17

[Resenha] A Verdade Nunca Morre

em terça-feira, 5 de novembro de 2013


A verdade nunca morre
Valter dos Santos
Petit Editora

E quando descobrimos que a verdade nunca morre? Michael, Gina e Paul vivem em Londres, na Inglaterra, mas ainda hoje enfrentam os reflexos de um passado sombrio, marcado pela tragédia. No mundo dos espíritos, Michael vislumbra a cidade de Liverpool, em pleno século 19. Atravessando o tempo, o ódio bate à porta daqueles que pretendem abraçar a felicidade. Entre dois mundos, um triângulo amoroso está formado.

 A vida de Gina e Michael e seus filhos caminhava bem, até que um grave acidente com Michael altera drasticamente a vida do belo e jovem casal.

Toda a trama acontecerá após o grave acidente, pois através das mudanças acompanhamos todo o drama na vida do casal e seus filhos.

A verdade nunca morre é bem sugestivo, pois através do desenrolar da trama, você poderá aprender com eles. Aos poucos, o passado é revelado à eles, trazendo respostas para tudo o que eles estão vivendo no presente.

Como não podemos viver de mentiras e desavenças, chegará a hora da mudança, o momento das verdades aparecerem e assim nos cobrar mudanças. Só assim vamos melhorar e nos modificar a cada passo que damos rumo ao progresso espiritual e até mesmo, o material.

O romance vale a pena, com qualidade, aprendizado e surpresas.



17 comentários:

  1. Danielle CGA Souza5 de novembro de 2013 10:17

    Oi Rita, eu tô interessada neste livro desde que vi a capa. =)
    Parece bem interessante, gosto de pensar que temos a chance de melhorar o futuro.
    Bjs,
    Dani!!!



    Leitura Nossa de Cada Dia

    Minha Velha estante

    ResponderExcluir
  2. Não gosto muito de livros espirituais, ainda que a mensagem que eles passem sejam bem positivas. Infelizmente, não é meu estilo preferido. E o tema de dramas familiares não é o melhor para meu momento atual. :/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Interessante ,tem muito a transmitir e ensinar a encarar os fatos e reconhecer os erros!
    Rose Arts
    Beijinsss!

    ResponderExcluir
  4. Michelli Santos Prado5 de novembro de 2013 17:36

    Olá Rita!
    Adorei sua resenha e estou encantada com este livro,amo este gênero e sempre leio, e depois de ler sua resenha ele entrou para minha lista de desejados =)

    ResponderExcluir
  5. Nossa... que capa linda a história parece interessante. Dramas familiares são sempre legais, pois sempre aprendemos algo com eles. Ótima dica ;)

    http://livrosromanticos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Alessandra Miyuki Taira5 de novembro de 2013 22:21

    Essa capa me lembrou bastante o livro da resenha anterior... Acho que a natureza, sei lá. Enfim, parece ser bem interessante e trazer muitas reflexões, e tal. É bom quando a história mostra o crescimento dos personagens como pessoa, acho que isso nos faz pensar muito em nossas próprias atitudes. Só que não me atraiu muito. ):

    ResponderExcluir
  7. Oi Alessandra!
    Que pena que não atraiu =(
    bjs!

    ResponderExcluir
  8. Oi Raíssa!
    Não conseguimos viver sem \o/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Oi Rose!
    Sim, é muito interessante \o/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Oi Dani!
    O livro é muito bom! Tomara que goste da leitura \o/
    bjs!

    ResponderExcluir
  11. Oi Carla,livros assim são ótimos para refletirmos sobre nossas vidas e pensar sobre determinadas atitudes,uma boa dica para acompanhar e descobrir o que vai acontecer!

    ResponderExcluir
  12. Antes de falar sobre a resenha, um comentário sobre a capa: é muito linda!!!
    Gosto de histórias em que envolve algo do passado e é preciso ser resolvido para se entender as questões do presente.
    Gostei bastante da resenha! :)

    ResponderExcluir
  13. Toda resenha de livro espirita que leio aqui eu me apaixono, e com esse não foi diferente! Amei a capa, é lindíssima né, só por ela já dá vontade ler esse livro! :)

    ResponderExcluir
  14. Fico imaginando o que a capa tem a ver com o livro... mas eu não me interessei pelo livro não.
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Esse livro me lembrou um que eu li a tipo milenios de tempos, gostei do enredo da autora parece ser muito boa a historia!




    xx

    ResponderExcluir

 
Google+