19

[Resenha] Trilogia Reasonable Doubt

em segunda-feira, 19 de setembro de 2016
Uma noite e nada mais - vol. 01
Ela nunca será minha - vol. 02
Eu deveria ter confiado em você - vol. 03
Trilogia Reasonable Doubt
Whitney G.
Editora Universo dos Livros

Uma noite e nada mais, Ela Nunca será minha e Eu deveria ter confiado em você são os três títulos da trilogia Reasonable Doubt escrito por Whitney G., que traz uma romance erótico recheado de drama e momentos de tensão. Eu pensei em fazer essa resenha de forma separada, mas após ler os três livros em sequencia, percebi que era impossível.


Na trama, a autora mistura os mundos do Direito e da dança em uma narrativa apaixonante e erótica que vai fazer o leitor rir, chorar e querer (sempre) um pouco mais.

Andrew Hamilton é um advogado extraordinário que só se envolve com mulheres que conhece pela internet. Sua astúcia e beleza, porém, preservam um segredo do passado – aquilo que fez dele o homem que hoje é. Seu lema com as mulheres é simples e direto: “Uma noite e nada mais”. Até o dia em que uma mulher especial entra em sua vida, fazendo-o rever suas convicções sobre relacionamentos e virando seu mundo de pernas para o ar...

Ele não suporta qualquer tipo de mentira, e quando nota que a mulher que conheceu pela internet mentiu por qualquer coisa, como a cor dos cabelos, ele logo a dispensa. Andrew não revela o seu passado, e como foi ferido por algo ou alguém, não confia em nenhuma mulher mais.

Até que começa a conversar em um chat com a Alyssa, uma jovem advogada que insiste em não querer conhecê-lo pessoalmente. Eles conversam todos os dias por telefone, já fizeram sexo através dele, e estão terrivelmente atraídos, mas ela não quer se encontrar, o que chama ainda mais a atenção de Andrew.

Até que um dia, ele conhece pessoalmente Alyssa e descobre o que ela realmente esconde.

Esse é um pouco da história no primeiro volume, e não se preocupem que não vou me estender muito na descrição para não estragar a emoção da leitura. Como os dois primeiros volumes contem poucas páginas, a leitura flui com rapidez, e os detalhes podem estragar cada uma das descobertas.

No primeiro instante, confesso que fiquei com raiva de Andrew, pois ele queria sexo e nada mais. Era sexo, e mais sexo, sem qualquer sentimento envolvido. Mas aos poucos, vamos vendo cada uma das suas barreiras sendo derrubadas, até ficar totalmente exposto.

E Alyssa é uma jovem que sonha em se tornar bailarina profissional, mas para isso precisa enfrentar a ausência dos pais, que pouco se importam com seus sonhos. Ao mesmo tempo em que mostra uma aparência frágil, ela é uma mulher determinada, que sabe lutar por aquilo que deseja.

A narrativa é fluida e envolvente, deixando um leitor curioso para saber o passado de Andrew, assim como será o romance entre ele e Alyssa. Foi uma agradável surpresa acompanhar essa trilogia, e aconselho a leitura em sequência, sem qualquer pausa, pois a autora sabe segurar o mistério até o final.

Andrew é aquele típico mocinho que amamos odiar, e sempre ficamos em dúvida se ele merece ser abraçado ou levar um bom tapa na cara. Sim, pode até parecer exagero, mas suas atitudes me irritaram no decorrer dos volumes (risos). Em suma, a trilogia Reasonable Doubt traz um romance intenso e arrebatador, que mexerá com todas as emoções dos leitores. Não tem como não ser conquistada por esse romance.

Nota:



19 comentários:

  1. Oi Carla!
    Ainda não conhecia essa trilogia, mas já sei que também vou me irritar com esse mocinho!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?

    Em minhas últimas comprinhas, acabei adicionando os títulos à lista de "procurar informações para futura compra", mas acabou ficando pra lá. Graças a sua resenha, vai pra lista: Comprar.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carla!
    Estava procurando um livro desse gênero pois tem tempo que terminei Peça-Me O Que Quiser (muito bom por sinal) e queria um livro do mesmo tema com talvez uma história parecida. Vou adicionar na minha lista!

