6

[Resenha] A Invasão de Tearling

em terça-feira, 9 de janeiro de 2018
A Invasão de Tearling
A Rainha de Tearling vol. 02
Erika Johansen
400 Páginas
Editora Suma de Letras

A Invasão de Tearling escrito por Erika Johansen é o segundo volume da trilogia A Rainha de Tearling, onde temos uma trama de fantasia/distopia com uma protagonista decidida que não mede esforços para conseguir o que deseja, assim como proteger os seus amigos.

Após os acontecimentos do primeiro livro, estava muito ansiosa para ler essa continuação, pois queria desvendar mais sobre os mistérios dos passados dos personagens, assim como do que ocorreu para acontecer a grande Travessia, e não me decepcionei com esse volume. A autora colocou novos elementos, explicando mais da história e do destino de Kelsea que deixaram a trama ainda mais eletrizante.

Kelsea Glynn é a rainha de Tearling conhecida como uma monarca justa e corajosa. No entanto, o poder é uma faca de dois gumes. Ao interromper o comércio de escravos com o reino vizinho e tentar conseguir justiça para seu povo, ela enfurece a Rainha Vermelha. Kelsea não poderia permitir continuar os erros da mãe ao escravizar o povo de Tearling e ela não mede as consequências para libertar essas pessoas que já estavam cansadas de sofrer.

Agora, à beira de ver o Tearling invadido pelas tropas inimigas, Kelsea precisa recorrer ao passado, aos tempos de antes da Travessia, para encontrar respostas que podem dar ao seu povo uma chance de sobrevivência. Mas seu tempo está acabando...

Kelsea começa a ter visões sobre uma mulher de nome Lily, que vive os abusos do marido que tem um importante cargo no departamento de segurança. Vivendo em um mundo onde as mulheres são tratadas como medo objetos, Lily é agredida fisicamente pelo marido, sem ter a esperança de um dia acabar com esses abusos. Ela não deseja engravidar, e a todos os instantes, o marido fica a perguntar quando ela ficará grávida.

Sem entender o porquê dessas visões, Kelsea fica cada vez mais curiosa para saber o destino de Lily e qual o seu verdadeiro papel diante da grande Travessia. Ao mesmo tempo em que tem essas visões, Kelsea começa a ter visões do presente, com as tropas inimigas que cada vez mais estão próximas de invadir Tearling.

Nesse segundo volume, conhecemos uma nova faceta de Kelsea, onde antes era uma jovem corajosa e justa, agora começa a mostrar traços de crueldade e brutalidade. Ela não é mais uma garota frágil que necessita de proteção, tornando-se alguém mortal para os inimigos.

Além de termos a história contada pelo ponto de vista de Kelsea, temos a oportunidade de conhecer mais sobre o que acontece com a Rainha Vermelha, uma mulher impetuosa e imortal, que carrega um passado sofrido e frágil, temendo pelo que poderá acontecer com ela. Temos também a história do passado contada através de Lily, mostrando um mundo tomado pelos mais diversos avanços tecnológicos, e ao mesmo tempo, cada vez mais atrasado moralmente.

A narrativa desse segundo volume traz um ritmo diferente do que do primeiro livro, pois temos o perigo iminente, cada vez mais crescendo a ansiedade e o temor de todos os envolvidos, e temos também o passado, onde quebra um pouco do ritmo da história. Por mais que eu estivesse curiosa com o que aconteceu a Lily, ficava ainda mais irritada com essas “pausas” nos acontecimentos de Tearling, que me deixavam mais curiosa para saber o que aconteceria a Kelsea e seus amigos.


O livro termina em um momento inesperado, onde fiquei de queixo caído querendo saber o destino de Kelsea. Impossível não desejar ler a última parte que promete ser ainda mais eletrizante que esses dois primeiros livros. Em suma, A Invasão de Tearling é uma ótima continuação para a trilogia, desvendando mais dos mistérios que cercam o passado dos personagens. Só posso dizer que estou muito curiosa para poder conferir a continuação dessa trama.

Nota:



6 comentários:

  1. Oi meu bem, tudo certo?
    Adorei seu blog, parabéns pelo trabalho!
    Já segui e curti sua página, vou acompanhar.
    Beijos, sucesso. :*
    www.freakandcreepy.com

    ResponderExcluir
  2. Nossa Carla percebo o quanto tu está animada para ler a continuação da obra, sua resenha ficou ótima e com toda certeza adoraria ler, por mais que seja romance de época, e lá não sou muito chegada.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oi Carla!

    Eu vou confessar aqui que pulei direto pra sua opinião porque tenho muita vontade de ler o primeiro livo.

    Gostei muito de saber que a narrativa te provocou essa ansiedade de saber como o conflito aconteceria e quando o final é inesperado (pelo menos um momento inesperado como você disse) já ganha pontos comigo. Odeio descobrir como o livro vai terminar lá pela metade dele.

    Beijinhos
    Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  4. Ahh que legal, gente adorei! Eu amo livros desse gênero, quero comprar o primeiro logo, fiquei muito animada em saber que no segundo só melhora :) Obrigada pela dica.

    Beijos,
    Camila.

    Blog Próxima Página
    FACEBOOK
    TWITTER
    INSTAGRAM

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia a série. Já vi as capas mas nunca parei pra ler nada relacionado. Nem sabia que se tratava de uma distopia fantástica. Vou dar uma olhada na resenha anterior pra me animar.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bom?
    Tinha lido a resenha do primeiro livro e já havia achado a história bem interessante. Acredito que o segundo livro de uma trilogia seja isso mesmo, aprofundar a história dos personagens e começar a mostrar o perigo que está por vir, como uma preparação para o último. Esse livro também parece apresentar alguns assuntos bem relevantes também, o que é bem legal. Adorei sua resenha.
    Até mais o/

    ResponderExcluir

 
Google+