2

[Resenha] Perdido em Marte

em quarta-feira, 28 de janeiro de 2015
Perdido em Marte
Andy Weir
Editora Arqueiro
335 páginas

Perdido em Marte escrito por Andy Weir traz uma obra de qualidade e surpreendente, tornando-se uma das melhores leituras do ano de 2014.

Há seis dias, o astronauta Mark Watney se tornou a décima sétima pessoa a pisar em Marte. E, provavelmente, será a primeira a morrer no planeta vermelho. Depois de uma forte tempestade de areia, a missão Ares 3 é abortada e a tripulação vai embora, certa de que Mark morreu em um terrível acidente. Mas milagrosamente ele sobreviveu.


Ao despertar, ele se vê completamente sozinho, ferido e sem ter como avisar às pessoas na Terra que está vivo. E, mesmo que conseguisse se comunicar, seus mantimentos terminariam anos antes da chegada de um possível resgate.

Ainda assim, Mark não está disposto a desistir. Munido de nada além de curiosidade e de suas habilidades de engenheiro e botânico, ele embarca numa luta obstinada pela sobrevivência. Para isso, será o primeiro homem a plantar batatas em Marte e, usando uma genial mistura de cálculos e fita adesiva, vai elaborar um plano para entrar em contato com a Nasa e, quem sabe, sair vivo de lá.


Sim, pessoal, Mark é o primeiro humano a plantar batatas em Marte! E olha que a plantação dele gerará alimentação para que sobreviva no planeta, enquanto utiliza da extrema inteligência para se comunicar com a Terra. Através do diário de bordo de Mark, acompanhamos toda a sua luta para se livrar do persistente azar, e assim sobreviver ao desconhecido planeta. Para ele, qualquer item é importante, e tudo é reaproveitado para conseguir uma comunicação, ou até mesmo para ajudar na plantação.

Além de acompanhar Mark “MacGyver” em sua luta pela sobrevivência, acompanhamos as pessoas que estão fazendo de tudo para conseguir resgatar Mark, mesmo que isso seja com base em muita pesquisa, deliberação e testes.

O autor traz um enorme embasamento científico em cada escolha de Mark ou da NASA, criando um suspense inesquecível e divertido, com um personagem irônico com um humor sem igual. O livro já garantiu uma adaptação para o cinema, e está nas mãos de Ridley Scott, que será estralado por Matt Damon. Com certeza vou conferir esse filme no cinema! Se está procurando um livro inovador, que fuja do que está acostumado, leia Perdido em Marte, tenho certeza que se surpreenderá.

Nota:



2 comentários:

  1. Eu adoro livros espaciais... esse sempre foi um dos livros que gostaria de ter lido e ainda não o fiz. Próxima compra? Sim, claro! A sinopse e intrigante e pelo que posso ver, cumpriu exatamente sua "função".




    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  2. Oi Carla, li este livro em dezembro e gostei. Mark é de uma força e inteligência que me conquistou, outra pessoa no lugar teria desistido fácil. Tudo bem que teve coisas que achei bem surreal, mas faz parte do show, e assim como você quero ver nas telonas.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir

 
Google+