4

[Resenha] A Rainha Normanda

em quinta-feira, 20 de agosto de 2015
A Rainha Normanda
Emma da Normandia – vol. 01
Patricia Bracewell
Editora Arqueiro
400 páginas

A Rainha Normanda escrito por Patricia Bracewell é o primeiro volume da trilogia Emma da Normandia, onde temos um romance que mescla fatos históricos com ficção, sobre uma mulher que governou em uma época entre o rei Arthur e rainha Elizabeth I.

Em 1002, Emma da Normandia, uma nobre de apenas 15 anos, atravessa o Mar Estreito para se casar. O homem destinado a ser seu marido é o poderoso rei da Inglaterra, Æthelred II, muito mais velho que ela e já pai de vários filhos. A primeira vez que ela o vê é à porta da catedral, no dia da cerimônia. Ela sabe que não é um relacionamento baseado em qualquer sentimento, e que precisará de toda aliança que conseguir para se manter no poder.

Assim, de uma hora para outra, Emma se torna parte de uma corte traiçoeira, presa a um marido temperamental e bruto, que não confia nela. Além disso, está cercada de enteados que se ressentem de sua presença e é obrigada a lidar com uma rival muito envolvente que cobiça tanto seu marido quanto sua coroa.

Determinada a vencer seus adversários, Emma forja alianças com pessoas influentes na corte e conquista a afeição do povo inglês. Mas o despertar de seu amor por um homem que não é seu marido e a iminente ameaça de uma invasão viking coloca em perigo sua posição como rainha e sua própria vida.

Desde que descobri sobre o lançamento, fiquei curiosa para ler o exemplar, pois adoro histórias baseadas em fatos reais mescladas com a ficção. E não me decepcionei com o livro. A narrativa da autora é descritiva, introduzindo o leitor em um mundo perigoso, onde cada aliança é muito importante para se manter vivo e no poder. E Emma é uma protagonista que o leitor fica inspirado em torcer.

Ela é inteligente, sagaz, determinada, ao mesmo tempo, leal, protetora, e faz de tudo para ajudar quem está ao seu lado. Ela sabe que precisa ser inteligente, e que toda informação que descobrir é útil para a sobrevivência, e usará de todos os meios para conseguir.

A autora não se prende a narrar apenas pelo ponto de vista de Emma, e podemos acompanhar a trama por diversos personagens, como o rei Æthelred, o primogênito do rei, Athelstan, e pela ambiciosa Elgiva, filha de um importante duque que não mede esforços para conseguir o que deseja.

O enredo é baseado em acontecimentos reais registrados na Crônica Anglo-saxã, onde a autora conduz o leitor por um período histórico fascinante e esquecido, no qual fantasmas vigiam os salões do poder, a mão de Deus está presente em cada ação e a morte é uma ameaça sempre à espreita.


Estou curiosa para conferir o segundo volume, pois os acontecimentos finais deixam o leitor na expectativa, imaginando quais serão os próximos perigos que Emma enfrentará. É um livro que indico a todos que apreciam romances históricos marcantes, com personagens fortes e inteligentes. Impossível não se ver envolvido nesse jogo de poder.

Nota:



4 comentários:

  1. Oi, Carla!
    Eu acho essa capa muito bonita. E o enredo parece não ficar atrás.
    Fiquei curiosa. Espero lê-lo em beve.
    Beijos

    www.construindoestante.com || Curta a fanpage
    Esse é o mês de aniversário do blog! Participe da Promoção e do Top Comentarista

    ResponderExcluir
  2. Oláá!
    Nossa, fiquei com muita vontade de ler esse livro, parece interessante.
    Achei essa capa linda demais.
    Beijos,
    http://masenstale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    O livro parece ser muito bom! espero gostar.
    Abraço!
    Leitura Fora De Série

    ResponderExcluir
  4. Carla!
    Gosto dos romances de época e quando ter protagonistas fortes e que não se deixam levar pelas adversidades da época, fico ainda mais empolgada para ler o livro.
    “A alegria evita mil males e prolonga a vida.”(William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir

 
Google+