16

[Resenha] Tensão

em sexta-feira, 10 de julho de 2015
Tensão
Tensão – livro 01
Gail McHough
Editora Arqueiro
336 páginas

Tensão escrito por Gail McHough é a primeira parte da mini série de mesmo nome, onde acompanhamos o triângulo amoroso entre Emily, Dillon e Gavin, que tinha um enredo promissor, mas devido a falta de carisma da protagonista, a história fica a desejar.

Após a morte da mãe, a vida de Emily Cooper vira de cabeça para baixo. Ela precisa de um novo começo, e Dillon Parker, seu namorado, a convence a se mudar para mais perto dele a fim de passarem mais tempo juntos. Foi Dillon que a ajudou enquanto acompanhava todo o sofrimento da mãe, foi ele que estava ao lado, confortando-a e até mesmo oferecendo uma opção para mudar de vida. E Emily o ama por isso. 

Em Nova York, Emily arranja um emprego temporário como garçonete em um restaurante no centro de Manhattan. Ao sair para fazer uma entrega logo no primeiro dia de trabalho, ela esbarra em Gavin Blake, um empresário sexy e bem-sucedido. Assim que seus olhares se encontram, há uma tensão no ar, mas nenhum dos dois consegue entender ou explicar essa forte conexão. Atormentada, Emily tenta não pensar muito naquele desconhecido que mexeu tanto com ela.

E Gavin também se sentiu terrivelmente atraído por Emily, e todos os seus pensamentos são para a mulher que o conquistou no primeiro olhar.

Porém, ela descobre que Dillon e Gavin são amigos e que terá de conviver com ele muito mais do que poderia ter imaginado. Perdida em sentimentos confusos, Emily sente o desejo por Gavin crescer e se tornar mais ardente a cada vez que se encontram. Será que os dois vão resistir à tensão ou se entregar a essa paixão, apesar de todas as consequências?

Sei que muitos leitores já começaram a deixar de lado o exemplar quando na sinopse aparece que Emily sente-se atraída por Gavin, quando ainda está se relacionando com Dillon. Vamos com calma para explicar alguns dos detalhes, e deixar na mão do leitor a decisão de continuar ou não com a leitura.

No primeiro momento, Dillon aparenta ser o namorado perfeito que tudo faz para a mulher que ama e deseja de todas a formas se casar com Emily. Mas logo no começo, pode-se notar as rachaduras na perfeita máscara que Dillon usa diariamente. Ele é um homem opressivo, mantém um relacionamento abusivo com Emily, fazendo joguinhos mentais onde ela depende totalmente dele, e que ela precisa obedecer. Ele pouco se importa com as vontades dela, exibindo-a como um verdadeiro troféu.

E é nesse ponto que a protagonista não me conquistou. A autora quis passar que devido a uma perda no passado, Emily sente-se insegura em abandonar o homem com quem mantém um relacionamento abusivo. Ela não vê as traições, as mentiras, a violência que se esconde em Dillon, e cada vez mais que ela aceitava resignadamente as ordens do namorado, mais eu me irritava com a personagem que não mostrou sex-appeal nenhum para conquistar dois homens.

Gavin se apaixonava por Emily a primeira vista, e é apenas por este personagem que eu resisti bravamente até o final da leitura. Ele é incrivelmente sedutor, lindo, e não mede esforços para se aproximar de Emily, mesmo que seja apenas para ser um amigo. E eu entro em defesa agora do personagem de que ele não merece a Emily!! Ele come o pão que o diabo amassou na história, e mesmo assim, ela permanece indecisa quando é claro que o relacionamento atual não vai dar certo.

E antes que me pergunte, não acontece nada entre Gavin e Emily enquanto ela está com Dillon. A tensão do enredo está exatamente nos encontros furtivos, onde cada vez mais eles se apaixonam, mas existe um relacionamento que os impede de seguir em frente.

O enredo tem os momentos clichês, e o final chegou a ser previsível depois de alguns capítulos. Mesmo com a autora criando situações para emocionar o leitor, eu não consegui sentir nenhuma simpatia por Emily, e ela terá que fazer muito na segunda parte para que eu possa sentir algo por ela. Dillon é aquele típico personagem canalha que merece o pior final possível em um livro (risos). E quem salva o enredo, sem qualquer dúvida, é o Gavin, e o meu desejo de continuar a ler a série é por esse personagem.


Em suma, Tensão é em livro que tinha tudo para dar certo, mas devido a uma protagonista insossa, que não consegue fazer com o leitor sinta qualquer simpatia, faz com que o livro perca o seu brilho. Agora vamos aguardar mais alguns dias para ler a segunda parte, e ver se a mocinha consegue se redimir aos meus olhos (risos). 

Nota:



16 comentários:

  1. Oii...
    Não tive a oportunidade de ler esse livro ainda.
    Odeio quando o enredo tem uma protagonista desse jeito, hahahahaha, acaba me dando nos nervos.
    Tenha um bom final de semana.
    Beijinhos ;**

    Leitora Online

    Facebook | Instagram | Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, flor!
      Vamos ver se no segundo volume ela me convence kkkk
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  2. Oi!
    Acabei perdendo a vontade de ler o livro =/, gostei da resenha!
    Abraço
    Leitura Fora De Série

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Guilherme!
      Que pena...
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  3. Oi Carla!
    Esse é o problema com histórias de triângulos amorosos, né? Só por ser um clichê dos grandes já exige uma dose extra de realismo para convencer o leitor e não parece ter sido o caso desse livro. Ainda bem que teve o Gavin para salvar um pouco a sua leitura, rsrs
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariana!
      O mocinho salva a história ahahha
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  4. Oi
    Eu gostei bastante do livro, achei a história bem interessante, já estou com a continuação dele para ler e devo começar em breve. Espero que a protagonista esteja melhor e já tenha dado a volta por cima e que venha com mais personalidade, vamos ver...
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Renata!
      Estou na expectativa... ainda não desisti da história ahaha
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  5. Oi Carla!
    Homem abusivo não dá, fico com vontade de dar um tapa na cara... Não sei se leria esse livro, não gosto de mocinhas bobas e a protagonista desse livro pareceu ser assim.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sora!
      Nesse primeiro livro ela é muito bobinha kkk
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  6. Gostei da resenha Carla, mas acho que não leria o livro. Além do terrível triângulo amoroso, a mocinha me pareceu ser insossa demais e não curto este tipo de personagem. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nessa!
      Estou torcendo para gostar do próximo volume \o/
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  7. Esse livro poderia ser chamado "Como uma mocinha pode estragar um livro". Fala sério, né? A Emily é insuportável! O livro poderia ser muito legal se não fosse ela. Só o Gavin salva!

    bjs!

    Thaís:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thais!
      Né? Ohh personagem chata!
      Só o Gavin salva mesmo kkkk
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  8. Olá Carla,

    Esse livro foi super comentado e muitos gostaram, acho que essa é a primeira resenha negativa que leio dele, como não gosto do gênero não posso opinar muito......bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marco!
      Ahh que pena...
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir

 
Google+