1

[Resenha] Desejo à meia-noite

em terça-feira, 1 de abril de 2014


Desejo à meia-noite
Lisa Kleypas
Os Hathaways – Livro 1
Editora Arqueiro

Desejo à meia-noite escrito por Lisa Kleypas, é o primeiro volume da série Os Hathaways, onde narra a história desse grupo de irmãos tão incomuns. É o primeiro livro que leio da autora, e estou simplesmente encantada com a sua maneira de criar um romance. É um dos melhores romance que li  nesse começo de ano e já devorei os outros volumes publicados.

Na trama, conhecemos Amelia Hathaway, um jovem de 26 anos que perdeu o desejo de se casar após uma desilusão amorosa. Após a perda do pai e da mãe e também do noivo, Amelia foca todas as suas energias e pensamentos em cuidar das três irmãs mais novas, Beatrix, Poppy e Win,  e do irmão mais velho, Leo. Mas essa tarefa mostra-se cada vez mais difícil, já que Leo anda desperdiçando todas as economias da família com bebidas, mulheres e jogos.
Em uma dessas noites, Amelia junto com seu irmão de criação, o cigano Merripen, procuram Leo que está desaparecido a dias. Contrariando os conselhos de Merripen, Amelia não hesita em entrar nos estabelecimentos de pouca reputação. E é nessa busca, que Amelia conhece Cam Rohan.

Cam é meio cigano, meio irlandês, tornando-se uma incógnita entre os amigos. Pela cultura cigana, ele abomina se prender ao dinheiro ou a qualquer regra da sociedade. Ao mesmo tempo, tornou-se um homem muito rico e de prestígio devido sua inteligencia e tato para os negócios, mesmo que ele não queira toda a sua fortuna.
A atração entre eles é imediata, e sentem-se aliviados em pensar que nunca mais se encontraram. Mas não é isso que está preparado para o destino do casal.

Amelia acredita que encontrou um novo lar para os Hathaways, quando se muda para a propriedade recém-herdada em Hampshire, mas não imaginava as dificuldades que encontraria na antiga mansão. A casa está em ruínas e como não conta com altas economias para a reforma, Amelia e sua família se viram como podem, reformando a antiga casa.

Entre todos os problemas que ela poderia encontrar, Amelia reencontra Rohan que parece determinado a ajudá-la. Agora, ela está dividida em se render aos encantos do sedutor cigano, ou seguir o orgulho e não revelar seus sentimentos. Será que Cam, que está a buscar sua tão sonhada liberdade, estará disposto a largar mão de tudo para conquistar Amelia e se casar com ela?

Logo nas primeiras páginas, fui conquistada pela teimosia de Amelia em querer resolver tudo e ajudar a todos os irmãos, mantendo todos embaixo das suas asas. Ao seu lado, encontramos Merripen, um homem calado que nutre fortes sentimentos com a família Hathaways. E quando descobri Cam.... não consegui mais parar a leitura.

Cam é o típico mocinho que nos faz suspirar, onde encontramos um homem que está disposto a tudo para ajudar a pessoa que ama. Ele não hesita em abraçar todos os problemas da família Hathaways se isso significa fazer com que Amelia sorria. Sem contar que é adepto em dizer que a “mulher é minha”, e toma conta dela em todos os momentos.

Além do romance mais que fofo entre o casal, onde Cam mostra o que mais amamos nos mocinhos literários, encontramos uma família incomum, que não foi criada entre os nobres, e de repente, se vêem com um título a manter. O relacionamento entre os irmãos é hilário, cada um com uma personalidade marcante, sempre arrumando alguma confusão para Amelia se preocupar.

Sim, eu adorei o romance e o casal principal, mas não pude deixar de me apaixonar por todos os membros dessa família.

A autora escreve de uma maneira fluida, dividindo o livro em duas partes. Sendo a primeira, a introdução aos personagens e suas características marcantes, e na segunda, evidenciando o romance e os problemas futuros da família Hathaway. Não tem como não se ver preso as páginas, devorando cada momento, querendo saber mais sobre a família e o casal.

O segundo promete mais emoções, pois trará como casal principal Win e Merripen, e já estou prevendo muitos suspiros.

Se você está procurando um romance de época, com personagens marcantes e carismáticos, com uma família incomum e um casal teimoso, não podem deixar de conferir. Com certeza, ficará viciado e apaixonado pela escrita da Lisa Kleypas.

Nota:



Um comentário:

  1. Essa capa é tão bonita que até eu que não curto romances épicos fiquei tentada a ler. Até porque só leio coisas positivas a respeito dessa série e dessa escritora. Vou aguardar uma oportunidade.

    ResponderExcluir

 
Google+