6

[Resenha] Dumplin'

em terça-feira, 31 de outubro de 2017
Dumplin'
Cresça e apareça. Faça e aconteça!
Dumplin' vol. 1
Julie Murphy
336 Páginas
Editora Valentina

Dumplin’ escrito por Julie Murphy traz uma história jovem adulta com uma garota que foge do “padrão” da beleza. Essa incrível história traz sobre empoderamento feminino, bullying, relação mãe e filha e a busca da autoaceitação.

Eu li esse livro em poucas horas de tão envolvida que fiquei com a trama. E quando fui procurar saber mais sobre a autora, li uma notícia de que o livro ganhará uma adaptação para o cinema, e não vejo que isso realmente aconteça.

Talvez eu escreva um pouco demais sobre esse livro, mas acredito que é uma leitura que leva a reflexão. Acredito que como muitas mulheres, eu já tentei me enquadrar no “padrão” de beleza quase impossível. Quando percebi que estava sofrendo demais tentando seguir dietas da moda, eu acordei para a vida. Procuro viver da maneira mais saudável possível, mas quando olho no espelho, eu não vejo menos bonita por estar com alguns quilos a mais. É esse o meu corpo, é ele que carrega a minha história, e tenho orgulho de como ele é.

O diferencial dessa trama é que temos como protagonista uma gorda assumida que está muito bem com o seu corpo. Willowdean Dickson (apelidada de Dumplin’ pela mãe, uma ex-miss), procura manter um relacionamento amigável com a mãe que tenta das maneiras mais sutis (e outras nem tanto), fazer com que a filha emagreça, já que acredita que Will nunca será feliz com o corpo que tem. Ao mesmo tempo em que tenta conviver com a mãe, Will precisa lidar com a saudade da perda da tia querida, que morreu repentinamente, deixando um vazio enorme na vida a jovem que sempre contou muito com a tia.

Na companhia da melhor amiga, Ellen, uma beldade tipicamente americana, as coisas sempre deram certo... até Will arrumar um emprego numa lanchonete de fast-food. Lá, ela conhece Bo, o Garoto da Escola Particular... e ele é tudo de bom. Will não fica surpresa quando se sente atraída por Bo. Mas leva um tremendo susto quando descobre que a atração é recíproca. Onde os dois começam a viver um romance escondido de todos.

Ao contrário do que se imaginava – a relação com Bo aumentaria ainda mais a sua autoestima –, Will começa a duvidar de si mesma e temer a reação dos colegas da escola. É então que decide recuperar a autoconfiança fazendo a coisa mais surreal que consegue imaginar: inscreve-se no Concurso Miss Jovem Flor do Texas – junto com três amigas totalmente fora do padrão –, para mostrar ao mundo que merece pisar naquele palco tanto quanto qualquer magricela.

E Will tem um pouco de todas nós, que sentimos que não nos enquadramos em nenhum lugar, que quando nos olhamos no espelho queremos ter outro corpo. Will é jovem, suas dúvidas são reais, quando começa a se relacionar com Bo é como se um enorme fantasma da insegurança surgisse dentro dela, fazendo com que perdesse toda a confiança que conquistou no decorrer dos anos. Em sua mente, ela questionava como ele poderia estar atraído por ela, sendo que tinha outras meninas mais magras e mais bonitas do que ela.

Pode até parecer bobo para alguns toda a insegurança de Will sobre o relacionamento com Bo, mas é algo real. Se a jovem já sofria bullying com seu corpo, como seria depois que vissem ela namorando o cara mais gato da escola? Para Will, ela faria Bo passar vergonha ao andar ao lado dela, uma garota gorda, e ele estaria fazendo uma “caridade” por estar se relacionando com ela. Pode até parecer bobo, mas quando você é o diferente, aquele que não segue um padrão, todas essas dúvidas passam por sua cabeça. É algo real e a autora conseguiu introduzir isso na trama.

A autora ainda introduz a história de personagens secundários que ajudam a trama ficar ainda mais real, deixando o leitor próximo a todos os acontecimentos da trama. E que narrativa deliciosa! Impossível não se deixar envolver por essa trama, e todas as dúvidas e anseios de Will e suas novas amigas. Will nunca tinha notado o quanto as outras garotas tentavam ter a mesma confiança que ela, e quando descobre, não sabe como agir.


O livro não é apenas sobre o romance de Will e Bo, e também não é sobre o concurso. O livro traz sobre aceitamento, sobre julgar e ser julgado, sobre medo, insegurança, bullying, perda de alguém querido, sobre dúvidas dos adolescentes com o primeiro beijo, transa e relacionamento. Um livro que é indicado para todas as idades, para aqueles que já sentiram alguma vez na vida excluídos por ser diferente. Dumplin’ é um livro leve e fofo que vai fazer com que muitos reflitam sobre a vida e muito mais.

Nota:



6 comentários:

  1. Oi Carla!
    Que bacana esse livro! Acho importante demais discutir o empoderamento feminino e o aceitar-se como você é. Precisamos muito disso.
    Acho que vou me identificar muito com a Will, tenho um pouco dela na minha personalidade.
    Boa dica
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Oi, Carla.
    Estou curiosa para conhecer essa história. Confesso que a sinopse tinha me dado uma impressão errada. Achei que era um livro meio deprê e chatinho, mas sua resenha me fez mudar de ideia!! Adorei!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Oi Carla,adorei sua resenha. Estou doida para comprar esse livro pois só vejo elogios. É mais um na minha lista de BF, espero conseguir ler em breve. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bom?
    Ainda não conhecia a história e achei a capa bem bonitinha hahaha.
    A trama é bem interessante e gostei de saber que existe a história dos personagens secundários, normalmente são esquecidos. Adorei a resenha.
    Até mais o/

    ResponderExcluir
  5. Oi Carla!
    Não conhecia a premissa do livro, mas já amei! Cada vez mais os meios de formação de opinião vem criando formas de quebrar o tabu sobre os padrões de beleza imposto e acho isso perfeito! Porque afinal o importante é se sentir feliz independente de como.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  6. Ahhh que livrao!!
    Estou louca pra ler, ainda mais depois dessa bela resenha, fico ainda mais animada para ler e amar tb.
    Acho que os temas sao relevantes e vao trazer a reflexão, com certeza uma história que vai mexer com a gente.
    A capa está linda e quero!

    ResponderExcluir

 
Google+