14

[Resenha] A Melodia Feroz

em terça-feira, 18 de julho de 2017
A Melodia Feroz
Monstros da Violência vol. 01
V.E. Schwab
384 Páginas
Editora Seguinte

A Melodia Feroz escrito por V.E. Schwab é a primeira parte da trama Monstros e Violência, onde traz uma história incrível, envolvente e viciante, onde não consegui parar a leitura por nada.

Desde que vi o lançamento do livro, fiquei curiosa para conferir essa trama e a cada comentário sobre o livro, minha curiosidade aumentava. E a autora surpreende desde o inicio, criando um mundo onde a violência começou a gerar monstros, e os humanos tentam sobreviver a esse ambiente. A violência está próxima, nas sombras dos homicidas, terroristas... E o quando o ato acontece, essa sombra se desprende da pessoa e se torna a forma física do crime cometido, se torna um verdadeiro monstro.

Existem três tipos de monstros: os corsais - que surgem de atos violentos não letais, e perseguem pessoas na escuridão; são disformes, feitos de crueldade. Os malchais, nascem dos homicídios, se assemelham aos humanos, mas seus olhos vermelhos e sua sede de sangue torna-os mortais. E os sunais, que surgem dos crimes mais hediondos. 

Mesmo se tratando de uma obra de ficção, eu gostei desse detalhe onde atos de extrema violência, gera um monstro. Já que a violência pode sim acabar com a sanidade da pessoa, sua integridade e benevolência. Ela é cruel, e se deixarmos nos levar por ela, tornamo-nos pessoas irreconhecíveis... verdadeiros "monstros".

Na trama, conhecemos Kate Harker e August Flynn, dois jovens que vivem em lados opostos de uma cidade dividida entre Norte e Sul. Eles são filhos dos líderes desses territórios inimigos e seus objetivos não poderiam ser mais diferentes. 

Kate sonha em ser tão cruel e impiedosa quanto o pai, que deixa os monstros livres e vende proteção aos humanos. Ela tenta de todas as formas voltar para casa, e tentar um relacionamento com o pai, onde ele não a veja como um estorvo ou alguém fraco e frágil. Ela é intensa, rebelde, decidida, faz as próprias regras, e sabe se defender dos monstros. Ela é emoção, explosão, impulsiva e determinada.

August também quer ser como seu pai: um homem bondoso que defende os inocentes. O problema é que ele é um dos monstros, capaz de roubar a alma das vítimas com apenas uma nota musical. August é a razão, deseja ser apenas uma pessoa normal, fugindo do que ele realmente é. Vive com mais dois "irmãos" adotivos que tem o mesmo poder que ele, e ao lado do pai, tentam proteger e colocar ordem onde vivem. Ele quer ser útil, mas não quer sucumbir a violência.

Quando Kate volta à cidade depois de um longo período, August recebe a missão de ficar de olho nela, disfarçado de um garoto comum. Não vai ser fácil para ele esconder sua verdadeira identidade, ainda mais quando uma revolução entre os monstros está prestes a eclodir, obrigando os dois a se unir para conseguir sobreviver.

Kate não é nada do que August estava pensando, e ele consegue ver a pessoa que existe por trás da mascara de rebeldia. E August é o único que consegue trazer paz para a instabilidade de Kate. E é interessante acompanhar a interação entre os dois, personagens tão diferentes, mas que ganham destaque sempre que estão juntos.

Por mais que indique um romance entre os personagens, a autora não focou na trama. A química dos dois é incrível, mas eles precisam sobreviver, e também aceitar a si próprios.

E a autora sabe conduzir uma trama com elementos sobrenaturais, ação, suspense, mistério, terror e ainda colocar alguns momentos mais suaves, como no inicio do contato dos personagens. Claro que a trama tem um ritmo alucinante, onde o leitor quer mais e mais da história para acompanhar. E esse detalhe sobre o surgimento dos monstros foi bem interessante, pois beira a realidade, já que quando a maldade e a violência podem acabar com a humanidade de qualquer pessoa.


E após o final do livro, só sei que preciso da continuação para ontem! Realmente, não sei como a minha alma de leitora ansiosa vai se comportar para aguardar a publicação do segundo volume, pois preciso saber o que vai acontecer a Kate e August. Uma das melhores leituras de 2017, e fico na ansiedade para a o próximo volume. A Melodia Feroz vai surpreender a todos os leitores.

