15

[Resenha] Mentiras Como o Amor

em sexta-feira, 15 de abril de 2016
Mentiras Como o Amor
Louisa Reid
473 páginas
Editora Novo Conceito

Mentiras Como o Amor escrito por Louisa Reid traz uma trama intensa onde nada é o que parece e a verdade nem sempre é a mais agradável para uma família.

Audrey sabe que sua mãe está certa quando tenta salvá-la de si mesma. Ela sabe que tem sido injusta, por isso precisa, por seu irmão mais novo e por sua mãe, seguir em frente. Audrey tenta manter todos felizes. Juntos, eles estão em busca de dias melhores.

Audrey está passando por uma depressão, e através da insistência da mãe, ela toma os remédios e visita especialistas frequentemente, tudo para manter a Coisa afastada. A mãe de Audrey, à sua maneira, tenta ajudar a filha a controlar a doença para que ela possa encontrar um recomeço seguro.

Então Audrey conhece Leo, mas ele torna a vida dela realmente complicada, pois essa amizade faz com que ela deseje ousar ser ela mesma, enfrentar a vida.

Agora, Audrey precisará decidir: cuidar de sua família especialmente de seu irmão ou continuar sonhando com a vida que tanto deseja? 


Leo é aquele sopro de esperança que Audrey precisava para sua vida. Ele faz com que ela se sinta segura, e ao lado dele, ela começa a realmente se sentir uma garota normal. Ela não tem medo, e até mesmo ousa em sonhar em ser feliz.

Mas sua mãe insiste que ele não é uma boa influencia, que Audrey é frágil e não pode se envolver. E que esse relacionamento pode prejudicar a pouca recuperação que ela conquistou.

Essa é uma das resenhas mais difíceis de escrever, pois qualquer detalhe pode interferir nas emoções dos leitores durante os acontecimentos do livro. No primeiro momento, imaginamos que Audrey sofre de depressão, e que está aos poucos conseguindo se recuperar. Mas a medida que diversos acontecimentos surgem no decorrer da história, assim como temos mais conhecimento sobre cada um dos personagens, começamos a nos questionar a verdade por trás da doença de Audrey, e essa verdade não é nada do que podemos imaginar.

O livro é intenso, daqueles que deixa o leitor com uma sensação de abandono, devido a fragilidade no relacionamento da família de Audrey. Confesso que antes de ser revelado o verdadeiro mistério da trama, eu estava suspeitando de algumas atitudes de determinado personagem. E quando foi confirmado, fiquei ainda mais estarrecida.


A narrativa da autora é envolvente, e mesmo com um assunto intenso, é um daqueles livros em que você não consegue mais largar. Mentiras Como o Amor é um livro para ser lido por todos aqueles que adoram um romance com drama, onde depois que começa, não tem como mais parar. 

Nota:


15 comentários:

  1. Oi Carla, eu achei essa capa linda 3 pelo visto a história também deve ser. E como eu adoro um bom romance com dramas acho que é o título perfeito para mim. Essa questão de fragilidade é mesmo bem intensa, além de todas as emoções que devem ser repassadas.
    Beijos, Fer ♡♡♡

    ResponderExcluir
  2. Oi Carla, ainda não conhecia o livro e achei a capa muito linda. Fiquei curiosa com as coisas que você não disse na resenha, com medo de interferir na nossa opinião, isso aguçou minha curiosidade para conferir a obra.
    valeu pela dica.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Carla!
    Eu conhecia o livro só pela capa, mas não sabia do que tratava a história. Estou me recuperando agora de um livro com um enredo bem intenso sobre depressão e como gostei muito dele fiquei curiosa sobre Mentiras como o amor. Saber que o livro ainda envolve certo ar de mistério me deixa com mais vontade ainda de ler!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá Carla,
    Esse livro me pareceu viciante. Gostei muito da sua resenha. Essa questão da depressão é bastante complexa e acho que foi bem trabalhada no livro.
    A única coisa que não me agradou foi o fato de a mãe falar que ela é frágil, pois acho que não é o que ela precisa no momento, enfim.
    Pretendo ler o livro para formar uma opinião.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  5. Oiie,

    que capa mais linda, essa coisa de depressão é bem complicado! E pela resenha já senti bem tensa e com vontade de ler, gosto desses tipos de livros, romance com mistério, é realmente o meu estilo, espero ler e sentir as emoções.

