16

[Resenha] Cidade da Meia-Noite

em sábado, 12 de julho de 2014
Cidade da Meia-Noite
Saga da Terra Conquistada
J. Barton Mitchell
Editora Jangada
445 páginas

Cidade da Meia-Noite escrito por J. Barton Mitchell é o primeiro volume da Saga da Terra Conquistada onde acompanhamos um enredo de ficção científica, onde jovens estão por conta própria após uma invasão alienígena.

A Terra foi invadida e conquistada por uma raça alienígena conhecida como os Confederados. A população adulta da Terra desapareceu, devido a Estática – um poderoso sinal telepático irradiado pelos alienígenas, onde as pessoas perdem total controle mental, e tem como objetivo encontrar a nave dos Confederados mais próxima. As crianças e os adolescentes são imunes temporariamente a esse sinal, e quando começam a atingir a vida adulta, eles também são atingidos.

Nossa história se inicia com Holt Hawkins, um caçador de recompensas, procurando Mira Toombs, uma astuta caçadora de tesouros – uma Bucaneira – que está com a cabeça a prêmio. Holt consegue capturar a sua presa, mas a forte atração que surge entre os dois não é algo que ele estava preparado.

A queda de uma nave dos Confederados nas proximidades do lugar onde Holt e Mira estão acampados revele uma surpresa – a única sobrevivente é uma garotinha que não se lembra de mais nada a não ser do próprio nome: Zoey. Logo eles descobrem que todo o exercito alienígena está a procura de Zoey.

O que ela tem de tão especial? Será que os poderes dessa garota, por mais improvável que isso possa parecer, são a chave para deter os Confederados de uma vez por todas?
 Com uma narrativa ágil e envolvente, acompanhamos a luta pela sobrevivência de Holt e seu fiel cachorro Max, Mira e Zoey. Os quatro personagens acabam se tornando amigos, mesmo diante da improbabilidade de que isso aconteça.

Holt é um Imune, ele não sofrerá com a Estática, mas isso não é um privilégio, já que cada vez mais, ele vê pessoas conhecidas sofrendo com isso e ficando mais sozinho. Mira é uma jovem que começou a sentir os efeitos da Estática, e é questão de tempo para que ela perca sua identidade, e torne-se uma serva dos Confederados.

A química do casal é única, e eles sempre estão a se provocar. Mas, ao mesmo tempo, quando o perigo se aproxima, eles se unem para se salvarem, contrariando os próprios ideiais de sempre resolverem tudo sozinho.

Zoey é uma graça, meiga, doce e fofa como toda criança. Ela é aquele típico elemento divertido que faz com que o enredo torne-se mais leve, devido a atmosfera sombria narrada pelo autor.

Alguns dos mistérios são resolvidos no decorrer da história, mas é um enredo que tem muito a render no próximo volume. Não vejo a hora de poder ler a continuação, e saber o que mais está reservado para esses quatro protagonistas.


Com um enredo repleto de ação, com criaturas assustadoras, um mundo pós-apocalípto, jovens marcantes que lutam pela sobrevivência, Cidade da Meia-Noite é um livro viciante, onde é impossível parar de ler. 

Nota:



16 comentários:

  1. Oi guria.
    Tú acredita que ganhei um cupom e escolhi esse livro? Depois de uma série de problemas acabei não comprando, mas parecia muito bom e pela sua resenha fiquei com mais vontade de comprar.
    Vou tentar adquirir quando a grana ficar maior porque vai ser uma aventura que vale a pena (:

    Obrigada pela atenção, beijos.
    http://romances-para-te-fazer-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Caroline!
      Nossa, leia sim, é muito bom!
      Bjks!

      Excluir
  2. Eu preciso deste livro pra ontem rs, eu adorei a sinopse dele e cada vez que leio uma resenha eu fico ainda mais ansiosa pra por minhas mãos nele rs.
    Eu gosto de livros escrito desta forma e parece que este casal é muito fofo juntos, crianças no livro sempre são engraçadas rs, eu quero muito le lo, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Neny!
      A história é bem escrita, você vai gostar :)
      Bjks!

      Excluir
  3. Gostei da resenha Carla, mas o livro não faz muito o meu estilo de leitura. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  4. Gostei da resenha Carla, mas o livro não faz muito o meu estilo de leitura. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  5. Oiee Carla!
    Minha opinião está dividida,eu gosto mas não gosto de ficção científica então só saberia se o livro é do meu interesse lendo.
    Não curto nenhum pouco alienígenas,e acho que uma série inteira de livros nesse tema não é muito bem vindo por mim.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia!
      Entendi sua opinião dividida quanto ao tema :)
      bjks!

      Excluir
  6. Estou ansiosa pra ler o livro e ver se é tudo isso que eu vejo nas resenhas mesmo. Todos elogiam a história e o enredo e me deixam muito curiosa para ler. Amo histórias envolventes e surpreendentes.Preciso ler!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Uma otima resenha, e um livro com um tema otmo pelo menos para min que adoro o tema.

    perdidoemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriel!
      Ahhh você vai gostar desse livro =D
      Bjks!

      Excluir
  8. Adorei a resenha desse livro. Seria entao um mundo vivido só por crianças : Eles morrem quando chegam a idade adulta ? E tem um e outro adulto que não sentem o tal "sinal", é isso ?? E Zoey, o que essa garotinha te de especial? Preciso saber, rssss.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Katia!
      Estou vendo que está cada vez mais curiosa com a série \o/
      Bjks!

      Excluir

 
Google+