14

[Resenha] Cuidado com o Lado Sombrio da Força!

em quarta-feira, 16 de março de 2016
Olá, pessoal!

A resenha de hoje é por conta da Beta do Literatura de Mulherzinha, vamos conferir?

É o maior dos três livros desta série de novelizações da trilogia original de Star Wars. Gostei do jeito que o autor encontrou para narrar o desfecho da saga. Vamos ao que interessa: como ficou a adaptação de “O Retorno de Jedi”!

Cuidado com o lado sombrio da Força! – Tom Angleberger – Editora Seguinte
(Beware the Power of the Dark Side! – 2015)
Personagens: Luke, Leia, Han, Chewie, C-3PO, R2-D2, Lando, Rebeldes, Yoda, Ben Kenobi, Imperador, Darth Vader

Após resgatar Han de Jabba, o Hutt, havia chegado a hora do tudo ou nada. Os rebeldes prepararam um plano para atacar a Estrela da Morte que estava sendo reconstruída e era ainda mais avançada que a original que eles destruíram. Seria perigoso, seria arriscado e muitos poderiam não sobreviver. Mas era a única chance deles de acabar com o Império. Na verdade, uma isca lançada pelo Imperador que esperar matar dois coelhos com uma cajadada: aniquilar os rebeldes de uma vez por todas e capturar Luke Skywalker.

Comentários:

- O livro tem 74 capítulos e você nem percebe. Mas todos são curtos em uma narrativa ágil e, por vez ou outra, irônica e debochada das agruras, desventuras, bobagens e riscos vividos pelos heróis e da arrogância e das fraquezas dos integrantes do lado sombrio. Além disso, é o livro que tem mais ilustrações coloridas – particularmente, achei a do Yoda a campeã, o coroamento de todo o trabalho gráfico da série.

- A trama já começa a mil por hora, com os amigos reunidos para o resgate de Han Solo, ainda preso na carbonita e servindo de decoração na sala de Jabba, o Hutt, o maior criminoso das galáxias. A gente vai sendo apresentado ao plano aos poucos. E claro, não dá tããããããããããão certo como eles previram. São obrigado a improvisar muitas vezes. No fim das contas, Han é salvo, Leia demonstra mais uma vez que não é um rostinho bonito à espera de ser salva e bota pra quebrar.

- Com o time completo, Luke volta a Dagobah para um encontro com Yoda e Ben, onde ele faz novas descobertas sobre a própria história e confronta o mestre por causa de “pontos de vista sobre a verdade”. Ele revela a ambos o que pretende fazer. Os dois mestres não aconselham a repetir o mesmo erro deles.

- Então os rebeldes se reúnem para elaborar o ataque final. A partir de informações conseguidas por integrantes subornados do Império, eles descobriram onde a nova Estrela da Morte está sendo construída e definem como destruí-la novamente. É um daqueles planos onde há uma chance em zilhões em dar certo. No atual estágio, será tudo ou nada. E eles confiam nas habilidades e nas capacidades de cada um, na coragem, na esperança, na Força para que tudo dê certo. No entanto, tudo é armação do Imperador Palpatine, para acabar com os rebeldes e capturar Luke Skywalker. Se o jovem não aceitar ir para o lado sombrio, será morto. Ele quer quitar estas pendências para continuar a dominação da galáxia sem ser importunado.

- No fim das contas, nada sai como o planejado. Nem pelos Rebeldes, nem pelo Imperador. Em uma batalha cercada de reviravoltas, traições, improvisos, aliados inesperados, demonstrações de coragem que fazem a diferença. Quando tudo parece perdido, milagres acontecem – especialmente de quem menos se espera. É a lição deste livro – algo que Yoda e Ben disseram a Luke antes: o lado sombrio parece ser mais forte e mais fácil. Mesmo assim, não é e nunca será o certo. Portanto, não podemos desistir nem perder a esperança diante das dificuldades e dos contratempos ou os Palpatines da vida – que são ainda piores que os Darth Vaders – vencerão.

