0

[Resenha] O Livro de Memórias

em segunda-feira, 29 de agosto de 2016
O Livro de Memórias
Lara Avery
392 Páginas
Editora Seguinte

O Livro de Memórias escrito por Lara Avery traz uma delicada história sobre uma jovem com uma doença rara, que resolve iniciar a escrever sobre os acontecimentos presentes, para que possa se lembrar no futuro. Ela não se importa com os aspectos físicos da doença, mas como é ambiciosa e sabe que precisa da sua inteligência para alcançar tudo o que sempre sonhou, ela decide escrever tudo o que lhe acontece no cotidiano para conseguir se lembrar e seguir com os seus planos.

Sammie sempre teve um plano: se formar no ensino médio como a melhor aluna da classe e sair da cidade pequena onde mora o mais rápido possível. Ela é estudiosa, uma das melhores no grupo de debate, e está fazendo de tudo para conseguir ir para a melhor universidade que escolheu. E nada vai ficar em seu caminho — nem mesmo uma rara doença genética que aos poucos vai apagar sua memória e acabar com sua saúde física.

Ela só precisa de um novo plano, e é exatamente isso que ela resolve fazer, sem reclamar da situação em que se encontra.

É assim que Sammie começa a escrever o livro de memórias: anotações para ela mesma poder ler no futuro e jamais esquecer. Não é um diário. São anotações do que aconteceu durante o dia, mensagens para a Sammie do futuro, para que ela se lembre de quem era no passado. Do que gostava de fazer, seus sonhos, ambições, paixões. Uma forma que ela descobriu para não ficar perdida, e quando a memória lhe faltasse, teria o registro naquele arquivo de texto do computador.

Ali, Sammie registra cada detalhe de seu primeiro encontro perfeito com Stuart, um jovem escritor por quem sempre foi apaixonada, e admite o quanto sente falta de Cooper, seu melhor amigo de infância de quem acabou se afastando. Porém, mesmo com esse registro diário, manter suas lembranças e conquistar seus sonhos pode ser mais difícil do que ela esperava.

Ela sentiu alguns dos sintomas da doença, mas como ainda não se manifestou, ela duvida se realmente está doente. Com isso, Sammie não procura contar sobre essa condição para ninguém, apenas para a professora que ela precisa de uma extensão no prazo para entrega do trabalho. Até que um dia, após uma consulta, Cooper a vê chorando na igreja, e resolve questioná-la sobre o que está acontecendo. E Sammie resolve confidenciar o que está acontecendo. Assim, sem esperar, Cooper se reaproxima de Sammie.

Entre situações do cotidiano, da sua luta diária para não se deixar abater e na sua esperança de conseguir ir para a faculdade, o leitor conhece mais da personalidade marcante e decidida de Sammie, que mesmo diante de uma doença rara e cruel, não se deixou abater.

O que eu gostei da protagonista foram de suas ações, onde mesmo sabendo o que lhe aconteceria no futuro, ela não deixou de viver. Continuou a seguir a vida, estudando, se esforçando e sempre acreditando que era possível realizar tudo o que planejou. Essa atitude otimista é inspiradora, leva o leitor a refletir sobre a vida, em suas ações, o quanto reclamamos por coisas banais, ou até mesmo desistimos de algo por pensar que aquilo é impossível. A história traz muito mais que apenas o relato da doença de Sammie, mas sim uma história de otimismo, inspiração e transformação. E Sammie não é a única que amadurecerá durante a história, assim como a sua família, amigos e seu interesse amoroso também participarão dessa mudança.

O Livro de Memórias é aquele livro sensível, emocionante com uma narrativa, impar, envolvente e fluida, onde é impossível parar. Com certeza, traz uma história que modificará o interior de muitos leitores. 

Nota:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Google+