3

[Resenha] Sem você não é verão

em terça-feira, 27 de maio de 2014
Sem Você Não é Verão
Verão - Livro 02
Jenny Han
Galera Record

Sem você não é verão escrito por Jenny Han é o segundo volume da trilogia Verão que narra a história de Belly e os irmãos Conrad e Jeremiah.

No verão passado, todos os sonhos de Belly tornaram-se realidade, e pensar em passar um único verão sem visitar a casa de veraneio era inconcebível. Mas tudo pode mudar, e agora Belly teme voltar para aquela casa e encontrar a pessoa que sempre amou.

Quando Jeremiah liga para dizer que Conrad desapareceu, Belly precisa decidir como passará este verão: perseguindo o rapaz que ama, ou, finalmente, deixá-lo ir.

Belly conseguiu aquilo que sempre desejou, e seu amor por Conrad é ainda maior. Mas o jovem parece confuso e tenta afastá-la. Em momentos, mostra-se apaixonado e carinhoso, em outros, introspectivo e distante. Com a perda de alguém muito importante para ambas as famílias, Belly e Conrad acabam se afastando ainda mais.

Quando Jeremiah liga pedindo ajuda para encontrar Conrad, Belly não hesita em acompanhá-lo, e juntos, começam a procurar por Conrad que deixou tudo para trás para se afastar de todos.

Com uma narrativa intensa e fluída, acompanhamos mais do amadurecimento desses três protagonistas que tanto me encantaram no primeiro volume.

Belly está tentando superar a paixão que tem por Conrad, mas isso é cada vez mais difícil. Em alguns momentos, Conrad mostra-se distante e indiferente aos sentimentos de Belly, em outros, seu carinho e paixão pela jovem são evidentes. Jeremiah aos poucos começa mostrar os sentimentos que nutre por Belly, e fica confuso se deve ou não tentar conquistar a jovem.

A história é narrada pelo ponto de vista de Belly, e temos poucos capítulos narrados pelo ponto de vista de Jeremiah. Confesso que não me importaria se a autora tivesse optado em mesclar a narrativa entre os três os personagens, introduzindo o leitor aos sentimentos de todos.

As emoções dos personagens estão cada vez mais evidentes, mais fortes e é impossível escolher entre eles. Conrad está confuso, não sabe como seguir em frente, e sente uma raiva crescente por tudo e todos. Belly quer se sentir amada, incluída, ser a primeira opção de alguém. Jeremiah quer conquistar a única garota por quem está apaixonado.

Mais uma vez, a autora surpreende com sua narrativa, evidenciando os sentimentos dos personagens assim como o amadurecimento de cada um. Eles são imperfeitos, estão tentando encontrar o seu lugar no mundo, tentando tornarem-se inteiros para encontrar a felicidade e o amor. Mesmo me sentindo irritada com algumas das atitudes dos três protagonistas, é impossível não entender seus sentimentos confusos.

O livro termina de um jeito que eu fiquei com o coração na mão, sofrendo pelos três. E confesso, estou temerosa para saber como a autora concluirá essa trilogia.

Nota:



3 comentários:

  1. Acredita que nunca li esta série? Sempre tive vontade pois já inúmeros blogueiros falando bem e tal, mas ainda não tive a oportunidade, sniff.

    Beijão, Van - Blog do Balaio
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/2014/05/promocao-o-amor-esta-na-banca.html

    ResponderExcluir
  2. vixe, acho q tem muito triangulo ne?! kkkkkkkkkkkk sinto q sentirei raiva lendo o livro kkkkkk fiquei curiosa para saber oq aconteceu nesse final

    ResponderExcluir
  3. Huuum,
    Estava certa e errada, o Jeremiah é meio devagar... kkkk.
    Fiquei um tanto assustada com o tal sumiço, mas foi de espontânea vontade, menos mal.
    Estar em dúvida entre irmãos é uma bela enrascada, sempre vai sair alguém machucado. Curiosa com esse final "doloroso".

    ResponderExcluir

 
Google+