2

[Resenha] A Viajante do Tempo

em sexta-feira, 10 de outubro de 2014
A Viajante do Tempo
Outlander – vol. 1
Diana Gabaldon
Saída de Emergência Brasil
799 páginas

A Viajante do Tempo escrito por Diana Gabaldon é o primeiro volume da série Outlander, onde acompanhamos a história de Claire Randall em sua viagem ao passado.

A história criada por Diana Gabaldon é conhecida por vários leitores, e muito foi se falado desde a primeira publicação através da Editora Rocco. Para acompanhar a série foi quase impossível, já que os preços eram abusivos, e quando a campanha para redução dos preços surtiu efeito, não tinham mais os exemplares no mercado para aquisição. Foi quando descobrimos que Outlander mudou de casa, e toda a sua série será publicada através da Saída de Emergência Brasil.

Na trama, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido após o final da Segunda Guerra Mundial, em 1945. O casal está vivendo sua segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, Claire inexplicavelmente viagem para ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros.

Claire encontra-se em um jogo de poder, com intrigas e perigos que podem ameaçar sua vida e partir o seu coração. Tudo o que ela mais quer é voltar para os braços do marido em 1945, mas como conseguir isso, quando pensam que ela é uma espiã inglesa?

O único que parece protegê-la e manter uma ligação única depois de ser salvo por Claire, é Jamie, um jovem guerreiro escocês, onde Claire sente-se cada vez mais dividia entre a fidelidade ao marido e ao desejo. Será que ela é capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?

É difícil classificar a leitura de Outlander, pois encontramos um romance histórico, ação, mistério, drama e ficção científica em todo o livro. É uma história para todos os gostos, que conquista e vicia a cada página lida.

Claire é uma mulher independente, decidida, que foi criada pelo tio arqueólogo, onde a sua educação não foi a convencional do período da história. Quando encontra-se em 1743, o choque cultural é extremo, onde a mulher é pouco valorizada entre os clãs.

O romance entre Claire e Jamie é um dos mais intensos que já li. Jamie se entrega aos sentimentos que sente por Claire, e o romance é muito mais as cenas apaixonantes. No início, imaginamos que Jamie é apenas um jovem adulto e imaturo, mas quando conhecemos a intensidade de seus sentimentos e até o que está disposto a viver por amor, notamos o quanto ele é um homem que amadureceu muito rápido.

A autora escreve com maestria, rico em detalhes históricos, inserindo o leitor em mundo medieval, repleto de intensas lutas e intrigas. Em alguns momentos, o excesso de detalhes cansa um pouco na leitura, mas o leitor já apaixonado pela trama não consegue mais parar.

Nesse primeiro trabalho, podemos notar que a Saída de Emergência tem um carinho enorme pela série, e que ela está em ótimas mãos para as próximas publicações. Mesmo com algumas críticas pela opção da editora em começar a lançar desde o primeiro volume e não pelo oitavo como foi cogitado no início, acredito que todos devem conhecer essa série, para se apaixonar pelo casal protagonista e desejar ansiosamente pelos próximos volumes. O segundo volume tem previsão de lançamento ainda para esse ano (vai ser o presente de Natal de muitos leitores).

A série atualmente foi adaptada para a televisão, e como uma apaixonada por jovens escoceses vestindo kilts, estou acompanhando e amando um pouco mais o Jamie. Vai dizer que você não vai assistir a série pelo belo Sam Heughan? (risos)



Nota:



2 comentários:

  1. Oi Carla, também me apaixonei pelo Jamie, e mal terminei o livro, corri para ver a série, que aliás está perfeita, não concorda?

    ResponderExcluir
  2. eu quero ler esse livro, são quantos nessa série? agora dúvida, leio ou espero que lance mais algum?
    bjs

    ResponderExcluir

 
Google+