5

[Resenha] Indomável

em sexta-feira, 8 de dezembro de 2017
Indomável
Rock Star vol. 04
S.C. Stephens
400 Páginas
Editora Valentina

Indomável escrito por S.C. Stephens é o quarto volume da série Rock Star, onde traz a história de Griffin Hancock, baixista da banda D-Baggs.

Mesmo sendo o quarto volume, o leitor pode fazer a leitura desse romance tranquilamente, pois não terá spoilers do que acontece aos casais nos volumes anteriores. Apenas ficamos sabendo que eles estão juntos e vivendo maravilhosamente bem, mas a autora não fica se prendendo a contar detalhes do que aconteceu a eles. Essa história é do Griffin, e a trama é toda dele.

Griffin tem tudo o que um dia pode imaginar: é baixista de uma famosa banda de rock, tem uma bela casa, um carro veloz, e ainda tem a companhia e o amor da sua incrível esposa Anna. Mas ele quer mais: quer toda a atenção e ser mais importante integrante da banda.

Anna o aconselha a ser paciente, e diz que seu talento vai acabar por lhe trazer isso. Só que Griffin está farto de esperar pela oportunidade de brilhar por completo. Ele acredita que todos os integrantes não dão valor ao trabalho dele, que o estão deixando para trás, que nenhum deles acredita que ele pode ser mais.

De forma inesperada para todos, Griffin toma uma decisão chocante e resolve assumir o maior risco de sua vida. Subitamente ele se vê debaixo de novos refletores, luzes, câmeras e... caos - algo que acaba por levar ao limite o seu relacionamento com Anna. 

Sua compreensiva esposa sempre considerou sexy o comportamento imprevisível do marido, mas, de repente, sentimentos de dor começam a transparecer em seus olhos, e isso coloca a alma de Griffin em uma espiral de desespero e infelicidade. Ele não suporta magoar a esposa e está disposto a tudo para não ver o olhar de decepção que está carregando. Justamente quando o reconhecimento do seu talento está ao seu alcance, a pessoa que ele mais ama no mundo pode estar lhe escorrendo pelos dedos.

Confesso que demorei para gostar desse livro, pois Griffin é um dos personagens mais irritantes que já conhecia na literatura. Ele é egoísta, egocêntrico, se achar o melhor em tudo dentro ou fora da banda. Não importa o que ele faça, tudo é  motivo para se achar perfeito, o mais gostoso e o mais talentoso do grupo. De tanto ficar olhando para o próprio rosto e umbigo, Griffin não percebe o trabalho dos amigos, ou a dedicação da esposa. E ele sempre quer mais e mais atenção, mas não se dedica a pessoas que estão ao redor.

Como já podem imaginar, Griffin precisará aprender a dar valor nas coisas mais importantes da vida. E quando não se aprende com o amor, aprende-se com a dor, e foi nesse momento que comecei a ver o personagem com outros olhos. Quando ele realmente começa a amadurecer, conseguimos visualizar todo o potencial que tem tanto no trabalho quanto na vida pessoal.

Eu praticamente devorei a leitura desse livro, mesmo odiando o personagem no começo da história, acabei apaixonada pelo Griffin até o final da história. A autora soube conduzir a trama de forma que os leitores sentissem as mais diversas emoções enquanto acompanhava tudo o que o protagonista estava aprontando na trama.


Indomável é uma história que traz o extremo de um protagonista, o lado bom e o ruim de um personagem. Foi uma leitura envolvente e viciante, e não vejo a hora de ler mais livros da autora aqui no Brasil.

Nota:



5 comentários:

  1. nunca li nada do autor, mas ja vi muita gente falando super bem, vou dar uma chance a novas leituras no proximo ano entao vou colocar esse na lista
    parece ser uma historia bem legal e que prende

    ResponderExcluir
  2. Oi, Carla.
    Tenho os três primeiros livros dessa série, mas ainda não tive tempo para lê-los. Mesmo assim, fiquei super animada com a sua resenha e já vou colocar esse quarto livro na minha lista de desejos!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu quase ia comprando o primeiro livro da serie,mas acabei desistindo(ia atacar de compulsiva novamente kkk).
    Creio que a intenção da autora no livro foi essa,fazer ele se arrepender e parar de ser ignorante.Vendo o que realmente importa.
    Não é meu tipo de livro favorito as vezes me aventuro neles.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Oiii tudo bem??

    Não conheço os outros livros da series, apesar de ver bastante esse livro.
    Adoro personagens irritantes, bem capaz de eu gostar dele então, mas que bom que mudou de ideia.
    Adorei a resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Já tinha ouvido falar nele, mas não é o tipo de leitura que procuro no momento. Quem sabe mais pra frente...

    ResponderExcluir

 
Google+