4

[Resenha] A Irmã da Pérola

em terça-feira, 7 de novembro de 2017
A Irmã da Pérola
As Sete Irmãs vol. 04 - A história de Ceci
Lucinda Riley
528 Páginas
Editora Arqueiro

A Irmã da Pérola escrito por Lucinda Riley é o quarto volume da série As Sete Irmãs, onde cada volume traz de uma das irmãs que foram adotadas e receberam o seu nome em homenagem a mitologia das Sete Irmãs de Plêiades, a conhecida aglomeração de estrelas no famoso cinturão de Órion.

Neste volume, acompanhamos a história de Ceci D’Aplièse, a irmã que sempre protegeu Estrela, protagonista do livro anterior. Ceci sempre se sentiu atraída pela pintura e após ser muito questionada na faculdade de artes, ela perdeu a inspiração e ficou ainda mais perdida. Além de não saber o que fazer da sua vida, sente o distanciamento de Estrela que decidiu seguir com a própria vida.

Após o falecimento do pai adotivo, Ceci decide deixar Londres para desvendar o mistério do seu passado e quem sabe descobrir a origem da sua família. Com apenas uma fotografia e o nome de uma exploradora da Austrália, Ceci resolver ir para esse pais e descobrir o que puder sobre a sua família.

A caminho de Sydney, Ceci faz uma parada no único local em que já se sentiu verdadeiramente em paz consigo mesma: as deslumbrantes praias de Krabi, na Tailândia. Lá, em meio aos mochileiros e aos festejos de fim de ano, conhece o misterioso Ace, um homem tão solitário quanto ela e o primeiro de muitos novos amigos que irão ajudá-la em sua jornada. E Ace a ajuda a aceitar o afastamento da irmã e que é hora de encontrar o seu lugar no mundo.

Ao chegar às escaldantes planícies australianas, algo dentro de Ceci responde à energia do local. À medida que chega mais perto de descobrir a verdade sobre seus antepassados, ela começa a perceber que afinal talvez seja possível encontrar nesse continente desconhecido aquilo que sempre procurou sem sucesso: a sensação de pertencer a algum lugar.

Ao mesmo tempo, acompanhamos a história de Kitty McBride, filha de um pastor em Edimburgo, no início do século XX. Uma jovem que recebe a oportunidade de deixar a cidade natal para conhecer a Austrália como dama de companhia da Sra. McCrombie. Em Adelaide, seu destino se entrelaça com o da família da velha aristocrata, incluindo seus dois jovens sobrinhos: o impetuoso Drummond e o ambicioso Andrew, gêmeos idênticos, porém em tudo diferentes, além de herdeiros de um próspero comércio de pérolas.

Kitty se apaixona por Drummond, mas recebe a proposta de casamento de Andrew. Querendo segurança e estabilidade para sua vida, Kitty aceita se casar com Andrew e vai morar em uma terra ainda mais selvagem que Adelaide. E assim começa toda a história de Kitty com Andrew e Drummond, que entre encontro e desencontros, percebem que a vida muitas vezes não é um conto de fadas.

A história de Kitty é belíssima, impossível não se emocionar com todas as perdas que essa jovem precisa conviver, ao mesmo tempo em que luta contra o preconceito e tenta se adaptar em um lugar onde poucas regras são seguidas. Assim como a história de auto descoberta de Ceci é de deixar todos os leitores pensativos, refletindo sobre escolhas e oportunidades.

A narrativa de Lucinda é daquelas que quando se inicia, não consegue mais parar. Eu gosto da forma como ela conduz duas histórias distintas em um mesmo volume, entrelaçando essas tramas, sem deixar o leitor perdido diante dos acontecimentos. Outro ponto que me atrai nas narrativas de Lucinda é que as protagonistas são decididas, que mesmo diante de tantas perdas, não se deixaram abater e lutaram por seus sonhos. E são personagens complexos, cheios de defeitos, que tem medo, dúvidas e anseios assim como todos nós, mas que amadurem no decorrer da história, mostrando que podemos lutar e vencer qualquer adversidade que surgir em nossas vidas.


É uma história que deve ser lida aos poucos, para sentir todas as emoções que a trama proporciona. Com certeza, essa série deve ser acompanhada por todos, onde cada volume desperta uma emoção diferente nos leitores.

Nota:



4 comentários:

  1. Olá, como vai?

    Eu ainda não tive oportunidade de ler nenhuma obra da autora, mas se eu pudesse escolher, seria essa série. A proposta dela é muito interessante, e me deixa bastante instigada. Sua resenha está linda, adorei conhecer sua opinião cobre a trama e sobre a escrita da Lucinda, só despertou ainda mais a minha curiosidade.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Ola Carla lindona preciso começar a ler essa série, a escrita da Lucinda é perfeita e sempre regada a descrições do ambiente bem detalhada e muito rica em detalhes, estou curiosa para conhecer cada uma das irmãs. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carla.
    Já me apaixonei pela história só de ler a sua resenha!!
    Estou doida para ler os livros da Lucinda!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  4. Oi Carla
    Minha mãe é fã dessa autora e já leu os dois primeiros livros dessa série, fiquei feliz de saber que você curtiu esse é que todos são abordados de uma maneira diferente vou repassar as impressões para mamy.
    Beijo
    Raquel machado
    Leitura kriativa
    Http://leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir

 
Google+