13

[Resenha] Corte de Névoa e Fúria

em domingo, 6 de novembro de 2016
Corte de Névoa e Fúria
Corte de Espinhos e Rosas vol. 02
Sarah J. Maas
658 Páginas
Galera Record

Corte de Névoa e Fúria escrito por Sarah J. Maas é o segundo livro da série Corte de Espinhos e Rosas que traz uma trama de fantasia, onde mescla romance e jogos de poder, com a narrativa impar da autora.

O primeiro volume trouxe uma trama semelhante A Bela e a Fera, onde conhecemos a humana Feyre que foi obrigada a viver em uma corte de feéricos amaldiçoados, onde viviam com uma máscara sem poder tirá-las. Para quem ainda desconhece, a autora é conhecida pela série Trono de Vidro, e para a alegria dos fãs, começou essa nova série conquistando os leitores desde o primeiro volume.

Para quem não leu o primeiro volume, a resenha contém alguns spoilers. E a série precisa ser lida na ordem, não tem como ler fora da sequência.

Após ter morrido nas garras de Amarantha e voltado a vida em corpo feérico, Feyre, assume seu lugar como Quebradora da Maldição e dona dos poderes de sete Grão-Feéricos. Seu coração, no entanto, permanece humano.

Ela é incapaz de esquecer o que sofreu para libertar o povo de Tamlin e o pacto firmado com Rhys, senhor da Corte Noturna. Mas, mesmo assim, ela se esforça para reconstruir o lar que criou na Corte Primaveril. Mas a cada noite ela tem mais pesadelos que a mantém acordada, e não consegue mais sentir prazer nas coisas que antes vazia. Não consegue mais pintar, e a simples visão de uma cor vermelha, faz com que ela se lembre do que passou nas mãos de Amarantha. Ela tenta se recuperar, mas Tamlin cada vez mais está protetor, sem querer ouvir o que ela está tentando desabafar. E assim, o relacionamento deles começa a ruir.

Logo, Feyre precisa honrar que fez com Rhys no livro anterior, e é ao lado dele que ela começa a se sentir mais plena. Ele não a prende, provoca, faz de tudo para que ela saia do estado de torpor que se encontra desde o final do livro anterior. E ele é o amigo que mais necessita nesse momento. Ainda mais agora que descobre ser uma peça importante em jogo perigoso.

Peça-chave num jogo que desconhece, Feyre deve aprender rapidamente do que é capaz. Pois um antigo mal, muito pior que Amarantha, se agita no horizonte e ameaça o mundo de humanos e feéricos.

Impossível não ficar ainda mais viciado nessa série, onde o segundo volume muda totalmente o que conhecíamos da história. Novos personagens são introduzidos, assim como o romance muda de tom, e os perigos estão ainda mais mortais para os protagonistas.

Feyre nunca foi uma pessoa frágil e que necessitasse de proteção, mesmo com o momento em que vive, ela quer ser útil, e deseja se tornar um objeto de exposição para a corte. Ela pede isso para Tamlin, mas ele não consegue ver o que ela realmente necessita. E Feyre amadurece ainda mais nessa trama, tanto com os novos poderes, como com os sentimentos, onde ela descobre realmente o que quer para o seu futuro.

Mesmo que de inicio Tamlin tenha mostrado certa incoerência em suas atitudes se comparado com o volume anterior, eu consegui entender o seu desejo de proteção com Feyre e até mesmo suas escolhas drásticas na trama. Uma pena que o personagem foi pouco explorado, e só nos resta esperar como ele estará no próximo volume.

Quem foi o destaque da vez foi Rhys, que se mostrou o verdadeiro mocinho que sonhamos, e nada daquilo que sempre foi dito no primeiro livro. Ele é companheiro, protetor, esconde tudo o que sofreu na mão de Amarantha para proteger o seu povo, e por mais que não queira demonstrar, quer ajudar Feyre a todos os instantes.

A introdução de novos personagens na história trouxe alguns momentos divertidos, onde podemos conhecer mais da complexidade de Rhys. Seu círculo intimo composto por Amren, Morrigan, Cassian e Azriel, mostrou mais do personagem, assim como tudo o que fez para proteger a sua corte. Rhys sempre mascarou a sua dor e tormento, e é ao lado dos seus amigos, que ele consegue ter os momentos de felicidade.

A trama é bem complexa, e confesso que em alguns momentos, ela até se tornou cansativa para mim. Mesmo com toda a qualidade da narrativa da autora, assim como todos os elementos que introduziu nesse segundo volume, senti que ela se estendeu demais em várias cenas, onde poderia deixar a trama mais ágil e concisa. Não estou dizendo que a história é ruim, mas que começa a se tornar cansativa quando ficamos varias páginas descrevendo um passeio na cidade.

A continuação foi espetacular e deixa um leitor surtado e ansioso pela continuação. É de esperar que a autora trará muitas reviravoltas no próximo volume, pois as últimas 100 páginas foram espetaculares, e compensaram as várias enrolações do livro.

