13

[Resenha] No início não havia Bob

em sexta-feira, 24 de julho de 2015
No início não havia Bob
Meg Rosoff
240 páginas
Galera Record

No início não havia Bob escrito por Meg Rosoff traz um história original, mas que falha em alguns momentos durantes a trama.

E se Deus fosse um adolescente?

Após ganhar a Terra num jogo de pôquer, a deusa Mona resolve delegar a seu filho, um insolente e mimado adolescente, o novo planeta. Bob, preguiçoso demais para gastar muito tempo com isso, cria tudo em seis dias e a partir daí joga todo o trabalho para cima de seu assistente, o frustrado Sr. B. Quando os problemas começam a aparecer, sobra para ele limpar a bagunça.

E Bob pouco se importa com o que acontece no planeta, mesmo com Sr. B. tentando fazer com que ele se importe com algo, Bob não liga para o que acontece com os humanos, ou com os desastres que ele não consegue conter.

E o fato de Bob ter criado os humanos à sua imagem e semelhança também não ajuda.
Mas em meio ao caos, Deus se apaixona por uma garota mortal: Lucy, uma jovem assistente em um zoológico. Lucy sonha com o amor perfeito, e aos olhos de Bob, ela é a personificação da perfeição. E a cada encontro a Terra é afetada pelos sentimentos de seu criador.

Dominado por desejos intensos, Bob começa a causar verdadeiras catástrofes em seu planeta. E como Deus é um adolescente, Bob começa causar as mais diversas e verdadeiras catástrofes em seu planeta. Será que o Sr. B. conseguirá salvar a Terra do seu Deus apaixonado?

Antes de começar a falar sobre a trama, preciso escrever aqui a minha admiração com a autora, por escrever uma história com um tema religioso, mas sem ofender ou denegrir qualquer imagem. Confesso que não consegui ligar a imagem descrita de Bob com o que penso de Deus, mas me recordei dos deuses gregos, cada um com sua vaidade e mesquinhez, sempre pensando em seu próprio prazer.

A narrativa é em terceira pessoa e o que no início foi algo prazeroso acompanhar o desenrolar dos acontecimentos através dos protagonistas, logo começou a tornar-se confuso, já que novos personagens foram introduzidos na trama sem qualquer explicação.

Outro ponto que desagradou é que o livro não tem um desfecho. Existe alguns detalhes que foram resolvidos, mas muitos outros foram deixados de lado. Assim como diversas tramas paralelas ganharam destaque, deixando a história principal de lado, sem qualquer desenvolvimento.


Em suma, No início não havia Bob é uma história ousada, onde a autora iniciou a trama com maestria, mas que se perdeu no decorrer da história. Mesmo com deslizes na trama, a leitura torna-se divertida, já que não é todo dia que alguém é ousado e descreve deuses com tantos defeitos (risos).

Nota:



13 comentários:

  1. Ahhhh! Que maravilhoso esse livro! Me lembrou muito um que li e amei: Trabalhar no Paraíso Pode Ser Um Inferno, que trata Deus como uma pessoa cheia de defeitos e que está determinado a explodir a Terra! É bem interessante... não sou religiosa mas gosto de ler esse tipo de texto. :) gostei do livro e da resenha... entendo que não foi 100%, mas parece valer a pena. :3 beijos
    renatavarela.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Renata!
      Eu gostei bastante da narrativa, e não me importei com a forma que a autora descreveu o deus adolescente. O que me incomodou é que a autora perdeu o foco durante a história...
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  2. Realmente é uma proposta divertida e diferente do que sempre encontramos por ai.
    Acho quem decidir ler essa estória deve faze-lo com mente aberta e evitar fazer comparações com a Bíblia.
    Não sei se eu iria gostar, mas achei até meio engraçada a ideia da autora.

    Beijos
    ooutroladodaraposa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raissa!
      Realmente, alguns momentos do livro são diferentes, rs.
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  3. Também achei bastante ousado e diferente. O título foi o que mais me achou a atenção! A Sinopse também não fica de fora e a capa nem se fala, lindinha demais! Porém, pela sua resenha, não sei se gostaria de lê-lo, não.

    Beijos (:
    http://madrugadadeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fran!
      Não é um livro que vai agradar a todos...
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  4. Gostei da resenha Carla. Apesar de ser um livro interessante, esse lance de pontas soltas dentro da história me desanimou bastante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nessa!
      Nem me fale, isso desanima...
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  5. Quando eu vi esse livro na news da galera fiquei doida para pedir mas a sinopse era tão confusa que eu não quis me atrever. Agora lendo a resenha acho que fiz a coisa certa. Pelo jeito ele tem uma história até boa mas que não foi totalmente aproveitada. :/

    Beijos!
    http://www.prateleiracolorida.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia!
      Sim, não foi bem aproveitada...
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  6. Oi Carla!
    A capa desse livro é muito fofa, mas a história simplesmente não me atraiu. Me pareceu meio confusa!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sora!
      É uma pena que não fui conquistada totalmente...
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  7. Oi Carla!! estava morrendo de saudade de comentar aqui no blog, mas iniciei a faculdade e estou me organizando ainda com o trabalho/estudo! Mas em relação ao livro quando foi lançado fiquei bastante intrigada e curiosa para saber de como seria o desenrolar do livro, e confesso que fiquei com bastante duvida em relação ao meu interesse à ele. Creio que gostaria de ler, mas espero não ficar "perdida" nem decepcionada com o final! Beijos querida ♥

    ResponderExcluir

 
Google+