5

[Resenha] Ligeiramente Perigosos

em terça-feira, 8 de agosto de 2017
Ligeiramente Perigosos
Os Bedwyns vol. 06
Mary Balogh
304 Páginas
Editora Arqueiro

Ligeiramente Perigosos escrito por Mary Balogh é o último volume da série Os Bedwyns onde traz o romance do frio duque de Bewcastle.

Eu estava bem curiosa com esse romance, pois não conseguia imaginar como seria Wulfric apaixonado. Desde o primeiro momento em que ele apareceu na história, sempre se mostrou uma pessoa fria e reservada, e nos últimos volumes que tivemos algumas atitudes onde demonstrou paixão. E só posso dizer que a autora surpreende mais uma vez, e encerra essa história com chave de ouro. Com certeza, é uma das minhas favoritas, e esse romance foi maravilho.

Aos 35 anos, Wulfric Bedwyn, o recluso e frio duque de Bewcastle, está ávido por encontrar uma nova amante. Ele é um homem reservado, e desde que assumiu o título, procurou se manter afastado da família. Ele faz tudo pelos irmãos, mas sempre se esconde atrás da máscara do impiedoso duque. Ele já tentou se casar uma vez, mas a futura noiva o abandonou, se negando casar com alguém que não conseguia demonstrar sentimento. Agora com os irmãos todos casados e com o nascimento dos primeiros sobrinhos, Wulfric se sente ainda mais solitário.

Durante o evento social, uma dama desperta seu interesse: a única que não tinha essa intenção. Christine é impulsiva, independente e altiva – uma mulher totalmente inadequada para se tornar a companheira de um duque. Ao mesmo tempo, é linda e muito, muito atraente.

Mas ela rejeita os galanteios de todos os pretendentes, pois ainda sofre para superar as circunstâncias pavorosas da perda do marido. No entanto, seu jeito espontâneo conquista Wulfric que se vê cada vez mais pensando nela, tentando seduzi-la.

Enquanto a atração dela pelo sisudo duque começa a se revelar irresistível, Wulfric descobre que, ao contrário do que sempre pensou, pode ser capaz de deixar o coração ditar o rumo de sua vida.

O que me chamou a atenção nessa história é que Wulfric vai se apaixonando aos poucos, e não sabe como lidar com esse sentimento. De início, ele se sente atraído e decide que o melhor é transformar Christine em sua amante, mas ela não quer isso, e ele fica sem entender como ela pode recusá-lo.

A cada encontro, Wulfric descobre mais da personalidade franca e intensa de Christine, e começa a imaginar uma vida ao lado dela. Ela não é nada do que ele procurou ou esperava para casar, mas é a única que consegue trazer luz para a sua vida, e enxergar o homem por trás do título. E como foi lindo acompanhar Wulfric tentando fazer de tudo para conquistar Christine, ao mesmo tempo em que descobre que pode se sentir, que é permitido demonstrar os próprios sentimentos.


Eu praticamente devorei a leitura desse livro, e fico na expectativa de ler mais séries da autora aqui no Brasil. Só posso dizer que o livro terminou com aquele gostinho de quero mais, e toda essa família Bedwyns vai deixar muita saudade. 

Nota:



5 comentários:

  1. Olá!

    Nunca tinha ouvido falar da série ou da autora, ando bem fugida de romances, mas esse me interessou um pouco, sua resenha contribuiu para despertar meu interesse. Vou adicionar na minha lista e um dia ver os livros me agradam como foi com você.

    ResponderExcluir
  2. Como eu amo essa série! É maravilhosa! A autora tem um dom incrivel, ela vai cativando a gente aos pouquinhos e quando vemos já devoramos a obra todinha, é uma delicia quando isso acontece.

    ResponderExcluir
  3. Olá!!
    Não sou muito fã desse tipo de romances, e confesso nunca ter lido nada desse tipo.
    Ainda assim, achei interessante a autora escrever sobre os sentimentos de um personagem que se apresentava tão diferente nos primeiros livros.
    Que bom que gostou!
    Um beijo

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Eu ainda não li esse trilogia, aliás ainda não tive a oportunidade de ler nada da autora. No entanto, sempre ouço elogios e tenho curiosidade em ler.
    Confesso que fiquei um pouco indignada por Wulfric ter pedido para Christine ser sua amante e achei bem feito ela ter recusado haha. Mas gostei de saber que é um romance que acontece aos poucos e que o duque aprende a lidar com seus sentimentos.
    Adorei sua resenha e espero ler esta trilogia em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá Carla!
    Ainda não li esse livro, mas estou louca de curiosidade, pois já li o primeiro livro da série e me encantei completamente. Fiquei muito contente por você ter curtido a leitura e devorado. Os personagens parecem ser encantadores ao extremo.
    Achei muito interessante o Wulfric se apaixonar aos poucos, não gosto muito de ser uma paixão instantânea.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir

 
Google+