do seu passado, ou até mesmo do que acontece ao seu redor, Kyla precisa reaprender até mesmo as coisas mais básicas, como o fogo pode queimar, ou até mesmo, o lado mais afiado da faca pode cortar. Ela é uma criança com a idade de dezesseis anos, que precisa aprender em pouco tempo, o conceito do que é seguro e perigoso.

Kyla logo descobre que sua irmã Amy, também é uma Reiniciada, e que sempre está por perto para ajudá-la na adaptação. O pai de Kyla parece ter uma simpatia sem igual, enquanto que a mãe age de forma brusca, como se não estivesse de acordo com a presença da garota.

Kyla tem sonhos estranhos e violentos, sobre algo que não devia conhecer ou sentir. Com a memória apagada, como ela pode ter sonhos com o que nunca viu? Serão “ecos” do seu passado? Memórias que de alguma forma sobreviveram ao procedimento?

Além de precisar entender o por quê dos sonhos, Kyla precisa se comportar para que possa continuar na sociedade, além de precisar impedir suas dúvidas cada vez que alguma pessoa próxima a ela é capturada pelos Lordeiros.

Reiniciados escrito por Teri Terry é o primeiro volume da trilogia Slated, um enredo distópico que narra a luta de Kyla para descobrir o seu passado e entender um governo que utiliza de ideias distorcidas de controle.

A narrativa é fluída e prende a atenção do leitor, mostrando aos poucos os acontecimentos do passado. Kyla não é aquela típica heroína bobinha que espera uma solução divina para os problemas. Ela tem um aguçado instinto de sobrevivência que faz com que perceba os momentos para falar ou omitir algum fato.

Temos um pouco de romance na história, mas não é foco. O que para mim foi ótimo, já que não queria que esse fato ofuscasse a distopia. O romance está presente, mas acontece de forma sutil e é mais um elemento para compor a trama, e não o foco principal.

Como é o primeiro volume, pouco foi explicado dos acontecimentos do passado. Acredito que descobriremos mais sobre isso em Fragmentada, e confesso que estou ansiosa para começar a leitura depois de ler as últimas páginas do livro. Sim, é aquele típico final onde o leitor fica desesperado para ter a continuação urgente em mãos.

A capa e a edição do livro estão ótimas, e gostei do trabalho de tradução da Flávia Côrtes. Mais uma vez, sou surpreendida com o trabalho da editora, e com essa qualidade, só tem a ganhar mais espaço no mercado.

Agora, preciso segurar a minha ansiedade para continuar a leitura do segundo volume. Fragmentada foi lançado recentemente, então não precisarei esperar muito para conferir a segunda parte da história. Com uma escrita viciante, Terry conquista o leitor e é impossível não ficar extasiado com a história.

Nota:
 



18 comentários:

  1. Michelli Santos Prado25 de novembro de 2013 16:40

    Oi Carla, tudo bem??

    Eu já sabia que esse livro era bom. Amei a capa e já vi umas resenhas que me deixou curiosa, agora então fiquei louca pra ler.
    Eu gosto de livro assim, que tratem desse ar de mistério, torna a história muito mais viciante e emocionante. Pretendo ler ele em breve!! Estão Reiciciados e Fragmentada na minha lista de desejados!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Se eu já estava com vontade de ler esse livro, depois dessa resenha só aumentou.
    Não
    gosto muito de distopias, pelo contrário, adoro histórias pé no chão e
    bem realistas, mas essa me chamou atenção desde o lançamento por conta da capa e da sinopse.
    É bom saber que não tem foco no romance, porque se eu quisesse ler um romance escolheria um Nicholas Sparks e não pegaria uma distopia pra ler, certo?
    Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha ,confesso que não li nada desse gênero,muito interessante ,instigante e misterioso,prende a atenção da gente,despertou meu total interesse!

    ResponderExcluir
  4. Oi Carla, a temática parece ser bem inteligente e diferente, fiquei curiosa. Para´bens pela ótima resenha!

    Bjs, Isabela.

    ResponderExcluir
  5. É o livro parece ser bom, infelizmente essa temática meio futurística não rola para mim.
    Eu costumo brincar que nasci na época errada, pois sou totalmente medievalista.... kkkk
    Consigo ver mais lógica em Senhor do Anéis do que em livros com a pegada deste aí...
    (eu sou estranha msm.. liga não). Livros contemporâneos para mim, só rolam quando são policiais ou eróticos ou sobrenaturais (vampiros e lobisomens)... fora isso minha estante ta lotada de medievais, regenciais, fantásticos épicos e por aí vai... ;)

    ResponderExcluir
  6. Realmente parece que essa escritora tem uma narrativa viciante, já li várias resenhas de Reiniciados e todas são unânimes em dizer que o livro é maravilhoso! A protagonista é forte e sagaz e isso faz a diferença na historia também, ainda bem que o segundo volume já foi lançado, mas só vou ler quando tiver os 3 livros juntos! Bjão! :)

    ResponderExcluir
  7. Nossa a resenha está muito boa e o livro parece ser interessante acompanhar Kyla em sua jornada para descobrir sobre sua vida e principalmente porque "sobreviver" como um reiniciado não parece ser tão fácil!
    Parece ser u livro com ação e momentos eletrizantes!

    ResponderExcluir
  8. Mais uma série, menina!
    Não cansa não? rsrss
    Essa capa impressiona, bjo!

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Gostaria de saber mais sobre esses sonhos de Kyla, será que ela consegue um dia recuperar a memória e se recuperar o que ela faria? Está anotado na lista de desejados. bjs

    ResponderExcluir
  10. To doida para ler esse livro!! Achei o enredo e os personagens muito bom!!!




    xx

    ResponderExcluir
  11. Esse livro não teve muita divulgação, né?! É uma pena pq pelo que vc escreveu ele parece ser ótimo!

    ResponderExcluir
  12. Participando e torcendo!!!
    Giane Teles
    giane_teles@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  13. Participando e já sonhando com o livro!!Ótima resenha. Lays Caminha

    ResponderExcluir
  14. Tenho curiosidade de ler essa serie, acho a narrativa otima!


    xx

    ResponderExcluir
  15. Desejo ler esse livro desde seu lançamento, mas nunca tive a oportunidade. 'Reiniciados' tem um enredo muito interessante, pois além de se passar no futuro, tem toda essa coisa de os personagens terem a mente "apagada" :)

    ResponderExcluir
  16. Esse livro tem uma premissa muito interessante. Adoro distopia mas essa idéia que a autora criou para a história, pra mim, é novidade... e isso me deixa imensamente curiosa!
    Quero muito ler! E, ah... que capas lindas!!

    ResponderExcluir
  17. Este livro é incrível..
    Uma distopia que com certeza tenho muita vontade de ler,além de uma capa maravilhosa..Necessito de Reiniciados,com certeza esta na minha lista de desejados.
    Bjs'

    ResponderExcluir
  18. Oi adorei sua resenha....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..busca.livrariasaraiva.com.br/saraiva/Reverso
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html

    ResponderExcluir

 
Google+