2

[Resenha] A Ponte de Haven

em quarta-feira, 30 de setembro de 2015
A Ponte de Haven
Francine Rivers
432 páginas
Verus Editora

A Ponte de Haven escrito por Francine Rivers é um romance cristão que leva o leitor as mais diversas emoções do começo ao fim.

Hollywood, década de 50. Lena Scott é a estrela mais quente a chegar às telonas desde Marilyn Monroe. Poucos sabem que seu verdadeiro nome é Abra. Menos ainda sabem o preço que ela pagou para finalmente sentir que é alguém.

Para o pastor Ezekiel Freeman, Abra sempre será a menininha que roubou seu coração na noite em que ele a encontrou, recém-nascida, abandonada debaixo de uma ponte nos arredores de Haven. Zeke não queria sobrecarregar a esposa que tinha uma saúde frágil, mas não conseguiu se afastar do pequeno bebê que encontrou.

Ele e seu filho, Joshua, a observam crescer e se tornar uma mulher de beleza exótica. Após a morte da esposa e sem saber como criar Abra que ainda era uma criança, Zeke acaba deixando para um casal de amigos da comunidade que queria ter mais um filho. Mas essa atitude acaba abalando os sentimentos de Abra, que nunca mais se recuperou desse abandono.

Ezekiel sabe que as circunstâncias do nascimento de Abra deixaram cicatrizes profundas em seu coração, que a tornam vulnerável a um homem charmoso e persuasivo, o qual a atrai para o mundo glamoroso e superficial do cinema. Hollywood parece estar a um milhão de quilômetros de Haven, e a ingênua Abra aprende rapidamente o que se espera de uma garota ambiciosa e deslumbrada. Mas ela vai descobrir tarde demais que a fama chega a um preço terrível.

Abra queimou todas as pontes para obter exatamente o que achava que queria. Agora, o que ela mais quer é um caminho de volta para casa.

Joshua nunca viu Abra como uma irmã, e não percebeu quando realmente se apaixonou pela jovem. Após viver os horrores da guerra, Abra era a única com quem ele conseguia conversar, fortalecendo o laço de amizade que os uniam. Quando Abra foge, Joshua procura-a desesperadamente, mas aceita que não é o momento de encontrá-la.

Com uma narrativa envolvente, o leitor acompanha uma trama sobre tentação, graça, perdão e amor incondicional, que levará as mais diversas emoções.

Abra nunca se sentiu amada. Era conhecida como a criança que foi abandonada na ponte, e depois aos cinco anos, sofreu um novo abandono pela família adotiva. Ela não acreditava que poderia ser amada, e tentava ser perfeita para que os novos pais não a abandonassem também. E quando recebe a atenção de um lindo rapaz, não pensa duas vezes em fugir. E Abra sofre as mais diversas provações após essa escolha.

É inegável o talento da autora para trazer histórias de redenção, amor e perdão, sempre descrevendo situações que testam a fé de seus personagens. E eles sempre estão buscando Deus nos momentos mais difíceis, mesmo quando acham que estão sozinhos diante das dificuldades.


Com personagens imperfeitos, que erram, sofrem e choram como tantos, A ponte de Haven traz o conto da filha pródiga, com a história de Abra e a sua descoberta dos próprios sentimentos. É um livro maravilhoso, emocionante, que indico a todos os leitores que gostam de uma história bem contada e envolvente.

Nota:



2 comentários:

  1. Oi
    Não me lembro de ter lido algum romance cristão até hoje, mas gostei muito da sua impressão sobre esse livro.
    Espero ter a oportunidade de ler um dia!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rizia!
      Eu me surpreendi com esse livro, é muito bom
      Bjks!
      http://www.historias-semfim.com/

      Excluir

 
Google+