3

[Resenha] Mel e Amêndoas

em sexta-feira, 30 de janeiro de 2015
Mel e Amêndoas
Maha Akhtar
Editora Planeta
447 páginas

Mel e amêndoas escrito por Maha Akhtar traz uma linda histórias sobre mulheres e seus conflitos sociais, religiosos e culturais. O destino e as histórias de seis mulheres acabam se cruzando em um salão de beleza em Beirute, e elas compartilham momentos de solidão, felicidade, medo e frustração.

Mouna Al-Husseini, a atrevida proprietária do salão Cleópatra, luta para sobreviver com o pouco dinheiro que ganha, além de ter de aguentar a rispidez de sua mãe, que a repreende por nunca ter se casado.

Já Amal, sua tímida assistente, mantém um segredo a sete chaves.

Do outro lado do balcão, suas novas clientes desenvolvem um sentimento de profunda amizade, apesar de suas diferentes procedências sociais, religiosas e culturais: Imaan Sayah, uma importante diplomata libanesa, Nina Abboud, vítima da guerra que ainda não conheceu o verdadeiro amor, Lailah Hayek, uma ex-Miss Líbano infeliz no casamento, e Nadine Safi, esposa de um ex-embaixador e dona de uma calorosa personalidade.

São mulheres sensíveis, com dramas pessoais, mas que são guerreiras, buscando o melhor dentre as adversidades da vida. A narrativa de Maha é envolvente, delicada, levando o leitor a sentir as mais diversas emoções enquanto acompanha todos os acontecimentos da trama.


Uma trama que fala sobre sonhos e esperanças, com uma história delicada e com mulheres fortes e marcantes. Uma capa linda e diagramação perfeita. Impossível não se envolver com essa trama.

Nota:



3 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Carla! Já li Mel e Amêndoas e curti bastante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  2. Carla é a primeira resenha que leio do livro e fiquei fascinada. Parece algo bem doce e emocionante. Não havia visto nem novidade sobre o lançamento, muito curioso.
    Além do que o nome é bem sugestivo pra mim... sou apaixonada tanto por mel quanto por amêndoas. haha




    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  3. Oi Carla, não conhecia o livro e pelo visto parece desenvolver uma história que bem poderia ser real. Gosto disso.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir

 
Google+