1

[Resenha] Crueldade

em quarta-feira, 8 de novembro de 2017
Crueldade
The Cruelty vol. 01
Scott Bergstrom
376 Páginas
Editora Seguinte

Crueldade escrito por Scott Bergstrom é o primeiro volume da série The Cruelty, onde traz o amadurecimento de uma jovem que vai ao extremo para encontrar o seu pai.

Assim que iniciei a leitura do livro, não me senti fisgada pela história, pois a protagonista não tinha me conquistado. Mas conforme a história acontece e a Gwendolyn começa a mudar suas atitudes, eu não conseguia mais parar a leitura.

Na trama, a vida de Gwendolyn Bloom vira de cabeça para baixo quando seu pai desaparece durante uma viagem de trabalho. Ela logo descobre que ele não é o homem que, por dezessete anos, achou que fosse. Sem poder contar com a ajuda de mais ninguém para encontrá-lo, a garota parte em uma jornada tão perigosa quanto alucinante, seguindo os rastros do pai pela Europa. Porém, para se infiltrar — e sobreviver — em um novo mundo cheio de maldade e perversão, ela precisará deixar toda a sua vida para trás, assumir uma nova identidade e se tornar alguém tão cruel quanto seus piores inimigos.

E assim, essa jovem que até então a maior preocupação eram os alunos da escola, passa a viver os mais diversos perigos, tendo a si mesma para contar. Ela não pode confiar em ninguém, qualquer escolha pode deixa-la em um grande perigo, e é a única que está procurando o pai.

A história traz sobre a perda da inocência, sobre até que ponto está disposto a ir para salvar alguém. Onde a violência acaba sendo o único meio para a própria sobrevivência e das pessoas que ama.

Gwendolyn precisou se tornar outra pessoa, alguém fria e imparcial, para salvar o seu pai. Quando decide encontrá-lo, ela deixa para traz tudo o que conhece para embarcar em um mundo de violência, tráfico, máfia, morte. Em sua tenra idade, torna-se uma pessoa cruel, que não mede seus atos para encontrar o único parente que tem.

Crueldade foi uma leitura surpreendente que me deixou com aquele gostinho de quero mais, e não vejo a hora de ler mais sobre Gwendolyn e como está a personagem após todos os acontecimentos desse primeiro volume. Uma agradável surpresa que indico para todos os leitores.

Nota:




Um comentário:

  1. Oiii Carla

    Esse foi um livro que quando publicaram recebeu pouco destaque, notei que poucos conheciam e é uma pena pois todas as resenhas que leio dele são bem positivas. Eu adoro thrillers e fico feliz em saber que a atitude da protagonista muda até alcançar a simpatia do leitor e deixar a gente fisgado na história. Quero ler ano que vem.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir

 
Google+