0

[Editora Rocco] Lançamentos - Fevereiro

em segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014


Olá, pessoal!

Vamos conhecer os lançamentos de fevereiro da Editora Rocco?

Confiram:

Magia, mistério e ação neste segundo volume da série de estreia da inglesa Jenna Burtenshaw. Acusada de assassinato, a poderosa Kate Winters está no alvo de uma ameaça diabólica dos Guardiões Sombrios, que também estão caçando Silas. O tempo está se esgotando e o jovem casal terá de lutar contra a teia ardilosa que cerca Wintercraft. Seguindo a tradição das grandes obras de fantasia contemporâneas, a autora apresenta um universo incrível e rico em detalhes no segundo volume da série O segredo de Wintercraft.



Tudo o que a jovem Aoife Grayson achou que conhecia sobre o mundo é uma mentira. Agora ela é uma fugitiva prestes a perceber que a destruição do Engenho de Lovecraft foi apenas o início de um cataclismo. Uma figura misteriosa surge. A Irmandade do Ferro guarda o segredo que pode trazer ordem ao mundo novamente. A série marca a estreia de Caitlin Kittredge na ficção juvenil. Segundo da trilogia Código de Ferro.

A rotina de Katie é abalada com a trágica notícia de que sua irmã mais nova foi encontrada morta em Bali. Os policiais afirmam se tratar de suicídio, mas Katie não aceita que a aventureira Mia seja capaz de tirar a própria vida. Na tentativa de entender o que aconteceu, Katie refaz a trajetória de Mia, da costa oeste dos Estados Unidos, passando por Austrália e Nova Zelândia, usando o diário da irmã como guia. Nesta viagem de autoconhecimento empreendida por Katie, a perda, o luto e a culpa são entremeados por recordações de infância, histórias de amor, praias paradisíacas e descobertas à beira-mar. Um chic lit encantador, capaz de seduzir o leitor em busca de uma boa história de aventura, romance e mistério.

Uma história ainda pouco divulgada é resgatada por Robert M. Edsel em Caçadores de obras-primas. Trata-se do trabalho realizado pelos Monuments Man, soldados que tentaram dificultar ou impedir o "maior roubo da história" cometido por Hitler durante a Segunda Guerra Mundial. Estima-se que o Führer e seus homens tenham se apossado de mais de 5 milhões de objetos culturais. O objetivo era criar o maior acervo de obras-primas do mundo em terras alemãs. Da Madonna, de Michelangelo, até famosos retábulos, passando por pinturas únicas de Rembrandt, Leonardo da Vinci e Vermeer, milhares de obras foram saqueadas de coleções particulares, igrejas e museus. De início, o trabalho dos Monuments Man era mitigar os danos cometidos a acervos públicos. Com o avanço das tropas de Hitler, o foco voltou-se para a localização de obras de arte móveis e outros itens culturais roubados ou perdidos. O trabalho, iniciado na metade da guerra, em 1943, estendeu-se até 1951. As histórias relatadas no livro baseiam-se em extensa pesquisa em diários de campo, agendas, relatos de guerra e, especialmente, nas cartas escritas pelos soldados às famílias. Edsel também coletou informações em entrevistas exclusivas com os próprios Monuments Man.

Ganhadora do Prêmio São Paulo de Literatura, na categoria estreante, Suzana Montoro arrebatou o júri com Os hungareses, romance que retrata, de forma original e delicada, a saga de imigrantes húngaros que se estabeleceram no Brasil depois da Primeira Guerra Mundial (1914-1918). A obra, reeditada agora pela Rocco, conta a história de Rozália, “uma mulher magra, muito magra, de aparência frágil”, natural de um vilarejo incrustado nos Bálcãs, na bacia do Danúbio. Um dia, o povoado virou iugoslavo, dando início à imigração do povo húngaro para outras partes do mundo. Rozália e sua família, como outros tantos hungareses, veio para o Brasil, tempos depois. Para escrever o livro, Suzana Montoro passou 15 anos colhendo depoimentos de uma comunidade húngara no interior de São Paulo.

Diretor de um bem-sucedido programa de rádio, no qual já entrevistou mais de 250 CEO’s, Robert Reiss une-se ao escritor Jeffrey J. Fox, autor de mais de 12 títulos de sucesso na área de negócios, para apresentar, em Lições de impacto e inovação, a experiência de 44 grandes líderes que assumiram riscos e inovaram para alcançar a transformação organizacional. Da Marvel Enterntainment a Xerox, passando pelo Cirque du Soleil e ONG’s, o livro traz exemplos concretos de decisões surpreendentes e inovadoras, responsáveis por recuperar empresas, criar novas indústrias e revolucionar a maneira de fazer negócios.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Google+