19

[Resenha] Real

em segunda-feira, 11 de agosto de 2014
Real
Katy Evans
Novo Século
299 páginas

Real escrito por Katy Evans é o primeiro volume da Trilogia Real, onde conhecemos o romance entre Remington e Brooke.
Remington Tate é conhecido pelo corpo escultural, poder, sexy e selvagem e pela reputação de ser um bad boy. Todas as mulheres vão à loucura quando ele aparece nos ringues.

Mas, em seus olhos, brilha um desejo brutal, devastador e real.

Brooke, uma especialista em fisioterapia esportiva, é contratada para manter aquele corpo funcionando como uma máquina mortal. Esse parecia ser seu emprego dos sonhos, mas, ao circular pelo perigoso circuito de lutas clandestinas com Tate e sua equipe, Brooke passa a ser dominada por um novo sentimento, um fogo e uma necessidade com os quais ela não sabe lidar.

O que começa com um simples flerte, pode virar uma obsessão sexual incontrolável. Terríveis segredos serão revelados, e Brooke deverá lutar para manter-se sã, discernindo o que há de real e o que é pura ilusão em seus próprios sentimentos.

Brooke é uma jovem atleta que perdeu o sonho de disputar uma olimpíada quando teve um rompimento do ligamento do joelho. Mesmo com as palavras de pena e a simpatia do público, Brooke não desistiu e se formou naquilo onde poderia ajudar atletas como ela foi.

A atração que existe entre Remy e Brooke é intensa, impossível não sentir através das páginas o que sentem um pelo outro. Mas Remy insiste em não ultrapassar nenhum sinal com Brooke, querendo mostrar o que ele realmente é além de um corpo bonito.

Remy é intenso, treina sem parar, e protege Brooke de qualquer problema sem pensar duas vezes. Não deixa de se fofo a preocupação que ele tem por ela, cada vez que ela revela um pouco mais da dor que sente por ter perdido a chance de um dia disputar as Olimpíadas.

O romance é sensual, mas sem deixar de lado aqueles momentos fofos, ou aqueles onde o leitor fica com uma extrema raiva de Remy por ele ser tão cabeça dura. O amor e o ódio pelo personagem nos levam a loucura a cada capítulo, quando vemos o quanto ele pode ser teimoso em suas decisões.

Mesmo fazendo parte de uma trilogia e eu ter gostado muito do casal, não vejo a necessidade de mais livros da série. Não que estou me recusando a ler mais sobre o Remy, mas apenas que é cansativo acompanhar mais séries (risos).

Real é um livro intenso, arrebatador sobre um lutador de lutas clandestinas e a mulher que conseguiu fazer com que ele saísse do rumo. Impossível não se apaixonar pelo casal.

Nota:



19 comentários:

  1. Nossa.. todo mundo me indica esse livro...rsrs... e todo mundo fala super bem, realmente estou curiosa para conhecer a trama, mas confesso que fato de ser uma série é que me deixa longe da leitura, já tenho tanta coisa que começa bem, mas depois a editora deixa de publicar e a outras que ainda estão sendo publicadas e tal.. apesar de curiosa, tenho de pensar com carinho quanto a ler ... rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Raissa!
      Eu te entendo, rs. Também estou cansada de acompanhar séries...
      Bjks!

      Excluir
  2. Capa chamativa, belo corpo haha gostei da resenha e do Remy, esperasse qeu um lutador de boxe seja todo bruto né, mas você disse que tem cenas fofas, acho que equilibra bem. Senti uma ligação com a Brooke já, também tenho problema no joelho :/ Parece ser um livro interessante até, mas eu to fugindo de séries ultimamente. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nathalia!
      Eu me apaixonei já pela capa, imagina a história então kkkk
      Bjks!

      Excluir
  3. Oi Carla, tudo bom?? Eu sou completamente apaixonada pelo Remy, apesar de que as vezes ele me dava nos nervos...srsr.. Mas, ele é fofo, protetor, companheiro, tem uma pegada incrível..srsr..Gostei bastante da Brooke tb, ela é decidida, soube seguir em frente, apesar da dor; e eles dois formam um casal maravilhoso... Agora quero ter esse livro incrível na minha estante... Super recomendo. bjs e parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline!
      E como ele dá nos nervos! E a mocinha não fica atrás kkkkk
      Bjks!

      Excluir
  4. Aiiiiiiiii,que lindo!!! Amo romance e esse parece ser super perfeito! Diferente de tudo o que eu li!!
    Olha, concordo com você! Ler uma série falando sobre família, onde em cada livro é um membro diferente é uma coisa, mas três livros para um mesmo casal é exagero! Na minha opinião não precisa! Mas com toda certeza vou ler esse livro!
    Boa resenha!

    Beijão!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gisele!
      Para mim, um livro só é o suficiente \o/
      Bjks!

      Excluir
  5. Oiee Carla!!
    Um lutador de lutas clandestinas,isso me fez automaticamente lembrar do Travis <3
    Adoro esses romances sensuais e não me importo com suas continuações,alias amo quando outro livro sobre o mesmo casal é lançado.
    E Remy mesmo com essa aparência de durão é todo fofo,Brooke tem sorte! ;)
    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia!
      Olha, não sei quem é mais louco, se é o Travis ou o Remy kkkk
      Bjks!

      Excluir
  6. Não sou muito fã dos bad boys literários, acho que fiquei traumatizada com Belo Desastre, hehe.
    Poréeem, já vi muita gente elogiando este livro...

    Um super beijo, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Van!
      Ahahahah eu não resisto aos bad boys ahaha
      Bjks!

      Excluir
  7. OI Carla,

    Só não entendi muito se tem um pouco de pegada hot ou se fica só no romance fofo, porque a capa, não sei por qual razão, rsss, me levou a pensar numa coisa bem caliente.
    Olha, tambem na osei porque fazem tantos livros com tanta série, alias, até sei, porque se tivermos que optar por um livro novo ou uma continuação, sempre levamos a continuação.
    Mas ja me apaixonei por Remy, ele é bem daquele tipo que "os brutos também amam".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Katia!
      Tem um pouco de cada, rs. Eu fiquei com vontade de dar uns tapas no Remy, mas fazer o que, eu não resisto aos bad boys, rs
      Bjks!

      Excluir
  8. Imaginei que esse livro fosse bem ruim! rs
    Na verdade, depois de ler a resenha até acho que posso curtir essa trama. Gosto de personagens fortes e com "histórias" convincentes. E acho que quando suas atitudes provocam alguma reação no leitor é sinal que algo está certo.
    Quem sabe um dia eu resolva ler. Pode ser que me surpreenda!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      Quem sabe você acabe gostando =D
      Bjks!

      Excluir
  9. Penso igual a Katia. Hj em dia tudo é em série, é raro achar um bom livro que seja único, assim acabamos ficando presos a uma determinada historia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi!
      Eu fico cansada só de esperar as continuações, rs.
      Algumas histórias valem a pena, outras, nem tanto.
      Bjks!

      Excluir
  10. Oi!
    quem não curte um mocinho cabeça dura??? Esse não poderei socar mentalmente porque é capaz de eu apanhar na minha imaginação!
    Nossa que frustração da Brooke não poder participar de uma olimpíada, só falta ter sido por um acidente que poderia ser evitado.
    E a grande pergunta porque o mocinho resiste a mocinha? Sempre é um motivo bobo.
    Que bom que gostou da leitura.
    bjs

    ResponderExcluir

 
Google+