0

[Resenha] Fragmenta-me

em terça-feira, 28 de agosto de 2018
Fragmenta-me
Estilhaça-me vol. 2.5
Tahereh Mafi
70 Páginas
Editora Novo Conceito

Fragmenta-me escrito por Taheref Mafi é um conto que acontece no final do segundo livro da série. Na trama, acompanhamos o que acontece com os rebeldes do Ponto Ômega após lutarem contra o Restabelecimento.


Cuidado com os spoilers para quem ainda não leu o segundo livro!

A trama é narrada pelo ponto de vista de Adam, que traz os acontecimentos do Ponto Ômega se preparando para lançar um ataque-surpresa contra os soldados do Restabelecimento a postos no Setor 45. Adam não está pensando na batalha, está se recuperando do rompimento com Juliette, apavorado pela vida do seu melhor amigo e preocupado como sempre com a segurança do seu irmão James.

O Restabelecimento não tolera rebeliões, e por isso fará qualquer coisa para massacrar a resistência... inclusive matar a todos que são importantes para Adam.

Fim do momento spoiler da resenha!

Mesmo entendo os motivos das atitudes de Adam, confesso que foi um personagem que me desencantou no decorrer da história. Claro que a vida dele não foi fácil, que precisou lutar muito para sobreviver e proteger o seu irmão, mas em diversos momentos, percebi que ele foi muito egoísta com todos. Mesmo preocupado com Juliette, Kenji e o irmão James, ele ainda se afastava das pessoas que mais gostava. Ele está sofrendo, mas precisava ser tão idiota?


Enfim, o livro trouxe um pouco mais do que aconteceu ao Ponto Ômega no final do segundo volume, deixando aquele gostinho de quero mais para ler o terceiro livro. E vamos ver como o personagem se comportará no final da primeira parte da série.

Nota:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Google+