Se ainda não conhece nenhuma das séries da autora, não sabe o que está perdendo. As duas séries são maravilhosas, e valem cada momento de leitura. Agora só nos resta esperar os próximos volumes para saber o que acontecerá nessa trama complexa e envolvente.

Nota:


13 comentários:

  1. Hey, tudo bem?
    Então, iniciei a resenha, mas logo parei por conta dos possíveis spoilers. Tenho bastante interesse em lê essa série, e sempre vejo elogios sobre ela e isso me deixa ainda mais curiosa quanto ao que esperar das obras da autora. Ainda não li nada da autora, mas tenho vontade de lê trono de vidro também, tem tanta gente que ama a série que acabou me deixando curiosa quanto a autora haha

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nada da autora e tenho vontade de começar a conhecer o trabalho dela por esta série, mas confesso que minha escolha está diretamente relacionada com a beleza das capas, acho lindíssimas. Adorei saber que a trama é complexa, mas que o livro soube manter você ligadona na história.
    Espero ler em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Li o primeiro volume da série Trono de Vidro e adorei! Não vejo a hora de continuar com a série, não li essa série ainda. Mas, vontade é o que não falta *----* pois adorei a escrita, os personagens e os enredos criados pela Sarah, além disso o primeiro é como uma releitura de A bela e a fera <3 meu conto de fadas favorito.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Carla,

    To ansiosa emais por esse livro, porque gostei do primeiro, amo a Maas e quero muito saber tudo o que acontece nesse livro, tim tim por tim tim. Quero ver como a Feyre vai lidar com o boy magia abusivo e controlador e a relação dela com o Rhys <3 Adorei a resenha, fiquei bem empolgada haha

    beijos =)

    ResponderExcluir
  5. Oiee Carla ^^
    Aiai, cinco balõezinhos *-* eu ainda não li o primeiro livro, e nem li "Trono de vidro" ainda, mas minhas expectativas para ambas as séries são tão altas! Juro para você que eu nunca vi NADA negativo a respeito de nenhuma delas *-* imagino que estou perdendo muita coisa kkkk' Fico feliz (muito feliz!) em saber que esse segundo livro é tão bom quanto o primeiro.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu não conhecia e fiquei interessada, inda mais que vc nos faz crer que é viciante. rs
    Anotado. Valeu a dica!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu não curto muito ler séries, exatamente por ficar surtada esperando pelo resto hahah! Prefiro ler aquelas séries já inteiras (não sei se é o caso dessa), mas enfim, adorei o estilo dessa e essa pegada de fantasia me deixou interessada. Muito boa sua resenha, muito bem escrita!

    ResponderExcluir
  8. Aahhhh Carla... isso não é resenha que se faça para uma leitora curiosa como eu ler haha
    Amei sua resenha...
    Tenho muita curiosidade de conhecer a escrita da autora pelo fato de suas duas séries terem me chamado a atenção. Não li a sua resenha do primeiro volume, mas com certeza irei procurá-lo porque eu to realmente curiosa... adoro livros com reviravoltas... meu unico problema seria o excesso de detalhes, mas se você disse que o final compensa, acredito.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  9. Nossa, essa semana foi a que mais vi resenhas desse livro. O pessoal ta mesmo gostando da série, hein? Percebe-se que esse foi bem melhor do que o primeiro, com uma trama mais complexa, mas cheia de reviravoltas. Adorei conferir a sua opinião.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oii Carla, tudo bem? Que bom que gostou tanto desse segundo volume!! Ultimamente tenho lido inúmeros elogios sobre ele. Quero muito começar essa série, mas cadê money? :( Espero gostar bastante também, quando ler.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Tenho muita vontade de realizar a leitura desse livro, já que vi várias pessoas falando muito bem. Realmente, isso de ficar narrando por várias folhas um passeio ao parque deixa a leitura extremamente cansativa, mas ainda bem que as últimas 100 páginas compensam e nos deixa ansiosos para o próximo volume.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Olá Carla,
    Li o primeiro volume de Trono de Vidro e foi uma leitura bastante agradável e surpreendente, mas, desde então, não li mais nada da autora por falta de oportunidade. Estou bem curiosa para ler Corte de Espinhos e Rosas, pois gosto muito de A Bela e a Fera, mas tenho medo com relação a esse segundo volume, pois as coisas parecem mudar muito na trama e, também, tenho medo de achar a trama cansativa, como você achou.
    Vou manter a dica em stand by por enquanto, pois as chances de gostar é grande, mas o receio é maior rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    Se eu não tivesse tão cheio de leituras atrasadas deixaria um espaço para a ´serie, mas faria isso no ano que vem. Bom saber que a autora deixou o leitor ainda mais curioso pelos próximos volumes e que ela conseguiu trazer uma evolução maior dos personagens e do enredo.

    ResponderExcluir

 
Google+