Nota:



14 comentários:

  1. Oi Carla,
    quanta empolgação, heim? Adorei sua resenha, principalmente porque lerei esse livro nos próximos dias e é muito bom poder conhecê-lo pelo olhar de alguém que curtiu tanto a leitura, me enche de expectativa e ansiedade, mal vejo a hora de poder conhecer o August que é sempre muito elogiado em todas as resenhas que leio.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Acho que sua resenha é a que mais me deixou motivada até o momento. Antes eu já tinha lido alguns comentários, mas estava meio receosa. Agora, consegui compreender mais sobre o enredo e demais características, por isso acho que iria adorar fazer essa leitura também.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Que resenha incrível! o livro parece ter uma trama bem interessante, o tipo de livro que passamos a noite lendo pois precisamos saber o que vai acontecer.

    Confesso que em primeiro momento queria ler ele por causa da capa que achei linda! e também por que a autora vem na bienal esse ano, bem na data que eu vou estar, mas sua resenha me deixou curiosa por outros motivos e definitivamente agora eu PRECISO ler! rsrs

    Obrigada pela dica!
    Beijos
    Jess

    ResponderExcluir
  4. Oi, Carla

    Li esse livro mês passado e achei interessante. Ao contrário de você, achei a leitura beeem paradona e achei que faltou ação relevante, até por isso tirei duas estrelas dele. Mas curi o fato da autora não desenvolver um romance e aquele final me deixou curiosa... vamos ver se o segundo me conquista mais! ;)

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Já tinha ouvido falar da obra, a capa havia me chamado a atenção mas nunca tinha parado para conhecer o enredo, que me chamou bastante a atenção, também acredito que um crime torna a pessoa "um monstro", a principio gostei mais do August.

    ResponderExcluir
  6. Ah esses livros que exigem de nós a continuação em mãos me matam do coração. Tenho lido tantos elogios para com este livro aqui que só me resta ler também, mas quero quando todos os livros da serie estiverem sido lançados.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. GENTE. QUE LIVRO FODA.
    Perdão pela palavra, mas não tem outra que descreva como eu tô DOIDA pra ler esse livro agora. Pensei que era narrativa sobre algo completamente diferente! Tô apaixonada por esse enredo e sua resenha só me deixou maluca pra comprar esse livro! Tá na lista ♥

    ResponderExcluir
  8. Oie! Eu já li algumas resenhas das obra e cada vez a ansiedade aumenta mais, estou muito ansiosa para ler! Quero conhecer mais sobre essas criaturas, visto que faz uma delas tem uma origem diferente. Quero saber como vai ser a relação dos personagens, ainda mais sabendo que o romance não é o foco e que a leitura é bem frenética. Amei a resenha!

    Beijo, beijo.

    ResponderExcluir
  9. Olá Carla,
    Ainda não li esse livro, mas tenho vontade de ler, pois acho, assim como você, que atos de extrema violência podem transformar pessoas boas em pessoas violentas. Fico contente por esse livro ter te agradado e espero que eu possa lê-lo em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Não me lembro exatamente se já li alguma resenha desse livro, mas de qualquer forma ele tem uma trama que me chama a atenção. Logo quando vi o lançamento dele, não gostei nada da capa e nem do título, mas de novo dizer que depois de ler a sinopse e agora a sua resenha, a curiosidade é grande. Espero lê-lo logo. Obrigada pela dica!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Achei o livro interessante logo a partir da sinopse. Ainda não conhecia o livro. Tenho quase certeza que me estressaria com a Kate por ela tentar ser igual ao pai. Eu espero gostar da leitura tanto quanto você. Enfim, a resenha está maravilhosa e a dica incrível ❤️
    Um beijo

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bom?
    Não conhecia esse livro mas só por essa premissa de os crimes gerarem monstros eu já fiquei super interessada! Saber que foi uma das suas melhores leituras do ano e curti essa abordagem de que a maldade e violência podem acabar com a humanidade de qualquer pessoa. Sugestão mais que anotada, espero poder ler em breve! Amei sua resenha! ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Nossa! É tudo que me vem à mente sempre que leio uma resenha desse livro. Todo mundo elogiando e eu aqui morrendo de curiosidade. Achei a premissa desse livro incrível! Estou doida para lê-lo, mas por não ter sido lançado a continuação ainda, esperarei um pouquinho para fazer a leitura.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
Google+