16

[Resenha] O Coração da Esfinge

em quarta-feira, 12 de outubro de 2016
O Coração da Esfinge
Deuses do Egito vol. 02
Colleen Houck
368 Páginas
Editora Arqueiro

O Coração da Esfinge escrito por Colleen Houck é o segundo volume da nova série Deuses do Egito que traz uma aventura e romance com elementos da mitologia egípcia.

A autora é conhecida pela saga da A Maldição do Tigre e ainda deve um volume para aplacar a ansiedade dos fãs após o final da história. Mas a autora iniciou essa nova aventura, que lembra bastante a série que a consagrou. Ainda não fui totalmente conquistada pela série, pois vários detalhes da trama foram mal aproveitados, ou a utilização de velhos clichês atrapalharam o desenvolvimento da trama.

Depois que Amon e Lily se separaram de maneira trágica, ele se transportou para o mundo dos mortos – aquilo que os mortais chamam de inferno. Atormentado pela perda de seu grande e único amor, ele prefere viver em agonia a recorrer à energia vital dela mais uma vez.

Arrasada, Lily vai se refugiar na fazenda da avó. Mesmo em outra dimensão, ela ainda consegue sentir a dor de Amon, e nunca deixa de sonhar com o sofrimento infinito de seu amado. Isso porque, antes de partir, Amon deu uma coisa muito especial a ela: um amuleto que os conecta, mesmo em mundos opostos.

Com a ajuda do deus da mumificação, Lily vai descobrir que deve usar esse objeto para libertar o príncipe egípcio e salvar seus reinos da escuridão e do caos. Resta saber se ela estará pronta para fazer o que for preciso.

Esse é apenas o comecinho da trama, onde Lily precisará vivenciar as mais diversas aventuras e perigos para resgatar o seu amor do mundo dos mortos. A narrativa da autora é envolvente, onde o leitor não consegue parar até chegar a última página. E por mais que história seja recheada de aventuras e perigos, alguns detalhes me incomodaram bastante durante a leitura.

O principal deles foi o fato de que todos os seres se sentirem atraídos por Lily. Não sei qual é o “super poder” dela que onde passava alguém ficava. Em alguns momentos, até fiquei na dúvida se teria um quadrado romântico rsrs. É o velho clichê de que a mocinha é desejada por todos, mas quem ela realmente quer, não está ao lado.

Enquanto que no primeiro livro temos mais aventura do que romance, nesse segundo volume se perde na história devido a áurea encantadora de Lily. Mais deuses são apresentados na trama, assim como detalhes da história dos príncipes Ahmose e Asten, sendo que Amon pouco foi explorado.


E por mais que eu tenha gostado desse segundo volume, esses detalhes me deixaram insegura quanto a continuação da trama. Será que teremos a repetição de A Maldição do Tigre? Onde personagens queridos terão um final insatisfatório?  Sei que não posso comparar as séries, pois trazem elementos distintos da mitologia, mas as atitudes dos personagens são semelhantes, o que fez com que eu tivesse esse pensamento. Só nos resta esperar o que teremos no próximo volume da série.

Nota:



16 comentários:

  1. Parei com a Colleen Houck no primeiro volume da saga do tigre, porque nunca vi um triangulo amoroso mais inútil na vida. Porem esta serie aqui me chama a atenção em função da mitologia egípcia. Acho que darei uma chance também.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi nunca li a saga do tigre porque a história nunca me chamou atenção. Mas pretendo ler esse algum dia, sou simplesmente encantada pela cultira egipcia e sobretudo a esfinge. Espero que ela dê sim um final satisfatório da trama. Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Então tive o mesmo problema com a questão de todos se sentirem atraídos por ela, mas lembrei que a autora deu uma explicação sobre o amuleto que fazia sim com que todos se atraíssem, além do feitiço da esfinge Tb, que pra mim tem tudo a ver com o fato de Aspen ter se apaixonado pela personalidade de Tia, e o outro irmão que esqueci agora, pela fadinha. Lembra?
    BOM, essa é a minha teoria e acho que deve ficar mais claro no último livro.
    Eu amo a Colleen mas concordo que deixou a desejar e irritou um pouco, mas minha vontade de rever Amon era tão grande sabe que eu simplesmente tentei ignorar essas coisas. Espero que o final seja bom!