    Sucesso com o blog sempre
    Beijos, Belle
    floraliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Olá
    O livro parece ter muits tensão mesmo, mas não ando muito legal para personagens irritantes como esse mocinho, então vou passar a dica

    ResponderExcluir
  6. Carla, tudo bem?

    Já li o 1º dessa trilogia, os seguintes estão na lista. Embora tenha gostado,não caí de amoooooores rs. Depois melhora, será?

    Beijos

    www.leitorasinquietas.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Com sua resenha fiquei realmente super curiosa para saber o que Andrew carrega em seu passado para que o tenha transformado no que é hoje e o levou a utilizar o lema de apenas uma noite e nada mais.
    Essa mistura entre dança e direito deve render muito!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oii Carla, tudo bem?
    Confesso que eu realmente não conhecia essa trilogia e não tenho muito interesse em realizar a leitura não, fosse do meu gosto.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Não conhecia a trilogia! Achei interessante essa mistura de Direito e Dança. Fiquei curioso! Deu pra der uma ideia de com são os livros =D
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Oi,
    Nossa que capas lindas!! Confesso que não conhecia a trilogia, fiquei bastante curiosa e com vontade de "odiar" Andrew também!!! kkkkkkkkkkkkkk
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  11. Eu amei as capas dos livros. Já conhecia a série mas ainda não li nenhum dos volumes. Tenho muita vontade. Gostei de ver seus comentários sobre a trilogia

    ResponderExcluir
  12. Oi, Carla, tudo bem?
    Apesar de ter achado nteressante essa mistura entre a seriedade do Direito e a entrega e sensibilidade do mundo da dança, confesso que estou um pouco saturada de livros do gênero. Recentemente eu li um e percebi que já não aprecio tanto a leitura como fazia antes.
    Quem sabe eu leia daqui há um tempo, né?! Vou anotar sua dica.

    Parabéns pela resenha e obrigada pela indicação, pois eu não conhecia essa trilogia.

    Beijos,
    Amanda
    http://www.confissoesfemininas.com/

    ResponderExcluir
  13. Oii Carla, tudo bem? Você conseguiu me deixar bem curiosa com essas leituras! Eu acho que me irritaria um pouco com o mocinho, mas quero dar uma chance a essa trilogia, acho que irei gostar, parece mesmo ser bem envolvente e intenso. Sua resenha ficou ótima!
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Apesar de ter bastante elementos clichês, eu achei muito legal essa série e fiquei curiosa para ler. Adoro leituras assim e nunca são demais para mim.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    Não conhecia essa trilogia, mas não me interessei tanto por ela. Parece boa, mas ando sem tempo para séries.

    ResponderExcluir
  16. Oi Carla...Eu não sou uma pessoa que adora ler livros eróticos e nem nada disso, mas eu confesso para você que esses três livrinhos ai já estavam na minha lista antes de ler a sua resenha e agora haha está mais que confirmada a presença deles!

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  17. Olá! Não curto muito Hot, mas desde que a história se sustente sem as cenas picantes, dou uma chance para ler. Pelo que vi de sua resenha, acho que leria. Parace ser uma história de mexer com o leitor,beijos!

    Entre Livros e Pergaminhos

    ResponderExcluir
  18. Olha, não consegui me sentir interessada pela leitura da trilogia. A começar pelas capas que não me agradaram, mas isso seria o de menos, caso eu tivesse me sentido tocada pela história, o que não ocorreu. De qualquer forma, gostei muito da sua resenha.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  19. Ooi! Tudo bem?
    Um colega da faculdade estava lendo o último volume! Agora que percebi a capa rs então, não acho legal a ideia dos livros em geral. Não sei se é porque o mocinho fica nessa de transar com uma e com outra e insistir em dizer que não sente nada (porque pra mim sempre sente, porque como que uma pessoa transa com outra e acha que não deixa um pedacinho dela ali? E não, não estou falando de sêmen Kkkkk).
    Bom, fico feliz que tenha curtido!
    Beeijos

    ResponderExcluir

 
Google+