- Amei ler a série, gostei muito das saídas encontradas pelos autores, todos fãs declarados de Star Wars. Espero que depois reescrevam a segunda trilogia – transformando-as em algo de melhor compreensão. Os livros têm desenhos adequados ao clima narrado. Servem como uma excelente introdução para a turma que não teve a sorte de nascer e crescer entre os anos de 1970 e 1980, quando (aparentemente) os filmes eram mais originais que remakes. E para quem conhece, é fã ou ensandecidamente apaixonado pela saga, amplia o elo emocional com a jornada destes personagens. Tanto que, quando fechei o livro, posso jurar que ouvi a música que John Williams compôs para os créditos finais. Será que é manifestação da Força ou delírio de mente de cinéfila?

De qualquer forma, fica a dica e que a Força esteja com você!

As novelizações seguem a trilogia original do Star Wars e é composta pelos livros.
3. Cuidado com o lado sombrio da Força! – Beware the Power of the Dark Side! – Tom Angleberger Episódio VI




14 comentários:

  1. Gostei da resenha. Confesso que o livro não faz muito o meu gênero, mas parece ser uma ótima dica de leitura. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  2. Nossa, eu sou um E.T. quando o assunto é Star Wars, não sei quase nada sobre o assunto, só sei o que vi nos filmes quando era criança, depois acabei esquecendo e estou bem resistente à iniciar logo a minha aventura pelos livros...

    Beijo, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, só por se tratar de um livro sobre o universo Star Wars eu já me interessei, já que amo os filmes. Eu fiquei super interessada nesse livro e ainda não o conhecia, mas vou procurar saber mais dele e quem sabe, não leio e resenho também.
    bjus
    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Resenha maravilhosa, uma pena que não me atraio pelo tipo de leitura. Mas a dica está ótima, sua opinião por ele está incrível parabéns.

    Beijão

    ResponderExcluir
  5. Vou confessar que não entendo nada de Star Wars, sei alguns nomes Dart Vader (é assim?), Luke e para por aí meu conhecimentos... rsrsr
    Gostei da resenha, mas vou ter que deixar passar dessa vez.

    Beijos
    http://conchegodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ola
    Estou com muita vontade de iniciar a leitura dos livros de Star Wars, gostoi muito da proposta dessa série em especial, que foi transformar a série classica em algo mais ao gosto do publico de hoje.
    Beijos.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Ana Carla.
    Eu tenho vontade de ler os livros por causa dos filmes, que adoro. Infelizmente ainda não tenho nenhum livro da série. Adorei sua resenha.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Não entendo nada de Star Wars, nunca vi filme nem nada. Até hoje eu não sei porque ainda não li nada nem vi nada, sei que vou gostar haha1 Adorei a resenha!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Olá!!!
    Me junto com meus colegas acima e digo: não sei nada de stars wars!! hahaha
    mas, tenho muita vontade de ler e ver os filmes, tenho até um livro aqui que conta a trilogia, mas ainda nao li.
    abraços.

    ResponderExcluir
  10. Oi!!1

    Adorei a forma diferente que a Beta resenhou, pena que minha internet esta lerda e não consegui ver a capa. Enfim, não sou fã de Star Wars e não é algo que me atraia. Acho muito chato esse negócio do "lado sombrio da força" e ainda digo mais, só assisti aos filmes pq meu namorado é fã. Não onsigo, talvez ler seja diferente...... Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oiee

    Adorei!
    Eu tenho visto muitas resenhas de Star Wars, ainda não li nada mas a vontade está crescendo.
    Gostei dessa capa.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, ainda não li nada de Star Wars, mas tenho certa curiosidade, conheço muita gente apaixonada pela série.

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Querida, essa resenha é cópia. Hellou.

    ResponderExcluir

 
Google+