    ResponderExcluir
  4. Oie menina, tudo bem? Li bem por algo a resenha, pois pretendo ler logo os livros e fiquei com receio de levar algum spoiler. Eu li A Maldição do Tigre e gostei bastante, então não consigo ter essa mesma visão que você. Mas pensar que uma outra série traz elementos parecidos, não me agrada por completo.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  5. Esse clichê de a protagonista ser desejada por todos é realmente batido e me irrita um pouco em alguns livros. Uma pena que a autora tenha seguido por esse caminho e que a leitura não tenha sido cem por cento satisfatória. Eu quero começar essa serie, mas tenho um pouco de receio...
    As capas são maravilhosas <3 Gostei muito da resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá Carla,
    É uma pena que a história tenha se 'perdido' um pouco. Tenho visto muitos fãs achando isso ruim e sou obrigada a concordar. Esse superpoder que essas protagonistas parecem ter, não entra na minha cabeça.
    Entretanto, apesar de pontos negativos, tenho vontade de ler esse livro, pois acho que a parte não romântica dele é interessante.
    Gostei das suas impressões e vou anotá-las para saber se concordarei, quando ler.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Olá, Carla.Tudo bem?
    Nossa, eu não sabia que a autora estava escrevendo novos livros. Eu ganhei o primeiro livro da saga Maldição do Tigre de uma amiga.Antes de começar a ler, fui comprando os outros assim que foram saindo e quando tive um tempinho para pegar para ler, que decepção. Eu li todos, mas, confesso, que me arrependi muito de ter comprado. Só li porque tinha gastado um nota com os livros. Mas valeu a experiência. Talvez, o que salvou um pouco a edição foram as belíssimas capas. Bem, vou ser sincero, depois da má experiência que tive com a primeira série dela, vou passar longe dessa. Pelo que você conta, a autora continua usando clichês, que é muito recorrente na saga da Maldição do Tigre e me incomodou muito. Além disso, comentou na resenha que tem algumas semelhanças com a primeira série, isso me desanimou ainda mais. Eu não sou fã dos livros da autora. Gostei bastante da sua resenha, gostei da sinceridade também. Espero que nos próximos livro você tenha mais surpresas boas do que más. Até mais.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Oiee Carla ^^
    Eu adoro a série "A maldição do tigre", mas ainda não entendi por que todo mundo se apaixonava pela Kelsey, e, pelo jeito, o mesmo acontece por aqui. Vi algumas coisas um tanto ruins a respeito da Lily, então por isso (e também porque não quero sofrer esperando continuação), ainda não li o primeiro livro. Espero que essa série não seja uma repetição da outra :/
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  9. Oi, Carla!
    Ainda não iniciei essa série. Tenho apenas o primeiro livro, mas ainda não me animei para ler. Eu gostei bastante de A Maldição do Tigre e acho que estou com medo de não gostar tanto dessa nova série.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Direto eu vejo alguma resenha dos livros da autora, mas da pra acreditar que eu nunca tive curiosidade de lê nada dela? Poise, acho uma pena a autora não ter aproveitado alguns pontos da estória, eu mesma, pela sua resenha acho que ficaria incomodada com isso, quando leio algum livro que fala de mitologia não gosto que foque tanto no romance, prefiro mais a ação. Enfim, a sua resenha esta ótima e bem sincera, mas vou deixar a dica passar.

    ResponderExcluir
  11. Oie...
    De todas resenhas que já li desse livro a sua foi a que mais gostei, pelo simples fato de estar com uma opinião clara e sincera. Adoro mitologia, portanto essa série ainda me atrai, mas, quando for ler vou estar ciente de suas ressalvas e pegar leve nas expectativas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu estou bem curiosa para ler essa série, mas confesso que fiquei um pouco chateada em saber que esse livro se perdeu um pouco em relação ao primeiro. Fiquei bem curiosa sobre essa aura dela, além dos novos Deuses apresentados.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  13. Estou doida para ler essa série. Foi paixão à primeira resenha. Ainda não li o primeiro, mas pretendo comprar na Feira do Livro, que ocorrerá na minha cidade em novembro. Os livros já estão na lista. Pena que você tenha ficado insegura em relação à continuação. Adorei a sua resenha!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  14. O que gosto na escrita da Collen é a densidade cultural dos seus livros. Em a maldição do tigre eu conheci a cultura indiana. Ainda não tive a oportunidade de ler os livros dessa série, mas é uma pena a história perder um pouco de credibilidade ou seu rumo. Mesmo assim eu vou iniciar a leitura para conhecer da cultura egípcia.

    ResponderExcluir
  15. Olá, estou rindo aqui com o fato de todos se atrairem pela lily, pois na saga do tigre que é a minha saga preferida da vida a única coisa que me irritava constantemente era o fato de todo homem existente se apaixonar pela personagem mesmo ela passando o livro todo dizendo que era feia e sem graça, e pelo visto isso se repete nessa nova trilogia da autora, mas não perco minha vontade de er por nada.

    ResponderExcluir
  16. Olá =)
    Eu não li nenhum livro da autora. Acho os livro dela bonitos, e já vi resenha de amor e ódio por ela. Eu gosto de história de mitologia, mas pelo seus comentários não me interessei muito pelo livro. Talvez lendo eu tenha uma opinião diferente e acabo amando o livro. Não adianta a história boa e um final ruim, pode acabar desvalorizando todo o resto da história. Beijos'

    ResponderExcluir

 
Google+