3

[Resenha] Mundo Novo

em segunda-feira, 8 de dezembro de 2014
Mundo Novo
Chris Weitz
Editora Seguinte
321 páginas

Mundo novo escrito por Chris Weitz é o primeiro volume da trilogia de mesmo nome, onde conhecemos um sociedade onde as crianças e os adultos não existem mais, apenas os adolescentes.

Neste mundo novo, só restaram os adolescentes e a sobrevivência da humanidade está em suas mãos. Imagine uma Nova York em que animais selvagens vivem soltos no Central Park, a Grand Central Station virou um enorme mercado e há gangues inimigas por toda a parte.

Nesse cenário encontramos o jovem Jefferson que não se sente preparado para ser o líder. Seu irmão mais velho sempre foi o melhor em tudo, desde a sobrevivência do grupo de adolescente até mesmo no momento de liderá-los. Mas logo que Wash completa dezoito anos, ele começa a sentir os sintomas da doença, e aconselha o irmão mais novo a fugir.

A verdade era inegável: os estoques estavam acabando, e as pilhagens traziam cada vez menos resultados; e logo a organização onde viviam iria ruir. Com a liderança de Wash, a tribo de Washington Square sobrevivia. Cada um dos integrantes colaborava com algo, desde a ajuda na plantação, até mesmo as pilhagens nos bairros vizinhos. Mas cada vez mais os estoques diminuíam, e a tribo entraria em colapso.

Junto com a melhor amiga (e sua paixão secreta) Donna, Jefferson é forçado a deixar para trás a segurança de sua tribo para encontrar pistas que possam trazer respostas sobre o que aconteceu.

Jeff, Donna e mais três amigos terão de desbravar um mundo totalmente novo. Enquanto isso, Jeff tenta criar coragem para se declarar para Donna, e a garota luta para entender seus próprios sentimentos - afinal, conforme os dias passam, a adolescência vai ficando para trás e a Doença está cada vez mais próxima.

Um dos integrantes da tribo, Crânio, descobre uma pista que pode trazer respostas sobre o Ocorrido e talvez até uma cura para doença. Junto com os outros integrantes, Jeff organiza a pequena expedição para desbravar esse mundo novo, onde os perigos estão em todos os lugares.

Com a narração alternada entre o ponto de vista de Jeff e Donna, conhecemos um mundo pós-apocalíptico, onde apenas os adolescentes são os sobreviventes. A doença atingiu apenas as crianças pequenas e os adultos, devastando uma enorme cidade em questão de meses.

Com um linguajar jovem, Chris apresenta todos os personagens e suas características, sem perder a maneira sarcástica e única que todo jovem pensa. Chris escreve com maestria, sem deixar cair o ritmo da história, trazendo um enredo de qualidade e único. A temática é clichê, mas traz qualidade na narrativa e faz com que o livro se destaque entre os demais.

Cada um dos personagens tem sua própria batalha para enfrentar, e é impossível não se envolver com seus dramas, principalmente com a solidão de saber que perdeu toda a família. Mesmo escrito com uma narrativa descontraída e fluída, em alguns momentos a história é indigesta, com diversas cenas cruéis e de violência. O que não podia ser diferente, já que os jovens precisam sobreviver a um mundo decadente, onde apenas o mais forte e esperto tem chance de continuar vivo.

Com um tema que traz a reflexão, com personagens marcantes, humanos e falhos, Mundo Novo inicia uma trilogia com maestria, onde estou na expectativa pela continuação. A edição da Editora Seguinte está ótima, desde a revisão e a diagramação, até mesmo ao trabalho gráfico completo.

Nota:


3 comentários:

  1. Gostei da resenha Carla. Confesso que o livro não faz muito o meu gênero, mas achei o enredo interessante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  2. Oie Carla!
    Tem surgido várias tramas pós apocalípticas né!
    Essa questão das cenas indigestas que me fez ficar com o pé atrás...bj

    ResponderExcluir
  3. Hummm, acho que tá aí um livro que eu não leria, pelo menos não logo. Não gosto muito de distopias e se tem uma fase que eu não voltaria nunca na vida é a fase da minha adolescencia, hiuahiua.
    Mas da capa eu gosto.

    Beijo, Vanessa Meiser.

    ResponderExcluir

 
Google+