3

[Resenha] Cinderela por uma noite

em terça-feira, 11 de fevereiro de 2014


Cinderela por uma noite
Susan Mallery
Coleção Primeiros Sucessos
Editora Harlequin
252 páginas

Quando ocorreu um blackout em Grand Springs, Colorado, o alto executivo Jonathan Steele vivia uma noite movimentada. Primeiro, seu meio-irmão chantagista e sua cunhada são assassinados.Depois,Cynthia Morgan – aliás, “Cinderella” – ingere o veneno destina- do a ele. Em 36 horas a vida de Jonathan muda para sempre, e ele se torna o responsável por seu sobrinho recém-nascido. Agradecida por ter sido salva, Cynthia se oferece para cuidar do bebê como babá temporária. Agora, Jonathan tem um novo desafio pela frente: resistir ao desejo de não ser mais um homem solteiro…

Cinderela por uma noite escrito por Susan Mallery faz parte da Coleção Primeiros Sucessos publicado pela Harlequin. O livro foi publicado anteriormente com o título Noites de Sedução da coleção Momentos Íntimos Extra.

Assim que vi o nome da autora entre os lançamentos da editora, não pensei duas vezes para ler. Desde que li a trilogia das irmãs Keyes, a autora tornou-se a minha favorita. E o livro não decepcionou.

Cynthia Morgan é o sinônimo de altruísmo, sempre a pensar o melhor das pessoas e das situações. Não se deixar abater nos momentos tensos, e sente um enorme carinho pela família.  Ela deseja agradecer o milionário Jonathan Steele, que ajudou a financiar a empresa de Cynthia em uma de suas obras de caridade.

Jonathan Steele está passando por um momento complicado em sua vida, quando descobre o meio irmão o está ameaçando, e não sabe o que esperar. Quando conhece Cynthia na festa da cidade, não acredita que exista alguém que não se importe apenas com o seu dinheiro. O desejo entre eles é instantâneo, mas com medo de se envolver Jonathan sempre a está a afastar.

O romance entre o casal acontece gradativamente, e custa para Jonathan deixar Cynthia fazer as mudanças em sua vida. Ele reluta em deixar a moça fazer parte do seu dia a dia, e sempre está a tratar com distância, mas ela é persistente  e não se abate com cada afastamento.

A história foi escrita originalmente em 2000 e um dos detalhes que me incomodou na trama é o fato de Jonathan tratar Cynthia como uma criança, sendo que ela tem 26 anos. Na trama, Jonathan sabe da inocência (lê-se virgem) de Cynthia e está a todo instante frisando que ela é uma criança enquanto ele é muito velho (a diferença entre eles é de 11 anos). 

Eu sei que época em que o livro foi escrito existia outra mentalidade quanto ao relacionamento, mas a autora não colocou uma adolescente, mas sim uma mulher adulta. Cada vez que Jonathan falava sobre a diferença de idade eu queria surtar, já que não acho uma diferença tão grande assim.

Outro ponto que deveria ter mais na história é a participação do sobrinho. Eu adoro histórias onde temos crianças e a autora pouco colocou do bebê, e eu queria mais (risos).
Para quem gosta das histórias escritas por Susan Mallery, não se decepcionará com esse romance. É adorável!

Nota:
 



3 comentários:

  1. Oi Carla!

    Eu ainda não li a trilogia das irmãs Keyes da Mallery, mas conheço algumas pessoas que gostam bastante.
    Apesar dos pontos que você citou, que te incomodaram (sobre a idade e tal da Cynthia), tenho quase que certeza que vou gostar da história! :)

    Beijos!
    Lygia - Brincando com Livros

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca li nada da autora e acho super legal a Harlequin republicar os sucessos de antigamente, porque as vezes é muito difícil achar um livro dado como raro nos sebos né.
    Gostaria de poder ler este.

    Beijão, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Achei a iniciativa de relançamento muito legal, espero poder chegar a ler !

    ResponderExcluir

 
Google+