1

[Resenha] As Cores do Amor

em segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
As Cores do Amor
Camila Moreira 
320 Páginas
Editora Paralela

As Cores do Amor escrito por Camila Moreira é o spin-off da história 8 Segundos, onde teremos o romance de Henrique, amigo do peão Lucas.

Eu estou acompanhando as publicações da autora, e sempre me surpreendo com alguns dos detalhes da trama. Neste romance, a autora trouxe sobre o racismo, onde a autora nos surpreende trazendo de forma crua, o preconceito de uma pessoa para um negro. Para esse determinado personagem, a jovem era inferior, suja, que não tinha nenhum direito de se relacionar com ninguém (cada vez que esse personagem aparecia, eu ficava revoltada diante de seus diálogos e atitudes).

Filho único de um barão da soja, Henrique Montolvani foi criado para assumir o lugar do pai e se tornar um dos homens mais poderosos da região. No entanto, o jovem se tornou um cafajeste aos olhos das mulheres, um cara egocêntrico segundo os amigos e um projeto que deu errado na concepção do pai. Ele apenas quer seguir o próprio caminho, longe de tudo o que o pai idealizou. Para ser alguém amargo e controlador, Henrique prefere abandonar toda a fortuna para assim, ter o direito de escolher o que desejar para a vida.

Quando o destino coloca Sílvia em seu caminho, uma jovem decidida e cheia de personalidade, Henrique reavaliará todas as suas escolhas. Sílvia é negra, algo que o pai detesta, e deixa claro para todas as pessoas, e fará de tudo para atrapalhar o romance do casal. O amor que ele sente por Sílvia o fará enfrentar o pai e transformará sua vida de uma maneira que ele nunca pensou que fosse possível. Um sentimento capaz de provar que nada pode definir uma pessoa, a não ser o que ela traz no coração.

Não tem como não comentar o quanto eu fiquei revoltada com as atitudes do pai de Henrique, onde sempre estava disposto a humilhar Sílvia. Para ele, só importava quem fosse branco e rico, parecia que ele estava parado no tempo, onde o Brasil vivia na época da escravatura.

Ao mesmo tempo em que me revoltava com o pai, Henrique sempre se mostrou apaixonado por Sílvia, e demonstrou até insegurança diante do relacionamento. Ela nunca tinha se apaixonado, e não sabia como agir diante do sentimento que estava surgindo entre eles.

A história é narrada pelo ponto de vista de Sílvia e Henrique, e adoro quando a autora escreve a história dessa forma. Assim, podemos saber o que se passa no íntimo de cada personagem, conhecendo seus medos, e entendendo cada uma de suas atitudes. E ainda temos a participação do nosso casal favorito, Pietra e Lucas, protagonistas da história anterior.


As Cores do Amor é uma história linda, delicada, que faz os leitores pensarem sobre o racismo, e sobre as nossas atitudes para qualquer ser humano. Impossível não se emocionar e se apaixonar pelo casal e personagens.

Nota:

Um comentário:

  1. Oi Carla.
    Já estava com saudades de passar por aqui.
    Eu ainda não li, mas achei muito interessante que a autora tenha aproveitado seu romance para falar de um tema tão difícil e ainda tão problemático em nosso país.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir

 
Google+