1

[Resenha] Vermelho como Sangue

em quinta-feira, 22 de janeiro de 2015
Vermelho como Sangue
Trilogia Branca de Neve – vol. 01
Salla Simukka
Editora Novo Conceito
240 páginas

Vermelho como Sangue escrito por Salla Simukka é o primeiro volume da Trilogia Branca de Neve, que inspira seus enredos nos contos de fadas. Mas para aqueles que pensam que encontram uma releitura dos clássicos, não se enganem, não é isso que a autora propõe.

No congelante inverno do Ártico, Lumikki Andersson (que significa Branca de Neve em finlandês) encontra uma incrível quantidade de notas manchadas de vermelho, ainda úmidas, penduradas para secar no laboratório de fotografia da escola. Cédulas respingadas de sangue.

Aos 17 anos, Lumikki vive sozinha, longe de seus pais e do passado que deixou para trás. Algo aconteceu no passado, e Lumikki não conta isso para ninguém. Em uma conceituada escola de arte, ela se concentra nos estudos, alheia aos flashes, à fofoca e às festinhas dominadas pelos garotos e garotas perfeitos.


Depois que se envolve sem querer no caso das cédulas sujas de sangue, Lumikki é arrastada por um turbilhão de eventos. Eventos que se mostram cada vez mais ameaçadores quando as provas apontam para policiais corruptos e para um traficante perigoso, conhecido pela brutalidade com que conduz os seus negócios.

Lumikki perde o controle sobre o mundo em que vive e descobre que esteve cega diante das forças que a puxavam para o fundo. Ela descobre também que o tempo está se esgotando. Quando o sangue mancha a neve, talvez seja tarde demais para salvar seus amigos. Ou a si mesma.


O destaque para o livro está na narrativa ágil da autora, que junto aos capítulos curtos e a descrição na narrativa, contribuem para um enredo enxuto e sem enrolações. Por mais que seja um livro com adolescentes, a autora fugiu dos dramas e construiu uma personagem forte, que não se deixa envolver em alguns futilidades.

O enredo traz suspense e mistério na medida exata para os leitores que estão iniciando a se aventura no gênero. O mistério não é resolvido facilmente, e com uma reviravolta na trama, faz com que o leitor fique empolgado durante a leitura, não querendo para-la.

Mesmo sendo o primeiro volume de uma tirlogia, o livro tem um encerramento, o que me levou a questionar o motivo de mais livros da trama. Agora é esperar para ver o que o segundo volume reserva para os leitores.

Nota:



Um comentário:

  1. Confesso ter começado a ler esse livro e fiquei um pouco desmotivada. Deixei ele pra outra oportunidade. Suas experiências foram bem próximas das minhas. Tentarei ler inteiro dessa vez. :D


    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir

 
Google+