    beijos
    http://apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Quando vi esse livro nos lançamentos da editora eu fiquei muito interessada nele e ao ler a sua resenha, meu interesse só aumentou. Acho que deve ser uma leitura difícil na maioria dos momentos, mas ainda assim viciante (como você falou). Eu acho que tudo vai dar certo e eles vão ficar juntos no final, mas o título já é bem sugestivo para o contrário. Gostei da sua resenha, deixou a curiosidade no ar para toda a trama.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Carla
    Esse livro parece mesmo ser intenso. Gostei de saber que é fluido apesar disso. Na verdade sempre acho leituras mais tensas, mais envolventes. Adorei saber sua opinião, e ainda pretendo ler. Amo essa capa e sinopse.
    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Acho a capa desse livro tão linda ♥ É uma pena que ele não tenha te conquistado 100%, mas deu para perceber que você gostou da leitura mesmo assim. Fiquei curiosa agora para lê-lo, não imaginava que ele era tão intenso e envolvente, imagino que seja uma caixinha de surpresas. Com certeza vou querer ler ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi *--*

    Desde que vi esse livro nos lançamentos da editora que fiquei doida para ler. Adoro livros com esse tema mais pesado e creio que a autora conseguiu passar isso muito bem já que você sentiu tudo através das páginas. Espero em breve poder ler e adorei sua resenha como sempre está espetacular.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi!!

    Sua resenha está ótima, parabéns! Não conseguiu formar uma opinião sobre esse livro, essa é a primeira resenha que leio, entretanto ele não me cativou e nem deixou de impressionar. QUe lema em? Gosto de dramas, mas sempre dou um tempo para ler, não consigo ler um em cima do outro, se não aja lágrimas. Enfim, acho que esse laço de fragilidade da família Audrey infelizmente é o retrato de boa parte das famílias brasileiras. Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá!! :)

    Ainda bem que gostaste assim do livro! :) Adoro livros que nos prendam do incio ao fim e que tenham uma narrativa bem envolvente! :)

    Tambem acho fantastico, calro, quando ele te deixa com os sentimentos a flor da pele, num turbilhao de emocoes, ate aquela sensacao de abandono que falaste, por causa da familia de Audry :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Eu fiquei apaixonada por esse livro quando o vi, mas não tinha lido nada sobre ele ainda, por isso fiquei bem animada com sua resenha. Adoro dramas e pela premissa desse livro eu seria conquistada facilmente, além disso fiquei muito curiosa para saber sobre a doença da personagem e tudo o mais.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  13. Achei a trama bem envolvente, sem falar que passei a admirar a mãe dessa garota, Leo parece um bom garoto mesmo complicando a fica da protagonista.

    ResponderExcluir
  14. Oi Carla, sabe que eu já tinha visto resenhas desse livro por aí mas nunca tinha me interessa de fato por ele, e ver a sua resenha agora mudou minha opinião. Parece sim uma leitura ótima e eu que adoro um bom drama e um bom romance já me deixou super curiosa. Com certeza estou querendo ele!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  15. Olá, Carla.
    Sou suspeita pra falar de livros de drama, pois o gênero sempre me fascina. Gostei bastante da premissa desse livro e se encontrá-lo, não vou hesitar em comprar.
    Fiquei mega curiosa pra saber o que esse determinado personagem fez que provocou tudo isso na protagonista.

    ~Cass

    ResponderExcluir

 
Google+