3

[Resenha] As Regras da Sedução

em sexta-feira, 24 de janeiro de 2014


As Regras da Sedução
Madeline Hunter
Editora Arqueiro
264 páginas

As regras de Sedução escrito por Madeline Hunter é o primeiro volume da série Os Rothwells, onde cada volume narra o romance de um desses irmãos. Confesso que estava receosa em começar a ler esse volume, pois após diversos comentários, a leitura não poderia me agradar. 

A trama se inicia com a chegada de Lorde Hayden Rothwell à casa de Alexia Welbourne, anunciando a ruína financeira da família de Alexia. Lorde Rothwell é um homem poderoso e sedutor que vai até a residência para tratar sobre um sério assunto com o primo de Alexia. As jovens damas logo percebem que o tão sonhado casamento com um homem de prestígio está cada vez longe, ou até impossível.

Para proteger a família de Timothy, Hayden concorda em esconder o segredo por trás da ruína financeira do velho amigo, tornando-se uma pessoa odiada pelas mulheres da residência.

Sabendo que não tinha muitas opções para conseguir dinheiro para se sustentar e também ajudar as primas, Alexia recebe e aceita a proposta de ser dama de companhia de Lady Henrietta Wallingford e preceptora de sua filha. O problema é que a oferta vem do sobrinho de Henrietta, ninguém menos que lorde Hayden, uma figura odiada por Alexia.

Morando na casa da tia de Rothwell, Alexia descobre que a proximidade com o homem que destruiu sua família pode ser perigosamente irresistível. Mesmo diante dos diálogos ousados em que jovem participar com Hayden, cada vez mais é impossível esconder o enorme desejo que nasce entre eles. Num gesto impensado, ela se entrega a ele, e ambos se veem obrigados a se casar.

Mas Alexia não sabe é que os atos aparentemente arrogantes de seu belo e sensual marido são motivados por uma dívida de honra que pode levá-lo a sacrificar tudo. Com tantas mágoas e segredos entre eles, o casal tem tudo para se manter afastado. Mas Hayden é um homem apaixonante e Alexia, a tentação que o faz perder a cabeça. Morando sob o mesmo teto, eles acabam se aproximando e, juntos, vão descobrir um jogo de sedução em que cada um faz as próprias regras.

É o primeiro livro que leio da autora, e me senti em um carrossel de emoções, ora gostando do enredo, ora não apreciando devidamente o romance.

A autora conseguiu narrar um romance de época tenso, onde as mentiras contadas pelo casal deixam em xeque a própria felicidade. Você entende o comportamento de Hayden em esconder a verdade sobre a ruína da família, mas ao mesmo tempo, você quer que ele dê um voto de confiança para a esposa.

Alexia é uma moça inteligente, madura e solteira demais para os padrões da época, sendo considerada uma solteirona sem esperança para casamento. Ela tem poucas economias e mora de favor na casa dos primos, que nunca fizeram nada para ajudá-la. Quando se vê com pouco para se sustentar, ela enumera uma lista de opções, mostrando que não tem medo de trabalhar.

O casal desde o primeiro encontro solta faíscas, e para mim, demorou demias para acontecer algo físico entre eles (risos). Sei que não posso apressar os acontecimentos, mas houveram momentos que eu desejei que eles parassem de frescura (risos).

Como ainda não li outros livros da autora, não posso afirmar se é característica, mas senti falta daquela pitada de “romance meloso”que me faz suspirar. Não estou dizendo que não existe o romance, mas o foco na narrativa é mostrar o amadurecimento do relacionamento do casal. Existe o drama, o sentimento de traição, de ódio, de desejo entre eles, e por último, o romance. Como falei, essa pode até ser uma característica da narrativa da autora e eu ainda desconheço, mas no primeiro momento, fiquei incomodada com a minha falta de suspiros (risos).

Mesmo com esse contratempo, eu apreciei a leitura, e estou curiosa com a continuação. Acredito que farei a leitura do próximo volume com outros olhos, e não sentirei esses detalhes que me incomodaram nessa experiência.

Para os leitores que gostam de romance de época intenso, com personagens maduros, com pitadas de drama e sensualidade, não podem deixar de conferir essa série.

Nota:
 



3 comentários:

  1. Eu não desgostei do livro, mas esperava mais. Achei que faltou "paixão"- e não só no sentido romântico mas na escrita mesmo. A autora escreve sim muito bem mas é tudo muito seco, sem vida. Já li livros em que o casal se beija só na última página e tinha mais emoção e romance que aqui. Eu pretendo ler o próximo livro da série, mas honestamente estou sem pressa. :)


    bjs!

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente, nunca me interessei muito por essa série. Não por causa do
    gênero mais picante, mas porque não gosto de histórias de romance. Mas
    vejo muita gente falando bem e depois da sua resenha, tenho certeza de
    que se trata de uma boa história para os amantes de histórias românticas
    e envolventes.

    ResponderExcluir
  3. Virou moda escrever livros hot sobre famílias de irmãos u.u
    Já vi tantas séries que parecem ser assim que isso me desanima.
    Não que eu não goste do gênero, porque adoro, mas sinto que falta aquele "elemento surpresa". Algo novo, pois tudo o que estou vendo comumente soa muito como "cópias".
    Não vou julgar o livro sem conhecê-lo, mas não o colocaria a frente das minhas leituras.

    ResponderExcluir

 
Google+