15

[Resenha] Amante Eterno

em terça-feira, 9 de agosto de 2016
Amante Eterno
Irmandade da Adaga Negra- vol. 02
J. R. Ward
Universo dos Livros
448 paginas

Amante Eterno escrito por J. R. Ward é o segundo volume da série Irmandade da Adaga Negra, onde traz uma um romance sobrenatural com vampiros. Como coloquei como meta ler essa série ainda esse ano, estou acrescentando os volumes a minha lista de livro. E posso dizer que esse segundo volume, me conquistou ainda mais.

Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre vampiros e seus carrascos. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça.

Possuído por uma besta letal, Rhage é o membro mais perigoso da Irmandade da Adaga Negra. Dentro da Irmandade, Rhage é o vampiro de apetites mais vorazes. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir, baseado em seus instintos, e o amante mais voraz, porque em seu interior arde uma feroz maldição lançada pela Virgem Escriba.

Rhage sustenta a imagem de um conquistador inconsequente, que importa-se apenas com o sexo e nada. Chamado de Hollywood devido a sua extrema beleza, Rhage sempre está com um sorriso no rosto, e provocando alguém. Mas quando a besta é libertada, Rhage sente-se muito mal, sofrendo silenciosamente pela maldição que precisa suportar. Rhage teme constantemente que o dragão dentro de si seja liberado, convertendo-o num perigo para todos à sua volta.

Mary Luce, uma sobrevivente de muitas adversidades, entra de maneira involuntária no universo dos vampiros, contando apenas com a proteção de Rhage.

Mary perdeu a mãe para o câncer, já sobreviveu a uma batalha também para o câncer, mas vê que não conseguirá vencer uma segunda. Ela sente que a doença está voltando, e começa a perder as esperanças de sobreviver. Mary trabalha como voluntária em um centro de apoio de pessoas que pensam em se suicidar. Ela ouve seus lamentos, e atenta ajudá-los na medida do possível. É onde ela conhece John Mathews, um jovem mudo que não sabe de seu lado vampiro.

Através de sua amiga Bella (uma vampira da aristocracia), Mary leva John para a Irmandade, sem saber sobre a verdade sobre eles. Para ela, o lugar era apenas um centro de treinamento que ajudaria John.

Quando ela conhece Rhage, ela se sente atraída, mas não quer colocar esperança em qualquer relacionamento, pois é praticamente impossível que alguém tão normal como ela, chame a atenção de alguém tão sexy e lindo como Rhage. Concentrada em combater a sua própria maldição, potencialmente mortal, Mary não está buscando o amor e perdeu sua fé em milagres tempos atrás. Mas quando a intensa atração animal de Rhage se transforma em algo mais emocional, ele sabe que Mary precisa ser sua e de mais ninguém. E enquanto os inimigos fecham o cerco, Mary luta desesperadamente para alcançar a vida eterna com aquele que ama...

Estou cada vez mais apaixonada por essa série, onde cada livro me surpreende ainda mais. A narrativa da autora é extremamente envolvente, e como não foca apenas no casal principal do livro, podemos acompanhar toda a batalha interna de cada um dos membros da Irmandade, assim como da guerra que se desenrola em Caldwell.

Rhage sustenta aquela imagem de sedutor, mas no fundo se sente solitário com a maldição, sempre temendo perder o controle perto dos irmãos e assim machucá-los. Utiliza do sexo para acalmar a besta, e quando isso não resolve, ele precisa lutar para extravasar a energia que se acumula. Quando conhece Mary, ele tenta fazer de tudo para agradá-la, e é um tormento para ele perceber o quanto ela resiste à paixão que nasce entre eles.

Mary não é indiferente aos sentimentos, mas não quer ver Rhage sofrer com a sua doença. Ela tenta mantê-lo afastado, mas ele é o único que consegue protegê-la, e manter um pouco da sanidade que ainda resta diante de tantas perdas. E é fofo ver Rhage se apaixonando, ao mesmo tempo, que tenta conquistar Mary. Impossível não se envolver com o romance dos dois, e torcer por um final feliz para eles. Sei que é claro que os dois ficarão juntos, mas são tantos empecilhos que você começa a duvidar em várias partes do livro.


