1

[Resenha] Você sem lembra de mim?

em sexta-feira, 15 de julho de 2016
Você se lembra de mim?
Megan Maxwell
496 páginas
Editora Essência

Você se lembra de Mim? escrito por Megan Maxwell é um dos livros mais emocionantes que li da autora, onde não temos a parte erótica, mas uma linda história de amor.

Alana é uma mulher independente que não acredita no amor e tem na profissão sua única razão de viver. Jornalista freelancer, é enviada a Nova York para escrever uma reportagem sobre a metrópole, onde conhece o atraente Joel Parker.

Quando ela descobre que aquele homem bonito e sedutor que tem lhe feito companhia nos últimos dias é um militar, como seu pai uma lembrança que ainda a assombra, a jornalista desaparece sem deixar vestígios.

Apesar de resoluta em sua vontade de se afastar do capitão da Marinha americana para não repetir a história de sofrimento de sua mãe, ela não conseguirá aplacar o desejo de seu coração por Parker.

Quem vencerá essa disputa entre razão e emoção? O passado de sua mãe irá assombrá-la ainda mais ou irá ajudá-la a esclarecer muitas questões mal resolvidas?

A história é dividida em duas partes, onde a primeira é a história de Carmen e Teddy na década de 60, pais da protagonista. E a segunda é por conta de Alana e Joel, no tempo presente.

De forma romanceada, a história de Carmen é Teddy é a verdadeira história da mãe de Megan. Logo no inicio, a autora explica esse desejo de contar a história de sua mãe, evidenciando o quanto ela foi uma guerreira devido as dificuldades que precisou enfrentar. E a história é linda, onde acompanhamos todas a dificuldades da mulher que precisa trabalhar, mas ainda sofre muitas dificuldades para ganhar seu espaço.

A história de Alana já é a ficção, o romance que tanto ansiamos e queremos ver escrito por Megan. Como característica da narrativa da autora, sua protagonista é forte, determinada, feminina, que sabe o que quer. Mesmo temendo sofrer o mesmo que a mãe, Alana é uma mulher que quer se arriscar e ver até onde vai dar esse romance com Joel.


Confesso que me emocionei em vários momentos nessa trama com a história de Carmen, com a amizade dela e suas amigas, assim como a determinação de Alana e seu desejo de saber mais sobre o seu passado. Foi uma história bela, com mulheres que foram e são verdadeiras guerreiras. Um livro emocionante, que tenho certeza que tocará o coração de muitos.

Nota:



Um comentário:

  1. Não conhecia, mas a história parece ser bem bonita. Infelizmente nunca li nada desta autora. Achei que a capa parece livro da Editora Charme. ')

    bjs!

    Thaís

    ResponderExcluir

 
Google+