8

[Resenha] O Cálice de Sangue

em domingo, 2 de agosto de 2015
O Cálice de Sangue
Crônicas do Rei Artur – vol. 03
M. K. Hume
Editora Record
515 páginas

O Cálice de Sangue escrito por M. K. Hume é o último livro da trilogia Crônicas do Rei Artur, onde acompanhamos o épico encerramento dessa história que me conquistou desde o primeiro volume.

Após governar o povo do ocidente por décadas como Alto Rei dos bretões, Artor deve se preparar para enfrentar seu mais perigoso inimigo: a morte. Agora um homem idoso, o rei da Britânia precisa encontrar formas de manter seu legado vivo junto a uma nova geração de nobres que não compartilha de seus princípios e ideais. Artor não tem herdeiros, a rainha Wenhaver não engravidou nenhuma vez, e devido à mesquinhez da imprudente mulher, a relação com ela é conturbada e estranha aos olhos de todos.

Artor teve diversos filhos bastardos enquanto se deitava com as criadas, mas nenhum pode ficar em seu lugar. Além de lidar com esse problema, Artor ainda precisa driblar as constantes traições da rainha, que pouco se importa com o que falam dela.

Os planos de Artor logo são ameaçados pela visita de um homem peculiar ao Tor de Cadbury: Modred, rei dos brigantes e sobrinho de Artor, filho bastardo de sua irmã Morgause. Charmoso e elegante, Modred se infiltra entre os membros da corte, plantando a semente da discórdia que ameaça lançar por terra todos os avanços conquistados pelo rei ao longo dos anos.

Enquanto isso, Gawayne, um dos mais leais cavaleiros de Artor, sucumbe à tentação e se submete aos prazeres de Miryll, a jovem senhora da ilha de Salinae Menor. Gawayne, porém, desconhece as verdadeiras intenções de sua nova amante.

Unindo-se aos pictos, uma tribo pagã que há muito tempo foi expulsa de suas terras, Miryll planeja encontrar um cálice com supostas propriedades divinas e, com ele, destronar Artor.

Desde que li o primeiro livro, fui conquistada pela narrativa de Hume onde trouxe a lendária história do Rei Artur sem a magia ou misticismo da lenda. Hume retratou a vida de um homem falho, imperfeito, mas de rara inteligência e percepção, que soube ouvir conselhos e confiar nas pessoas certas para enfrentar os mais diversos perigos. A narrativa é detalhista, onde é fácil imaginar que todos os fatos são reais, prendendo a atenção do leitor do começo ao fim.

É inegável a falta que faz de alguns personagens na história, como Targo e Myrddion, fiéis amigos de Artor, sempre prontos aconselhá-lo nos momentos mais difíceis. Novos personagens foram introduzidos nesse último volume, de suma importância para a conclusão da trilogia.

A edição da Editora Record está perfeita, onde encontramos além dos desenhos dos mapas das batalhas, assim  como um breve resumo dos personagens que já apareceram na história com alguns detalhes do passado, facilitando a leitura e relembrando os fatos acontecidos para o leitor.


A autora conseguiu concluir com maestria a trilogia, onde será difícil encontrar outra história que traga com a riqueza de detalhes a lenda do Rei Artur. Para os leitores apaixonados por tramas medievais, não podem deixar de conferir a Crônica do Rei Artur, tenho certeza que será conquistado por essa história.

Nota:



8 comentários:

  1. Uma história fascinante,ainda fico indignada com o quanto as pessoas gostam de trair! Muito boa a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcela!
      Essa trilogia é muito boa \o/
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  2. Oie,
    não conhecia o livro, mas gostei da premissa.
    Parece ser o estilo de livro que eu gostaria

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa!
      Você vai gostar ;)
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  3. Oi Carla,
    Eu gosto da lenda do Rei Arthur e achei a proposta da autora interessante, então acredito que iria gostar da trilogia.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marla!
      Menina, a trilogia é ótima!
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir
  4. Carla!
    Maravilhoso poder ler um livro que termina de forma a nos agradar e que não ficam pontas soltas.
    Sem contar que tudo que se relaciona ao Reino do Rei Arthur é sempre bem interessante.
    Adoro!

    “A alegria evita mil males e prolonga a vida.”(William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudy!
      Precisa ler essa trilogia urgente!
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir

 
Google+