E ainda temos um pouco do próximo casal que será explorado no próximo volume, Zhadist e Bela, e já estou me preparando para muita emoção. Pois se o que temos nesse volume é apenas uma ponta de está por vir, o terceiro volume será intenso. Em suma, Amante Eterno confirma a maestria da série, trazendo um casal marcante, em situações intensas. Impossível não se apaixonar por essa série.

Nota:



15 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Aiiiii Carlaaaa esse livro...
    Como Eu amo o Rhage!!
    Já li a série inteira e esse é o melhor de todos para mim. Amei a sua resenha e tenho certeza que você vai adorar o próximo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Aiiiii Carlaaaa esse livro...
    Como Eu amo o Rhage!!
    Já li a série inteira e esse é o melhor de todos para mim. Amei a sua resenha e tenho certeza que você vai adorar o próximo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oiii Carla, como vai?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou muito meu interesse, mas fico feliz em ver o quanto a tua resenha está maravilhosa e saber a sua opinião, mas pularei a dica.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oi, mesmo amando livros que envolvem vampiros e o sobrenatural, o livro em si não conseguiu despertar a minha atenção, e a série em si, não conseguiu despertar o meu interesse, por ser longa e ter uma pegada hot, algo que não me atrai, por isso, deixo passar a dica.
    bjus

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Tudo bom?
    Sou fã da Irmandade! Apesar de estar atrasada na serie (parei em Amante Finalmente), sempre fui complemente viciada nas palavras da Ward.
    Amante Eterno é um dos meus favoritos da série, o Rhage é maravilhoso, e a historia dele com a Mary tanto quebra como aquece o meu coração.
    Adorei sua resenha, foi exatamente como eu me senti ao ler o livro!
    Bjos

    Every Little Book

    ResponderExcluir
  7. Ai como eu amo esse livro ♥
    Sem palavras, faz tempo que o li e só de ler sua resenha bateu uma saudade da IAN, preciso criar vergonha na cara e continuar a leitura dos demais guerreiros, pois só li os 3 primeiros da serie... rsrs

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Estou louca para ler a série, mas ai eu precisaria parar de viver para conseguir terminá-la kkkk
    Não iria querer ir trabalhar nem fazer mais nada por isso estou adiando até as férias kkkk
    Adorei a resenha e só me deu mais vontade de ler!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Eu sou louca pra ler essa série mas sempre desanimo por causa da quantidade extensa de livros. Ainda assim a mantenho na minha lista de desejados, por que eu não resisto a uma boa história de vampiros e, pela sua resenha, essa parece ser ótima!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oie
    muito legal sua resenha e que bom que a leitura te agradou tanto, não sou fã desse tipo de leitura mas quem sabe eu indique a alguns amigos

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Já ouvi falar dessa série, tanto que participo de um grupo no whats sobre essa obra. Já está mais que na hora de ler e apreciar essa obra. Adorei sua resenha, você deixou o leitor com um gostinho de ler esse livro pra agora rs.

    ResponderExcluir
  12. Olha, IAN (Irmandade da Adaga Negra), é simplesmente sensacional! Estou no 5º livro e a vontade é parar de viver e ler todos até o final. Ano que vem ou finalzinho desse vai lançar A Besta. É Muita emoção!! =) <3
    Fico muito feliz que você tenha gostado da série!!! Parabéns ela resenha.

    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Comecei a ler o primeiro livro a poucos dias e estou amando a história. Estava com saudades de uma boa trama de vampiros e foi exatamente isso que encontrei, em breve vou iniciar o segundo volume também.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?
    AMOOOOO IAN!!!
    Não tem serie melhor de vampiros do que essa!
    Eu ja li ate o sexto, mas pretendo voltar e reler tudo pra ir ate o final.
    O segundo livro é dos meus preferidos!! Rhage é sofrido, mas impossivel de nao amar.
    A Mary gostei mto dela tb, nada de chatice q vemos por ai.
    Amo e recomendo.
    Beijos!

    Livros e Sushi • Facebook InstagramTwitter

    ResponderExcluir
  15. Eu ainda não conhecia essa série e achei o enredo envolvente. Gostei de conhecer um pouco dessa história através de sua resenha e fiquei bem curiosa para começar a acompanhar.

    ResponderExcluir

 
Google+