2

[Resenha] Coração de Mãe

em sexta-feira, 28 de novembro de 2014
Coração de Mãe
Jodi Picoult
Verus Editora
471 páginas

Coração de Mãe escrito por Jodi Picoult é um livro emocionante, sobre amor e perdão. Um livro onde cada página lida, é uma emoção diferente.

Paige tem apenas algumas lembranças de sua mãe, que a abandonou quando ela era uma garotinha. A jovem tem um talento nato para desenho, e sonha um dia cursar a faculdade de artes. Agora, aos dezoito anos, ela deixa o pai para trás em Chicago após um terrível acontecimento. Paige quer realizar seu sonhos de cursar a faculdade, mas vê seus planos mudarem quando conhece Nicholas, um ambicioso estudante de medicina com quem logo se casa.

Para Nicholas, Paige é a jovem inocente que traz vida e cor para a vida para seu escuro apartamento. Ele não consegue entender, mas se apaixonou perdidamente por uma mulher mais jovem e inexperiente.  

Depois de alguns anos tentando se encaixar nos ambientes abastados que Nicholas frequenta e se sentindo mais deslocada do que nunca, Paige engravida inesperadamente. 

Sobrecarregada pelas exigências de ter uma família, ela não consegue esquecer a ausência da mãe e as memórias dolorosas do passado, que a fazem duvidar de si mesma. Lutando para se encontrar e finalmente acreditar nas próprias capacidades, Paige toma uma atitude chocante, que trará consequências avassaladoras para todos os envolvidos.

É o segundo livro da autora que eu leio, e mais uma vez sou surpreendida com a carga emocional do enredo. Paige e Nicholas são seres humanos, que falham durante o caminho, e se apoiam erroneamente entre si. 

Paige acredita que Nicholas é um homem perfeito, que está ao seu lado para salvá-la dos problemas que teve na adolescência. Ele venera Nicholas, sem notar o quanto o marido não é perfeito. Nicholas se apaixona pela inocência de Paige, e como a jovem é uma artista, sempre a colorir ou a enfeitar algo, Nicholas descobre o que faltava diariamente. Sempre acostumado a regras, quando Paige entra com sua delicadeza e emoção, ele não pensa duas vezes em lhe propor casamento.

Mas é no dia a dia que as falhas começam a aparecer e logo eles notam as imperfeições. Quando o filho do casal nasce, Paige está sobrecarregada com a responsabilidade de ser mãe, e Nicholas pouco a ajuda ou percebe pelo o que ela está passando. Cada vez mais desesperada, Paige toma uma atitude impensadamente, que coloca em risco o relacionamento do casal.

Os capítulos são alternados entre o ponto de vista de Paige e Nicholas, onde o leitor tem uma ampla visão dos sentimentos dos protagonistas. A cada capítulo é claro para notar as falhas do relacionamento, a falta de comunicação, e até mesmo o egoísmo que existe entre eles, onde não notam o sofrimento que estão causando ao outro.

O único ponto que me desagradou durante a leitura foi o encerramento do livro. Quando as dificuldades do casal começam a serem resolvidas, a história termina, deixando o leitor com aquele gostinho de que faltou algo a concluir.

Coração de Mãe é aquele típico livro que precisa ser sentido, página a página, onde cada capítulo é uma emoção diferente. Impossível não se envolver com a história, ficando com o coração na mão enquanto os protagonistas tateiam para resolver as suas diferenças. Mesmo com um final corrido, é um livro que indico a todos os leitores que gostam de um enredo envolvente e emocionante.


Nota:



2 comentários:

  1. Até agora li dois livros da Jodi Picoult, A Guardiã da Minha Irmã e A Menina de Vidro. O primeiro eu amei e o segundo não gostei tanto... preciso ler mais livros dela pra saber se gosto mesmo da escrita da autora.
    Viru aceitar a dica e ler Coração de Mãe. Sair dessa onda de crianças doentes.

    ResponderExcluir
  2. Olá Carla, estou dando uma "garimpada" no seu blog e tenho achado verdadeiros tesouros.
    Terminei agora de ler Coração de mãe e estou absolutamente encantada. Livro lindo e livre de clichês. Sem dúvida a autora escreve muito bem, minha opinião não encontrei nenhum furo no livro. Concordo com você quanto ao final, com certeza o livro terminou bruscamente. Apesar do possível final feliz estar encaminhado, não custava a autora nos agraciar com o final né? Gostaria de ver Nicholas enxergar seus erros, assim como a Paige...
    Muito obrigada pela dica! Um abraço!

    ResponderExcluir

 
Google+