3

[Resenha] Eva

em quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015
Eva
Trilogia Eva – vol. 01
Anna Carey
Galera Record
288 páginas

Eva escrito por Anna Carey é o primeiro volume da trilogia de mesmo nome, que traz um enredo distópico onde os homens e mulheres seguem separados na sociedade, após a população ser dizimada por um vírus.

No futuro, uma praga mortal aniquilou a população da terra. Homens e mulheres seguem segregados. Os meninos são mandados para campos de trabalho forçado. As meninas, para Escolas onde aprendem uma profissão chave na reconstrução mundial.

Mas as aparências enganam...

E Eva está prestes a descobrir que a verdade pode ser muito mais terrível do que o vírus que varreu seu país. Está prestes a descobrir que seu futuro pode ser mais parecido com a da primeira mulher a levar seu nome...

As jovens após completar a formação, são trancafiadas em um hospital, onde através de um processo artificial, elas ficam grávidas, tendo uma gestação seguida da outra, para que possam voltar a povoar a nova América.

Elas são criadas sem conhecer esse destino, e acreditam que todos os homens são maus, assim como não podem se aventurar, já que o desconhecido é perigoso e mortal. Mas quando Eva descobre esse terrível destino, ela foge da Escola, procurando pela única garota que lhe contou a verdade, Arden.

Os órfãos são tratados como objetos pelo novo governo. Os garotos são tratados como escravos, sem o direito a educação ou a condições melhores. As garotas são criadas para temer os homens, sem saber do destino de ter gestações seguidas para povoar um novo país.

Com o misto de aventura e suspense, em um mundo distópico, onde os ambos os sexos se temem, acompanhamos Eva em sua busca para encontrar um lugar seguro, ao mesmo tempo em que em descobre as verdades de um mundo desconhecido. A narrativa da autora é fluída, e o livro não traz enrolações nos acontecimentos. A autora não se prende a detalhar muito sobre o passado, e as revelações acontecem gradativamente durante a narrativa.

Mesmo em sua ingenuidade, Eva é uma personagem forte, decidida, que fará de tudo para proteger as pessoas que se importa. Como cresceu acreditando que o sexo masculino era perigoso, ela não identifica os sentimentos que nutre por Caleb. O romance é conciso, leve e não é o foco da trama. A autora se preocupa em mostrar a situação dos jovens, quais os perigos que estão enfrentando e ainda terão que ultrapassar.


A leitura é rápida, instiga o leitor a acompanhar uma protagonista descobrindo um mundo onde conheceu através de mentiras, assim como seu amadurecimento no relacionamento com outras pessoas. Eva inicia uma trilogia que tem muito a render e a atrair o público jovem que gosta de enredos distópicos, com romance, aventura e mistério.

Nota:



3 comentários:

  1. Gostei bastante. Parece ser um livro muito interessante. Acho que vai ser uma boa leitura. Já adicionei ele a minha lista de compras. Parabéns pela postagem.

    Abraços.

    http://obrasdeumjovemescritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Confesso que, com a capa do livro, eu esperava tudo, menos uma distopia hahahaha Mas depois de ler a tua resenha, fiquei com muita vontade de ler o livro, ainda mais porque o segundo volume sairá agora. Achei a trama bem diferente, inusitada e muito original. Como sou fã do gênero, estou sempre procurando histórias que me prendam e chamem atenção, como foi o caso dessa. Intenso e cheio de reviravoltas, o enredo me cativou e despertou interesse, e a capa do livro é linda!

    ResponderExcluir
  3. A capa é muito linda, mas eu tenho uma certa resistência com distopias, porém, de tanto se falar no gênero, acho que terei que experimentar uma hora destas, hehe.

    Um beijo, Vanessa Meiser

    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    https://www.facebook.com/BlogDoBalaio

    ResponderExcluir

 
Google+